Tudo sobre beleza no Cupomzeiros.com

Hime Cut: O Corte Asiático Que Voltou A Ser Tendência!

O Hime Cut, que é um dos cortes de cabelo do momento, tem origem na nobreza do Japão e carrega uma pegada bem anos 70.

Ele tem feito sucesso nas redes sociais e se tornou uma verdadeira febre entre as artistas de grupos de K-pop, bem como lembra o visual das personagens de mangás, anime e toda moda asiática.

O corte voltou a ser tendência e tem inspirado várias pessoas. Ele basicamente se trata de cabelos mais compridos nas costas, com cortes marcados na lateral e franja, bem no estilo que alguns personagens de anime usam.

A moda do corte agora se espalhou pelo mundo e há diversas variações e curiosidades a respeito do assunto. Então confira ideias, dicas, inspirações e tudo sobre o Hime Cut a seguir!

O que é o Hime Cut

Imagem com hime cut com franja avermelhada
Fonte: stylecraze.com

O Hime Cut nada mais é que uma mistura de dois cortes japoneses: Binsogi e Amasogi. O primeiro dá nome a uma cerimônia que acontecia quando as mulheres completavam 20 anos.

Elas cortavam parte do cabelo na altura da orelha. Já o Amasogi é um corte de cabelo na altura do ombro, que foi muito popular na época imperial do Japão.

A combinação destes dois estilos cria uma interessante e inusitada moldura para o rosto em duas camadas, que fez muito sucesso nos anos 70, mas que agora tem voltado a ficar na moda.

A franja fica na altura da sobrancelha, mas é opcional, e a segunda parte de fios fica mais ou menos alinhada com a bochecha, com vários tipos de extensão para o resto do cabelo.

Há diversas variações do corte, mas basicamente ele é feito reto e a principal característica é deixar algumas mechas da parte da frente mais curtas que a de trás.

O resto do cabelo costuma ser comprido e alisado. Nas redes sociais, o estilo está em alta e pode se pegar muitas inspirações pesquisando pela hashtag #himecut.

Origem do Hime Cut

O Hime Cut pode ser novo para essa nova geração, mas esse tipo de corte já fez muito sucesso antigamente e nunca saiu totalmente de cena, principalmente na Ásia.

Os principais precursores do estilo hoje em dia são personagens de anime e também artistas de K-pop.

Então não ache que é um corte novo, super diferente. Ele carrega muitas referências e origens. Porém, você pode criar sua própria versão, se inspirando em celebridades, alternar detalhes e transformar no estilo que mais combina com você.

Na verdade, o Hime Cut é um corte cheio de histórias que remetem a dinastias japonesas, assim como utiliza de referências dos ídolos dos animes. 

Hime em japonês significa “princesa” (apesar de Ojou-sama ser mais utilizado nesses casos), ou também, uma garota importante.

A origem deste corte de cabelo tem mais de mil anos, no período Heian (entre 794 a 1184), no Japão. As mulheres da nobreza japonesa utilizavam o corte de cabelo Hime e variações, como o citado Amasogi.

Ao completar a idade adulta (20 anos), as mulheres do período cortavam parte do cabelo próximo de suas orelhas, em uma cerimônia chamada Binsogi, o que criava a estética do Hime Cut

Após este período, o Hime Cut voltou à moda na década de 70, principalmente no meio artístico. A maior referência e garota propaganda foi a cantora Megumi Asaoka, que pavimentou o caminho para as próximas gerações de artistas do Japão.

Hoje, o corte quebrou barreiras geográficas, muito por conta dos artistas pop asiáticos e dos personagens de anime, além também das redes sociais e da internet. O Hime Cut tem dominado o mundo afora!

Apropriação cultural do Hime Cut

Após conhecer toda a história e origem deste corte vem a pergunta: usar o Hime Cut é apropriação cultural? E a resposta é: depende.

Se você usa o corte porque se inspirou em celebridades asiáticas e porque gostou do estilo e acha que combina com você, tudo bem.

Desde que você respeite as origens e as descendências do corte, não pegue para si e use fora de contexto, de forma antiética.

Apropriação cultural é justamente esta ação de adotar elementos de uma cultura da qual você não faz parte.

Além disso, esta apropriação envolve uma relação de poder, que geralmente é aquisição de uma cultural minoritária por um grupo dominante.

Estes elementos podem ser idéias, símbolos, artefatos, imagens, sons, objetos, formas ou aspectos comportamentais que, uma vez removidos dos seus contextos culturais originais, podem assumir significados muito divergentes e ofuscar a verdadeira origem.

Então, é apropriação cultural se uma pessoa ou marca leva créditos pela inovação do Hime Cut, omitindo toda sua história e sua tradição, pegando para si todo o estilo, desrespeitando a origem.

Esse protagonismo não pertence a estas pessoas ou marcas, mas à cultura japonesa, e isso deve ser deixado bem claro.

Como fazer o Hime Cut

Assim, após estes esclarecimentos, se você está interessada em usar este estilo de corte de cabelo, recomendamos procurar um bom cabelereiro e que entenda deste corte. Ele não é difícil de fazer, mas para que você não se decepcione, o ideal é procurar um bom profissional.

Agora que você conhece um pouco mais da origem deste corte e entende mais das referências, você pode compreender melhor como ele é feito.

Sua marca-registrada são as mechas laterais bem largas e na altura do queixo, combinadas com fios médios ou longos na parte de trás. 

O que um cabelereiro geralmente faz é dividir o cabelo da metade da cabeça para frente e prender a parte de trás. Então, o profissional irá cortar esta parte da frente, de forma reta, como um chanel.

É um corte ousado, mas que permite várias possibilidades de estilos, como penteados diversos, cores e até ondulações.

Dá para criar mais camadas, cortar o cabelo mais curto e até para pintar as mechas da frente de uma cor e a parte de trás de outra. A franja é opcional e quem a escolhe deixa seu comprimento até a testa, com bastante presença.

É que o corte cria camadas bem marcadas, sendo considerado bem radical, ao mesmo tempo que é estiloso. O Hime Cut também passa a sensação de afinar ou destacar o rosto, como se fosse uma moldura. Fica bem bonito em vários tipos de cabelo.

Para finalizar o corte, é bom investir em produtos que vão valorizar e polir o Hime Cut, como um óleo capilar, de silicone ou reparador de pontas, assim como spray de brilho. Agora, se você gosta de fios mais encorpados, a dica é apostar em um spray texturizador, que vai modelar as mechas.

Confira um vídeo de uma moça que cortou seu cabelo em casa e tentou fazer o Hime Cut:

Ideias e Inspirações de Hime Cut

O Hime Cut tem características próprias, mas permite variações e inovações, que você pode escolher a que mais combina com você e com seu estilo.

Tem mais curtinho, mais comprido, colorido, Hime Cut com rabo de cavalo e outros penteados, diversas possibilidades que servem para tipos de rosto diferentes, além de tipos de cabelos variados. Veja algumas ideias e inspirações que separamos para você!

Na altura do queixo

Cortar as mechas da frente na altura do queixo vai acentuar a linha desta região. É basicamente o Hime Cut tradicional, mas um pouquinho mais comprido. Ele vai fazer com que o seu rosto fique mais afinado naturalmente.

Imagem com hime cut na altura do queixo
Hime Cut. Fonte: Salão Virtual

Franjinha, estilo soft girl

Outra sugestão que fica linda é fazer a franjinha, além das mechas curtas na frente. Alinhe a franja em um corte reto e adote o estilo soft girl, bem fofinho!

Imagem com hime cut com franjinha, estilo soft girl
Hime Cut. Fonte: FFW – Uol

Chanel

O Hime Cut clássico é com o cabelo mais comprido, na altura do ombro ou até maior, porém, o corte chanel também tem espaço e é muito charmoso. Ele traz elegância para o visual, não é mesmo?

Imagem com hime cut chanel
Hime Cut. Fonte: Femmeverso

Moderno

Já o Hime Cut moderno é uma releitura do tradicional corte e está sendo utilizado cada vez mais hoje em dia. Ele é indicado para rostos mais arredondados, exatamente por utilizar mechas laterais mais curtas que ajudam a emoldurar o rosto. O efeito vai deixar seu visual lindo e estiloso!

Imagem com hime cut moderno
Hime Cut. Fonte: Reddit

Penteado

Com o Hime Cut é possível realizar vários tipos de penteados diferentes, permitindo a imaginação ir longe. Basta ter criatividade e inovar! Veja esta ideia a seguir de dois coques para o verão.

Imagem com hime cut com 2 coques
Hime Cut. Fonte: Salão Virtual

Rabo de cavalo

Outro penteado que é uma ótima variação para os dias mais quentes é o rabo de cavalo. Enquanto a franja frontal fica na altura das sobrancelhas, a lateral fica mais ou menos na altura das bochechas e o resto do cabelo está preso em um rabo de cavalo.

Imagem com hime cut com rabo de cavalo
Hime Cut. Fonte: Estilo Próprio By Sir

Cabelos ondulados

Quem disse que o Hime Cut não serve também para as onduladas? Aproveite a ondulação natural própria do seu cabelo para construir um estilo único, sem precisar usar secador e chapinha.

Imagem com hime cut em cabelo ondulado
Hime Cut. Fonte: Estilo Próprio By Sir

Cabelos cacheados

Os cabelos cacheados também ficam lindos com este corte, pois o Hime Cut dá movimento e estilo para os cachos!

Imagem com hime cut em cabelo cacheado
Hime Cut. Fonte: Procedimento Estético

Cabelos longos

Tradicionalmente, o Hime Cut é feito deixando os cabelos bem compridos na parte de trás. Na parte da frente, algumas mechas são cortadas menores. E a franja é cortada reta, ainda menor que as mechas. Veja o resultado!

Imagem com hime cut em cabelo longo
Hime Cut. Fonte: Femmeverso

Cabelos curtos

No entanto, o Hime Cut pode ser adaptado para quem tem cabelo curto. E fica um charme!

Imagem com hime cut em cabelo curto
Hime Cut. Fonte: We Fashion Trends

Bem curtinho mesmo

Ouse e adapte o corte para um cabelo bem curtinho mesmo, na altura das bochechas. Muito estiloso!

Imagem com hime cut em cabelo muito curto
Hime Cut. Fonte: Lemon8

Colorido

O Hime Cut também pode ser feito nos cabelos coloridos. Você pode até alternar cores nas mechas mais curtas. O que vale é criar o seu próprio estilo!

Imagem com hime cut em cabelo colorido
Hime Cut. Fonte: Salão Virtual

Desfiado

Com o cabelo desfiado, o Hime Cut fica mais disfarçado e com movimento. É ideal para quem procura volume.

Imagem com hime cut desfiado
Hime Cut. Fonte: Curiosidades na Internet

Outras tendências da beleza asiática que estão dominando o mundo

A cultura asiática é cada vez mais presente no dia a dia ocidental. Exemplos de sua influência são vistos na música, na moda, no cinema, na televisão e até no mundo da beleza.

Com seus antigos rituais de beleza, os países asiáticos influenciam há muito tempo as rotinas de cuidados das nações ocidentais, especialmente da Europa e dos Estados Unidos.

Vimos isso com K-beauty (beleza coreana) e J-beauty (beleza japonesa), e a tendência continua hoje com a C-beauty (beleza chinesa) e a T-beauty (beleza taiwanesa), que estão ganhando espaço com cosméticos inspirados, mais uma vez, em técnicas e tradições milenares.

Oriunda da China, a C-beauty é caracterizada por suas fórmulas à base de ervas e plantas, buscando referências na medicina tradicional chinesa.

Trata-se de uma espécie de beleza holística que explora uma tendência que está em alta no mundo inteiro. A aproximação e maior contato com a natureza tem ganhado destaque em todas as áreas, principalmente no mundo da beleza.

Tudo isso com o viés ecológico, tão essencial e falado, mas que também é necessário e sinônimo dos cosméticos do futuro. Produtos com ingredientes naturais, raízes e plantas estão sendo mais usados.

Já a tendência coreada, K-beauty, se caracteriza por rotinas de beleza com cerca de 10 passos, tratando como um verdadeiro ritual de limpeza e skincare. Entre os passos estão: esfoliação, tonificação e hidratação da pele, além da aplicação de uma máscara adaptada às suas necessidades, entre outros.

O que era costume de uma região, agora é tendência mundial. Confira algumas influências dos asiáticos na beleza ocidental.

Skincare

Muito feita pelas coreanas, a rotina de cuidados com a pele (skincare) é cada vez mais comum no dia a dia das mulheres do mundo todo.

Quem não quer tirar alguns momentos do dia para cuidar de você, com produtos próprios e se sentir bem e renovada?

Não precisa se estender em uma rotina de skincare longa, de mais de 10 passos diariamente. Você pode seguir esta tendência de cuidados com a pele de forma equilibrada, trazendo para o seu dia a dia alguns cosméticos que vão te auxiliar a cuidar melhor de você.

Produtos eficientes e eficazes que fazem diferença. Está em alta usar cosméticos como hidratantes, séruns, cremes e máscaras faciais.

Basta dar uma pesquisada o que é melhor para o seu tipo de pele. Cuidar de você é o melhor presente para você mesma!

Imagem com skincare
Hime Cut. Fonte: Biossance

Ingredientes Hanbang e beleza limpa

Hanbang é o termo utilizado para se referir a um ingrediente à base de plantas.

Virou costume na Ásia e a tendência é virar um hábito mundial: utilizar ingredientes naturais em cosméticos, sem conservantes, produtos químicos e outros ingredientes agressivos.

Na rotina de beleza coreana, alguns exemplos facilmente encontrados são o chá verde, Centella asiática, raíz de lótus, ginseng, entre outros ingredientes que podem ser utilizados. Esses componentes possuem propriedades antienvelhecimento, anti-inflamatórias e regenerativas.

Outras opções que até usamos já no Brasil são o óleo de semente de cenoura, que é rico em vitamina A e também é um ótimo antioxidante, antifúngico, antibacteriano e anti-inflamatório, e o aloe vera (também chamado babosa), que é um excelente hidratante. 

À medida que as pessoas estão se tornando mais conscientes sobre o que aplicam em sua pele, as empresas estão se adaptando e desenvolvendo mais produtos sem ingredientes artificiais e aditivos químicos.

Isto também se estende às embalagens feitas de produtos recicláveis ou de plásticos e vidros recolhidos no oceano, a chamada beleza limpa. Está cada vez mais recorrente encontrarmos cosméticos com embalagens biodegradáveis, com refil, focando também na sustentabilidade.

Imagem com pele bem cuidada
Hime Cut. Fonte: Tão Feminino

Pele de vidro / pele de espelho, bem iluminada

Uma tendência que tem se espalhado por aí é se inspirar na pele bem iluminada das asiáticas. Chamada também de pele de vidro ou pele de espelho, a pele delas tem um cuidado especial com produtos que tem em sua composição a niacinamida (Nicotinamida ou Vitamina B3).

Este ingrediente é conhecido por promover hidratação, aumentar a produção de ceramidas naturais da pele, iluminar e combater a hiperpigmentação e manchas escuras da pele.

Já que ter uma pele iluminada está na moda, para alcançá-la, você precisa primeiro ter cuidados fundamentais, como comer bem, dormir bem e manter uma boa rotina de cuidados com a pele. Lembre-se uma pele saudável é uma pele iluminada.

Mantenha a pele do rosto tonificada e bem hidratada, bem como beba bastante água. Muitas ainda utilizam de outros cosméticos como séruns, máscaras faciais, além de um rolo de jade para massagear o rosto, ou até suplementos de colágeno para fazer a pele brilhar mais.

Imagem com pele iluminada
Hime Cut. Fonte: Faça Você Mesmo Estética

Sobrancelhas naturais

Esqueça micropigmentação e tatuagens e henna. As sobrancelhas naturais, retas e sem arqueamento estão super na moda!

As pessoas estão simplesmente escovando as sobrancelhas com rímel transparente e preenchendo as lacunas com lápis específicos. O que era tendência na Ásia, tem se tornado cada vez mais comum em outros continentes.

Algumas as escurecem ocasionalmente para enquadrar melhor seus rostos, mas ainda mantendo sempre a sua forma natural, deixando os fios crescerem normalmente. Gostamos, prático e natural!

Imagem com sobrancelhas naturais
Hime Cut. Fonte: Pinterest

Boca carnuda e batons vibrantes

Os lábios finos e discretos estão em baixa e, de uns tempos para cá, eles deram lugar aos lábios carnudos, mais grossos.

Muitas pessoas, então, recorreram a procedimentos estéticos, como o preenchimento labial, para seguir essa tendência.

Mas você pode fazer como as asiáticas e utilizar de cosméticos que aumentam o volume dos lábios. Um muito usado é o hidratante labial noturno, que funciona como uma “máscara” e promete reparar a cor natural e dar mais volume.

Outra alternativa é abusar de batons com cores vibrantes, mais escuras e que marcam mais o formato dos lábios.

Muitas ainda utilizam batons que “anestesiam” a boca e prometem inchar os lábios durante o uso. Tudo pelo bocão!

Imagem com boca grossa
Hime Cut. Fonte: Marie Claire

Considerações finais

Hime cut era um corte feito por mulheres da alta classe japonesa quando atingiam os 20 anos. Nessa idade, elas cortavam parte dos cabelos na altura na orelha, simbolizando a passagem para a vida adulta.

Esse tipo de corte voltou a ser moda nos anos 70 e agora está voltando como a nova tendência de estilo de cabelos mundial.

Espero que você tenha conhecido mais sobre o Hime Cut e tenha curtido as ideias e inspirações. Gostou deste artigo? Deixe nos comentários sua opinião e compartilhe com as amigas!

Ademais, se você se interessa por temas de beleza como este, não deixe de acompanhar nosso guia de beleza! Até mais!

você pode gostar também
Comentários