Seja uma gravidez planejada ou não, quando a menstruação atrasa pode bater uma grande ansiedade ou um baita desespero, não é? Nessas horas, a angústia para ter certeza ou não de que um bebê está a caminho é enorme, especialmente para a mulher, que carregará esse filho por vários meses e terá que se preparar para o parto.

Um teste muito utilizado é o teste de gravidez de farmácia, muito provavelmente por sua praticidade e agilidade para dar o resultado positivo ou negativo da gravidez. Seu preço não é tão caro e ele é facilmente encontrado em qualquer farmácia.

Mas será que o teste de gravidez de farmácia é confiável? Quais as chances de que esse tipo de teste apresente um falso negativo ou falso positivo? É seguro se basear nele para ter a certeza de que um bebê está a caminho? Pensando nisso, preparamos para você uma análise bem completa sobre a confiabilidade do teste de gravidez de farmácia. Continue lendo e confira.

Você pode gostar de ler também: Melhores Cremes para Celulite do mercado!

Origem do teste de gravidez de farmácia

O primeiro teste com anticorpos e reações químicas surgiu em 1960. Até essa data, os exames feitos anteriormente eram bem imprecisos, deixando diversas dúvidas quanto ao diagnóstico, por isso, sempre ficava o questionamento se, afinal, aquela mulher estava grávida ou não.

Foi no ano de 1972 que a subunidade beta foi descoberta pelos cientistas. Com esse grande achado, eles puderem desenvolver um anticorpo que detecta a presença desse hormônio na urina. Basicamente, é assim que funciona o teste de gravidez de farmácia, como você verá mais adiante.

A empresa americana Warner Chilcott foi a primeira a desenvolver testes de gravidez de farmácia, os EPTs. Esses eram testes bem mais simples se comparados com os presentes no mercado atualmente. Além disso, o seu resultado demorava um pouco para sair, levando algumas horas. Ainda assim, os resultados com falso-negativo eram bem comuns de acontecer, fazendo com que o teste não fosse tão confiável assim.

Trajetória do teste de gravidez de farmácia

Imagem com teste gravidez na mão de uma mulher.

Felizmente, cientistas trabalharam na evolução desses testes. Foi somente nas décadas de 1980 e 1990 que esses testes começaram a serem aperfeiçoados e a trazerem uma maior confiabilidade. Surgiram, então, as fitas de papel absorvente com os dois traços, que são utilizadas atualmente.

Antigamente, algumas formas utilizadas para tentar dizer se uma mulher estava grávida ou não são bem interessantes. No Egito, por exemplo, a mulher fazia xixi no trigo. Ao fazer xixi em sacos de trigo e cevada, caso o trigo germinasse, ela estaria grávida de uma menina; se a cevada fosse o que germinasse, de um menino. Isso tem uma boa explicação: cientistas viram que a urina das mulheres que estão grávidas tem a capacidade de promover o crescimento das plantas. Isso se explica pelo fato da urina ter uma alta concentração do hormônio estrogênio.

Vários outro métodos foram empregados, como avaliar visualmente a urina ou tentar encontrar nela a presença de determinadas bactérias.

Foi em 1920 que os cientistas descobriram o HCG, hormônio presente exclusivamente em mulher grávidas. Vários testes foram realizados em ratos. Depois, os coelhos e os sapos também entraram como protagonistas nessas pesquisas.

Assim, o teste de gravidez de farmácia, assim como o exame de sangue, foram sendo desenvolvidos nessa longa e interessante trajetória.

Teste de gravidez de farmácia é confiável?

Imagem com mulher fazendo gesto de dúvida enquanto está com teste de gravidez está na mão direita.

Chegamos finalmente ao ponto principal: você pode ou não confiar no teste de farmácia? Se feito da maneira correta, seguindo as instruções dadas, sim, o teste de gravidez de farmácia é confiável, mesmo sendo super simples e também acessível.

Esse tipo de teste dificilmente apresentará o resultado de um falso-positivo.

Informações adicionais

É interessante saber a origem e a evolução do teste de gravidez de farmácia, não é? Mais interessante ainda serão as informações que passaremos abaixo para você. Algumas lacunas podem existir quando se trata do funcionamento desse tipo de teste. Não só isso será comentado, mas também algumas informações adicionais bem importantes a respeito do assunto.

Leia abaixo e confira.

Como funcionam os testes de gravidez de farmácia?

Entender como funciona esse tipo de teste é algo muito fácil, já que a explicação é simples. Existe um hormônio muito importante, o beta HCG, que é uma fração do hormônio gonadotrofina coriônica humana (HCG). Durante a gravidez, esse hormônio começa a ser secretado. Mais especificamente, sua produção começa a ser feita cinco dias depois da fecundação, que corresponde ao momento da implantação do embrião no útero.

A partir desse momento, a concentração desse hormônio aumenta em níveis impressionantes, dobrando a cada 48 horas. Mas o que esse hormônio tem a ver com o teste de gravidez, afinal? Esses testes de gravidez de farmácia, em suas fitas de papel absorvente, possuem um anticorpo que detecta se o HCG está presente na urina ou não.

Ao acontecer a união do anticorpo com o hormônio HCG, uma reação acontece, dando cor à segunda listra que aparece no teste, caso o resultado seja positivo. Ao realizar o teste, usar o primeiro xixi do dia pode trazer uma maior precisão no resultado, já que ele estará mais concentrado.

Como fazer o teste de gravidez de farmácia da forma correta?

Depois de já ter comprado o seu teste de gravidez de farmácia, caso seja possível, utilize a primeira urina da manhã, deixando que a fita de papel absorvente entre em contato com a sua urina. Fazer o teste com a urina mais concentrada do dia significa dizer que ela vai ter uma maior quantidade de hormônio HCG, caso você esteja realmente grávida. Caso prefira ou precise fazer em outro momento, fique tranquila, o teste de gravidez de farmácia é confiável também realizando dessa forma.

Para explicar melhor a forma de realização do teste, podemos dizer que é preferível que você urine em um recipiente limpo e seco. Esse tipo de recipiente geralmente vem junto com o teste que foi comprado. Após isso, você deve mergulhar a fita dentro do recipiente e deixar por alguns segundos.

Em média, o tempo necessário para que a reação ocorra é de 1 a 5 minutos, mas é importante dizer que tudo vai depender da marca do teste escolhido, portanto não esqueça de sempre dar uma conferida na orientação do fabricante para você.

Quais os possíveis resultados dos teste de gravidez de farmácia?

Positivo: para resultados positivos, o teste é muito assertivo, quase não admitindo erros, portanto, caso ele aponte isso, você está grávida. No entanto, um exame de laboratório pode ser feito para confirmar essa gravidez.

Negativo: o resultado negativo do teste pode até trazer um certo alívio, caso a gravidez não seja desejada, mas é recomendável que você repita o teste, caso haja dúvidas, especialmente se você tiver feito o teste muito cedo, já que tudo depende da concentração do hormônio HCG.

Refaça depois de alguns dias, caso a dúvida permaneça.

Significado da linha fraca no resultado do teste

É possível que, ao realizar o teste, uma linha bem fraca apareça, ao invés de apresentar uma cor intensa. Mesmo com uma linha bem fraquinha, o resultado, com certeza, é positivo.

Qual a diferença do exame de sangue para o teste de farmácia?

Uma grande dúvida que pode surgir entre as mulheres quando a suspeita de uma gravidez aparece é saber a diferença entre o teste de gravidez de farmácia e o teste de sangue. Afinal, qual a diferença entre eles? Qual o mais confiável? É recomendado realizar os dois tipos de teste?

Entre o teste de gravidez de farmácia e o teste de sangue, podemos dizer que o mais confiável dos dois é o de sangue. Não que o teste de gravidez de farmácia não seja confiável, mas é que o teste de sangue, feito em laboratório, consegue indicar a quantidade de hormônio circulante no sangue. O teste de laboratório pode até identificar a presença desse hormônio, mesmo se ele estiver em baixa concentração, o que pode não acontecer com o teste de gravidez de farmácia.

Caso deseje, você pode realizar os dois tipos de teste. Para o teste de sangue em laboratório, não é preciso nenhuma prescrição médica. Antes de realizar, você deve se informar com o laboratório se é necessário estar em jejum ou não. Geralmente não é preciso, mas alguns laboratórios pedem 4 horas de jejum antes da coleta do sangue para poder realizar o exame. Na dúvida, é melhor você se informar bem antes.

Você não precisa esperar a menstruação atrasar para realizar o teste de laboratório. Após 1 semana da relação sexual, o exame já pode ser realizado. O resultado do teste de laboratório não demora e sai em poucas horas. Esse exame tem uma precisão no resultado de 99%.

Agora, vale a pena dizer aqui que os valores desses dois testes, o de farmácia e o de sangue, são bem parecidos, portanto, caso você precise optar por realizar somente um deles, o exame de sangue é a melhor opção.

O que fazer caso o resultado seja positivo?

Imagem com mulher grávida sentada com pernas cruzadas, com as mãos repousando sobre a barriga.

Depois da emoção (ou do susto), por saber que está gestando um bebê, algumas medidas precisam ser tomadas, não é? E o principal agora é se preocupar com a sua saúde e com a saúde dessa criança que logo, logo nascerá. Confira algumas dicas bem importantes que, com certeza, devem ser seguidas por você.

Iniciar o quanto antes o pré-natal

O pré-natal nada mais é que o acompanhamento médico que a mulher grávida recebe durante esse tempo de gestação, para que a saúde dela e do bebê recebam o máximo de atenção possível e tudo venha a acontecer da melhor forma. Para isso, é imprescindível ter um ginecologista obstetra de confiança. Caso você ainda não tenha um, chegou o momento de procurar. Você pode pedir boas referências para parentes ou amigas suas que já realizaram um pré-natal antes.

Com esse profissional, é importante que você crie uma boa relação de confiança, afinal, é ele que irá acompanhar você durante todos esses meses, sendo o seu suporte e tirando as suas dúvidas.

Sobre o pré-natal, é importante dizer que, no mínimo, seis consultas são recomendadas, de acordo com o Ministério da Saúde. Essa quantidade de consultas vai variar de acordo com o local escolhido para realizar os exames, de acordo com o profissional e também de acordo com a situação de saúde da mãe e do bebê. Aqui não há uma regra bem definida.

Bateria de exames

Uma bateria de exames deverá ser solicitada para você logo na primeira consulta, já que é preciso saber como anda a sua saúde, para que todos os cuidados necessários sejam tomados o mais precocemente possível. Além disso, todo o histórico de saúde da sua família também deve ser analisado, isso vai facilitar a previsão de possíveis complicações durante a sua gravidez.

Entre os exames que podem ser solicitados a você, podemos citar o hemograma completo com contagem de plaquetas, testes para HIV, toxoplasmose, rubéola, hepatites, exame de glicemia, entre outros.

Realização de ultrassonografias

Entre a sexta e a oitava semana de gravidez, a primeira ultrassonografia deve ser realizada. O principal objetivo dessa ultrassonografia é avaliar como está esse embrião, analisando a presença de batimentos cardíacos e do saco gestacional. Além disso, por meio dela é possível confirmar a idade gestacional. Uma gravidez gemelar também pode ser detectada nessa primeira ultrassonografia.

Outros fatores também são observados nas ultrassonografias seguintes. Caso algum problema seja detectado, alguns exames devem ser solicitados para que uma melhor investigação seja feita.

Realização de atividades físicas

Se você não tem muito o hábito de se exercitar, chegou o momento de pensar melhor sobre isso. Caso não haja nenhuma restrição médica, algumas boas atividades podem ser praticadas, como a caminhada, o pilates, a natação, etc.

Essas atividades podem trazer diversos benefícios, como a redução dos inchaços, controle do peso, redução da hipertensão e do diabetes gestacional.

Cuidados com a alimentação

Assim como a atividade física, a alimentação é algo que deve ser repensado por você. Algumas coisas, a depender de como seja a sua rotina alimentar, podem precisar de uma mudança. Agora, mais do que nunca, é preciso ingerir mais frutas, verduras e legumes.

O importante vai ser mais a qualidade de sua alimentação, não só a quantidade.

É preciso descansar

Nesse tempo, o cansaço pode começar a castigar você. Dentro de um certo limite, isso é super normal.

As pessoas também perguntam

Qual o melhor horário para fazer o teste de gravidez de farmácia?

teste de gravidez

O teste de gravidez de farmácia funciona medindo a fração do hormônio gonadotrofina coriônica humana, beta HCG, que é produzido logo no início da gestação. Desse modo, o melhor horário para realizar esse tipo de teste de gravidez é de manhã, com a primeira urina do dia. Isso se deve ao fato de que, por ser a primeira urina do dia, ela estará bem mais concentrada, contendo, portanto, mais hormônios HCG.
No entanto, isso não significa que o teste não possa ser realizado em outros horários. Caso não deseje ou não possa fazer pela manhã, aguarde pelo menos 4 horas sem urinar e então faca o teste.
Mesmo não realizando no melhor horário, o teste de gravidez de farmácia continua sendo confiável.

Com quantos dias dá para saber se está grávida?

Geralmente as mulheres fazem o teste depois que a menstruação atrasa. Os sintomas da gravidez variam de mulher para mulher, é algo bem relativo. O ideal é que o teste de gravidez de farmácia seja feito após o primeiro dia de atraso da menstruação. No entanto, caso não esteja percebendo alguns sinais ou sintomas em seu corpo, alguns testes mais recentes podem fornecer um resultado confiável até 4 dias antes da data prevista da menstruação.

O que é a gravidez silenciosa?

Pode parecer estranho ou até mesmo impossível, mas é possível que uma mulher engravide e não saiba disso. A gravidez silenciosa pode apresentar sangramento, cólicas, constipação, mas com ausência de sinais mais específicos, que fazem com que ela não seja notada. Muitas mulheres só percebem que estão grávidas por volta do terceiro trimestre, ou ainda mais tarde, podendo chegar a saber somente no momento do parto.
Esse tipo de gravidez é raro, mas pode trazer risco para o bebê, já que, pela falta de conhecimento da gravidez, o pré-natal não é realizado como deveria.

Considerações finais

Depois de toda a análise que foi feita, você já deve ter entendido que o teste de gravidez de farmácia é confiável. Caso você esteja com dúvidas se está grávida ou não ou caso precise aconselhar alguma amiga, pode confiar, comprar e realizar logo o teste, acabando com a ansiedade para saber essa resposta.

Não esqueça que tudo deve ser feito da maneira correta, seguindo as orientações do fabricante do teste. Caso, depois de realizar, tenha dúvida para interpretar o resultado, volte e leia as informações que foram passadas sobre o resultado do teste de gravidez.

Se essa análise sobre a confiabilidade do teste de gravidez foi útil para você, deixe abaixo o seu comentário e compartilhe com as pessoas que têm dúvidas e não sabem se o teste de gravidez de farmácia é confiável.

Até mais!

Clique para avaliar
[Total: 1 Nota: 5]