As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

como fazer o celular carregar mais rápido

Ainda não existe nenhum milagre para fazer com que o celular carregue mais rápido. Porém, já existem algumas medidas que podem ajudar com que esse processo seja feito de forma mais ágil, mesmo que o dispositivo móvel não possua as recentes tecnologias que deixaram o carregamento mais rápido e duradouro.

Confira ao longo deste artigo algumas das técnicas que podem ajudar com que o celular carregue mais rápido e dure mais horas durante o dia.

Desligar o celular

Caso não precise usar o celular enquanto está carregando, o recomendado é deixar ele desligado por pelo menos alguns minutos, para que a máquina possa descansar.

Se o seu celular não tem ou não suporta um plug-in para a tomada que realiza o carregamento em um ritmo mais rápido, você deve deixá-lo desligado enquanto o mesmo carrega e que será a melhor medida para tornar o processo mais ágil, ou até melhor, não deixar o carregamento mais lento por que a pessoa segue o usando para outras atividades enquanto estiver na tomada.

Ativar o modo avião

Seguindo a mesma lógica que foi apresentada no item anterior, se usar o celular enquanto ele carrega irá desacelerar o ritmo do carregamento, ainda mais se estiver utilizando as redes móveis ao invés de estar conectado no Wireless.

Mesmo que a pessoa não estiver usando, pode ocorrer que em atividades do segundo plano aproveitem do tempo “ocioso” para baixar as atualizações no dispositivo, assim como receber notificações ou um backup dos dados em nuvem.

Use um cabo de qualidade ou o original

É bem complicado impedir o desgaste de um componente que esteja correndo em todos os lados, como da bolsa para a mesa e depois da mesa para a bolsa, depois para o chão e assim por adiante, mas o recomendado é sempre ter cuidado com ele.

Geralmente os cabos originais que são aqueles que vêm junto da caixa do celular, já são produzidos com o intuito de funcionar melhor com o dispositivo que o acompanha, assim como também serve para o carregador de parede.

Pode ser que a pessoa tenha diversos cabos espalhados pela casa e na hora de realizar a comparação, irá perceber que os modelos são diferentes, tanto por conta da flexibilidade como também da espessura. Alguns dispositivos acabam não exigindo tanto dos outros, o que se apresenta como um dos motivos da diferença.

Carregue sempre na tomada

Essa pode até parecer uma dica sem sentido. Porém muita gente faz o carregamento do celular apenas com a entrada USB no computador.

O que ocorre é que essa entrada libera menos energia do que um plugue de tomada, o que acaba tornando o carregamento mais lento.

Porém é preciso ter muita atenção em relação às especificações de cada carregador para que o aparelho não seja danificado, pois se usar um carregador mais potente em um celular que não esteja preparado, ao invés de que o aparelho carregue em menos tempo, pode até acabar “fritando” os componentes.

Existem duas indicações de saída de energia que se deve ficar de olho:

  • Tensão: medida em volts;
  • Corrente: medida em amperes.

Se o carregador pretende usar estas especificações que o aparelho está exigindo, então fique tranquilo pois o processo é seguro. Normalmente elas se encontram na parte traseira do dispositivo, na caixa ou então no carregador original.

Evite o carregamento sem fio

Por mais moderno que o celular possa ser e que ele esteja cada dia mais presente no mercado, o carregamento sem fio continua sendo mais cômodo, um conforto que se mostra como um “salva-vidas”.

Esse tipo de carregamento ocorre a partir das chamadas “bobinas de indução” e que gera um campo magnético e uma corrente elétrica para poder abastecer a bateria do celular.

Assim sendo, a tecnologia acaba sendo mais lenta do que o cabo e exige com que o celular fique mais alinhado e próximo da sua base.

Jamais abra mão do carregamento rápido

Agora, caso você tenha um celular que já lhe oferece um plugue de tomada para carregamento rápido, esta é a primeira opção que você deve considerar, sem realizar qualquer questionamento.

Apenas tome cuidado para não esquecer o celular em superfícies que contribuem para um superaquecimento, como deixar em cima da cama. Pelo fato de trabalhar com potências que são maiores do que os carregadores tradicionais, é compreensível que o celular aumente a sua temperatura, porém não se preocupe, o aparelho já está preparado para que isso aconteça.

Mantenha o Smartphone resfriado

Na maioria dos casos, os smartphones tendem a funcionar melhor e com ainda mais eficiência do que se estiverem em locais que apresentam temperaturas amenas. Se estiver em contato com o calor excessivo, o aparelho pode acabar superaquecendo e até danificar os componentes internos, como a bateria.

É muito importante manter o telefone o mais longe possível da luz solar ou de qualquer outra fonte de energia que possa deixá-lo superaquecido durante o período em que estiver carregando. No caso das capinhas de celular, elas podem gerar excesso de calor no aparelho, o que também pode afetar a capacidade da sua bateria.

Limpe a porta de entrada do carregador

Em algumas situações, a recarga lenta pode não se mostrar como culpa da bateria ou mesmo do carregador. Com o passar do tempo, aqueles fiapos juntamente com a poeira podem ir se acumulando na porta de entrada do cabo, o que prejudicar o carregamento rápido e eficaz como deve ser.

Por conta disso, é sempre muito importante manter essa porta o mais limpo possível. Os especialistas recomendam que seja utilizado um palito de dente, ou então de madeira ou plástico, que é ideal para realizar a remoção da sujeira.

Utilizar de objetos metálicos, como agulhas, pode acabar danificando o aparelho. Algumas fabricantes como a Apple, recomendam que não sejam utilizados materiais de limpeza e outros produtos abrasivos ao aparelho.

O mercado está cada vez mais atento à bateria e até por isso, que aparelhos como da marca Xiaomi fazem o maior sucesso, pela velocidade do carregamento.

você pode gostar também
Comentários