Quer comprar algum produto pela internet? Quer encontrar variedades de produtos em um mesmo site? A Amazon oferece esse serviço. Esse site trabalha com diversos produtos, desde eletrônicos, software, videogames, até vestuário, móveis, brinquedos, além de alimentos e joias.

A Amazon é um shopping completo dentro de seu dispositivo eletrônico, é só clicar e escolher que produto vai querer adquirir dentro da loja on-line. Mas será que você pode se sentir seguro comprando ali? Será que o site Amazon é confiável?

Algumas pessoas têm receio de efetuar compra pela internet. Ficam preocupadas com os produtos, sua qualidade, se realmente vai chegar, se vai chegar sem defeito, ou se vão ter muita dor de cabeça ao fazer tal transação.

Mesmo que o site seja bem conhecido, alguns ainda mostram uma certa resistência para confiar na compra e venda por tal site. A loja Amazon é conhecida? Pela maioria das pessoas sim! Sabe o que essa loja vende? Será que o site Amazon é confiável? Venha conferir e descobrir a resposta conosco!

Do que se trata a empresa Amazon?

Imagem com produtos vendidos no site da Amazon
Foto: produtos vendidos pela Amazon

O site Amazon se concentra no e-commerce. O que é isso? É um comércio eletrônico em que toda a transação comercial de compra e venda é feita por meio da internet com o auxílio de um equipamento eletrônico (seu computador, seu tablet, seu celular).

É uma empresa multinacional que fornece a venda e compra de uma variedade de produtos e também serviços. É a maior empresa mundial de vendas on-line e a maior fornecedora de serviços de infraestrutura em nuvem por meio da Amazon Web Services (serviços de armazenamento em nuvem).

Também oferece serviço de inteligência artificial, serviço mais recente, em que Alexa, assistente virtual, auxilia os usuários das mais diferentes formas de modo prestativo, cordial, num tom amigável, ou seja, valores que a empresa quer passar para seus clientes.

Outro serviço fornecido pela Amazon, e muito conhecido pelas pessoas, é o Amazon Prime (streaming). Essa plataforma de serviço oferece vídeos, documentários, filmes e séries com uma assinatura de pagamento mensal. Além dos conteúdos presentes nesse streaming, há a possibilidade de o usuário garantir descontos exclusivos na loja on-line e ganhar frete grátis ilimitado ao assinar esse serviço da Amazon Prime e, enquanto durar a assinatura, duram os benefícios de descontos e frete grátis.

Outros recursos envolvendo a Amazon Prime para os usuários são:

  • Download de séries e filmes para seu celular ou computador
  • Acesso via Smart TVs
  • Possibilidade de transmissão via Choromecast ou Fire TV Stick
  • X-ray, recurso que traz todas as informações sobre o conteúdo.

Será que a qualidade de imagem de filmes e séries é boa nessa plataforma da Amazon Prime (streaming)? O cliente pode ter acesso a até 4K de resolução e som Dolby Digital de 5.1. Tal qualidade é ofertada para o plano básico do Streaming Amazon Prime.

No Brasil, esse serviço de streming aumentou 130% entre 2016 e 2018. Hoje, o país é o sexto maior consumidor desse tipo de serviço no mundo.

A plataforma possui muitos serviços, não é mesmo? É uma empresa que presta serviço não apenas para um país, mas para vários países. Tal fato já nos ajuda a ponderar que a Amazon é confiável, pois, caso contrário, não estaria presente nos lares internacionais. Não é mesmo? O que acha?

Mas você ainda se pergunta se o site Amazon é confiável?

Vamos navegar um pouco nele!

Navegando no site Amazon.

Imagem com página inicial da Amazon
Foto: site da Amazon

Logo na parte superior do site, há um guia de busca que pede para você selecionar a categoria que você está procurando.

Algumas categorias que o guia de busca fornece: Alexa skills; alimentos e bebidas; apps e jogos; automotivo; bebês; beleza; bolsas, malas e mochilas; brinquedos e jogos; casa; CD e vinil; computadores e informática; cozinha; dispositivos Amazon; DVD e Blu- Ray; eletrodomésticos; eletrônicos; esportes e aventuras; ferramentas e materiais de construção; games; instrumentos musicais; jardim e piscina; livros; loja kindle; material para escritório e papelaria; móveis e decoração; pet shop; prime vídeo; programe e poupe; roupas, calçados e joias: feminino, masculino, meninas, meninos, bebês; saúde e cuidados pessoais.

Ufa! Quanta coisa diferente a Amazon fornece em um único site! Essa é a parte para você pesquisar por categoria pensando no produto desejado, ou seja, a seção “Comprar por categoria”. Para uma pronta organização e para ganhar tempo, é só ir no guia de busca.

Outra seção é “Conteúdo digital e dispositivo”, nessa parte há a Amazon Fire TV; Amazon Music; Amazon Prime Vídeo; Aplicativos Amazon; Dispositivos Kindles e eBbooks; Echo e Alexa.

Há a seção “Programas e recurso” com as possibilidades de Amazon Family; Amazon Prime; Dicas de presente; Lista do bebê; Programe e poupe; Amazon Outlet; Publique seu livro; Venda na Amazon.

Ainda há a seção “Destaques”, ali anuncia os mais vendidos, as novidades da Amazon e os produtos que estão em alta.

Você pode fazer seu login, daí terá em sua conta: “Seus pedidos”, para rastrear, devolver ou comprar produtos novamente; “Acesso e segurança”, para alterar seu login, nome, senha e celular; “Seus pagamentos”, para gerenciar formas e configurações de pagamento, bem como visualizar saldos e ofertas; “Endereços” para alterar endereços para pedidos e presentes; “Amazon Prime” para exibir configurações de pagamentos e benefícios; “Vales-presente” para ver saldo ou resgatar um vale-presente; “Reembolsos boleto” para ver saldo ou resgatar reembolsos de boleto.

Além disso, a Amazon te convida a ganhar dinheiro com ela. Na parte inferior do site, há as opções:

  • “Publique seu livro”, em que você mesmo pode publicar eBooks e livros com capa comum sem pagar nada com o Kindle Direct Publishing e alcançar milhões de leitores na Amazon.
  • “Seja um associado”, aqui a empresa oferece um dos maiores programas de marketing de afiliados do mundo. Esse programa de associados da Amazon ajuda criadores de conteúdo, editores, blogueiros a monetizarem seus sites, porque com variedades de produtos e variedades de programas disponíveis, os associados podem usar ferramentas simples de criação de links para divulgar ao público, faturando com compras e programas qualificados.
  • “Venda na Amazon”, nessa opção, a Amazon te convida a apresentar seus produtos aos milhões de clientes que compram nessa plataforma todos os dias.
  • “Anuncie seus produtos”, nessa parte, há o convite para você alcançar públicos nessa plataforma em que as pessoas compram, leem, ouvem, assistem e jogam, por meio de experiências de anúncios dentro e fora da Amazon. Aqui ela pede para você tocar nos ícones para moldar suas campanhas publicitárias e medir seus resultados.

Olha que interessante! A Amazon, além de oferecer produtos para você comprar e serviços para adquirir, ainda te convida a ganhar dinheiro!

Você ainda tem dúvida se o site Amazon é confiável? Vamos conhecer um pouco da história e trajetória da empresa? É muito interessante e inspiradora!

Um pouco sobre a trajetória do site Amazon.

Imagem com logo do app da Amazon em um celular
Foto: logo do aplicativo da Amazon

O site Amazon foi fundado por Jeffrey Preston Jorgensen, mais conhecido por Jeff Bezos, nos Estados Unidos, especificamente no estado de Washington, na cidade de Bellevue. Jeff Bezos obteve a graduação em engenharia elétrica e informática. Trabalhava como engenheiro e analista no mundo financeiro da Wall Street.

Depois, fundou a sua própria empresa, o site Amazom.com, no final do ano de 1994. A empresa iniciou seu serviço on-line apenas com o comércio de livros, em uma época em que a internet não era popularizada. O primeiro livro vendido na história da Amazon foi “Conceitos de Fluidos e Analogias Criativas”, de Douglas Hofstadter.

Dessa forma, o fundador da Amazon, com uma visão de longo alcance, prevendo os avanços e a extensão que os serviços de internet poderiam chegar, tomou a iniciativa de criar um modelo de negócios envolvendo vendas e distribuição on-line de livros por meio de um site.

Jeff Bezos disse certa vez:

“Para decidir arriscar e abrir minha companhia, eu usei a regra da minimização de arrependimentos. Sabia que, aos 80 anos, não me arrependeria de ter largado Wall Street. Mas me arrependeria de não ter participado do começo da internet” 

Seu trabalho começou na garagem de Jeff Bezos e de sua esposa, na época, MacKenzie Scott. Alguns afirmam que o servidor do site exigia muita potência, o que fazia com que vários fusíveis da casa fossem queimados. É interessante que, a cada venda no site, os funcionários tocavam um sino para comemorar e ainda conferiam se eles conheciam a pessoa que havia comprado. Porém, com o tempo, tocar o sino ficou inviável e nada prático, porque. no primeiro mês, as vendas aumentaram muito, pois a Amazon passou a vender de tudo e os pedidos vinham de 50 estados americanos e de 45 países diferentes.

Com o crescimento do site e ainda trabalhando na garagem de Bezos e MacKenzie, os funcionários quase que não tinham espaço para trabalhar, pois eram muitas pilhas de livros e produtos de diversas origens ocupando todos os espaços da garagem. Em 1998, na festividade natalícia, a Amazon teve sua primeira efervescência de vendas, em que todos os funcionários precisaram madrugar e ainda levar familiares e amigos para ajudar na organização dos estoques para enviar para os clientes.

Uma das citações de Bezos:

“Quando algo parece uma oportunidade, alguém sempre pergunta ‘por que a gente deve fazer isso?’. Mas ‘por que não?’ é uma pergunta igualmente válida. E ela nunca é feita”

História inspiradora, não acha?

A Amazon no Brasil

A Amazon chegou ao território brasileiro, no ano de 2012, apenas com vendas de livros eletrônicos. Mas adicionou a compra e venda de livros físicos em 2014. Porém, em 2017, seu negócio foi expandido para além de livros, iniciando as vendas de eletrônicos no país. Hoje, a Amazon Brasil, como em outros países, vende produtos de inúmeras categorias.

No vídeo a seguir, você saberá se a versão brasileira da Amazon é confiável!

Curiosidade com nome Amazon. Como esse nome surgiu?

Você sabia que a Amazon se chamaria “Cadabra” ou “Relentless”? O primeiro nome “Cadabra” seria escolhido pelo fundador, porque, para ele, era um título que trazia uma ideia mágica, algo extraordinário, talvez pensando no potencial futuro da internet como algo diferente, deslumbrante.

Porém, alguns amigos disseram que essa palavra transmitia sonoramente uma semelhança com “cadáver”, logo, Jeff Bezos descartou tal ideia. Afinal, Bezos não iria querer que uma empresa em expansão e com futuro promissor tivesse uma conotação com algo sem vida.

O segundo nome pensado foi “Relentless”, o qual significa “implacável”, “inquebrantável”, “inflexível”. Provavelmente, para o executivo, o título remetia a algo que transmitisse bravura, trabalho incansável, que nada pudesse aplacar ou atenuar. No entanto, muitos amigos e até parentes, por meio de uma enquete, expuseram que esse nome não iria funcionar, não daria certo. Ele também aceitou a sugestão.

Portanto, ficou o terceiro nome pensado “Amazon”. Jeff Bezos pensou nesse nome por causa do rio Amazonas, pois o empresário apostava que esse título denotaria uma grandiosidade, já que o rio Amazonas é o maior rio em volume de água do mundo e o maior em extensão territorial. Para ter uma ideia, esse rio se localiza na América do Sul e perpassa três países ao mesmo tempo: Peru, Colômbia e Brasil, tendo sua bacia hidrográfica também em diferentes países, tais como Bolívia, Equador, Venezuela e Guiana.

A inspiração no rio foi uma jogada muito boa, já que Jeff Bezos tinha o desejo de que sua empresa se tornasse grande, mas com a capacidade de se tornar maior, expandindo sua distância cada vez mais. E ele conseguiu. Hoje ela é considerada uma das cinco grandes empresas de tecnologia, juntamente com as empresas Google, Apple, Microsoft e Facebook. No ranking de fortuna, ele está junto com Bill Gates. A sua empresa realmente se expandiu: é conhecida internacionalmente.

Então, o nome Amazon tem tudo a ver com a ideia inicial, não acha? Mas será que o nome inspira confiabilidade? O site Amazon é confiável?

O site Amazon é confiável? Vamos ver no Reclame Aqui.

Imagem com nota da Amazon no Reclame Aqui
Foto: Amazon é confiável de acordo com o Reclame Aqui

A empresa Amazon está no Reclame AQUI há 16 anos.

A reputação da empresa recebeu ótimo nos períodos de seis meses, doze meses, em 2021, em 2020 e no geral.

No período de seis meses, o qual abrange o dia 01/07/2021 até a data de 31/12/2021, recebeu a nota 8.5, com 40.234 reclamações e respondendo 40.030.

Em doze meses, que abarca o ano inteiro de 2021, a nota foi 8.4, obtendo 74.885 reclamações e com 74.606 respostas.

Já no ano de 2020, a empresa teve 51.259 reclamações e conseguiu responder 50.911. Recebeu a nota 8.3.

No geral, que compreende o período de 09/01/2019 a 08/01/2022, foram 144.287 reclamações, respondendo 143.299. Obteve, com isso, a nota 8.2.

Na Black Friday, a empresa Amazon recebeu 74% menos reclamações do que a média da empresa nos últimos seis meses. Foram 2.614 reclamações sobre a Black Friday 2021.

Seu histórico possui 99.3% de reclamações respondidas. Clientes que voltariam a fazer negócio pelo site, 77.7%. Possui uma porcentagem de solução de 82.5%. Obteve 7.41 como nota do consumidor. Ao todo foram 882 reclamações não respondidas e 64.160 avaliadas.

A reputação de ótimo que a plataforma possui no Reclame AQUI já responde se a Amazon é confiável. O que acha?

O site da Amazon é confiável? O Reclame AQUI com seus números responde que sim!

Qual o lema da empresa Amazon?

Segundo a própria empresa, seu lema é colocar o usuário ou o cliente como protagonista, ou seja, como o ator principal em todos os momentos e transações comerciais. Seu legado é conhecer as necessidades dos seus consumidores. Valoriza a inovação e velocidade para atender seus clientes da melhor maneira possível e reforça nossa opinião de que a Amazon é confiável.

Há informações de que, desde o primeiro dia, a empresa Amazon deu ao seu usuário o papel de protagonista, colocando seu cliente no centro de tudo. Um dos edifícios da Amazon, na região de South Lake Union, em Seattle (EUA), ganhou o nome de Wainwright para homenagear seu primeiro cliente do site, chamado John Wainwright. Muito legal, não acha?

Os consumidores, mesmo que cada um tenha suas particularidades, possuem pontos em comum: nenhum cliente quer que sua mercadoria demore a chegar, não quer pagar mais caro pelos seus produtos, por isso pesquisa antes de comprar e não quer dificuldade para achar o que está buscando, quer facilidade na busca de um produto desejado.

Portanto, pensando nas necessidades e nos desejos dos seus clientes, a Amazon procura evitar tais contratempos indesejados pelo consumidor. Oferece rapidez nas entregas das mercadorias, oferece preço acessível em seus produtos e além disso, para que o cliente não perca tempo procurando um produto e não encontrando, o que a empresa fez? Ela percebeu a necessidade de ampliar seus produtos para satisfazer todos os tipos de clientes. Em 2000, foi anunciado o marketplace da marca, remodelando o negócio por completo. O site hoje vende de tudo e oferece muitos serviços, como visto anteriormente.

O que acha? Por procura colocar seu cliente no centro de tudo, a Amazon é confiável, concorda?

Uma história contada sobre a importância do consumidor para a empresa Amazon.

Uma funcionária da empresa Amazon recebeu uma mensagem por meio de uma rede social. Qual era a mensagem? Um usuário da empresa informou que havia encontrado um Kindle (um leitor de livros digitais desenvolvido pela marca) em um táxi, mas gostaria de devolver ao dono do objeto e estava pedindo a ajuda da Amazon para fazer isso. Para tal fim, tinha que obter informações que o fizessem chegar até o dono do Kindle.

Sabe o que a funcionária fez? Localizou o dono do Kindle (aquele que havia perdido), encaminhou um aparelho novo a ele. Formatou o Kindle perdido, que aquele usuário honesto queria devolver. Ela o fez para que o rapaz que achou o aparelho pudesse ficar com ele a partir daquele momento.

Pois é, foi isso! A funcionária escolheu a opção mais trabalhosa. Ela poderia informar ao usuário que não poderia acessar e informar dados pessoais do cliente ou poderia encaminhar o usuário para a central de atendimento. Ela estaria fazendo o trabalho dela sem ter muito trabalho, entende? Mas ela decidiu agir segundo o lema da empresa: colocar o cliente no centro de tudo. E, mesmo que essa decisão tenha levado mais tempo e custado um aparelho novo à empresa, ela solucionou o problema e ofereceu uma experiência única tanto para quem perdeu, quanto para quem encontrou o aparelho.

Muito interessante, não acha?

Concluindo

A escolha pelos serviços de internet tem crescido muito nos últimos tempos. As pessoas almejam praticidade e comodidade, já que a vida é tão corrida em diversos campos. Então, que tal um site que mais parece um shopping virtual? Um site que vende de tudo e ainda oferece muitos serviços? O site teve uma trajetória significativa até chegar nos dias de hoje como um site que mais vende em diversos países. Percebemos que é a Amazon é confiável para se fazer negócios ali.

E você? Gostou deste post? Ele te ajudou a conhecer um pouco mais sobre essa big empresa? Ele te ajudou a decidir fazer alguma compra pelo site? Ou de adquirir algum serviço por ali? Ou te ajudou a pensar e como trabalhar com ele? Agora concorda que a Amazon é confiável? Caso a resposta tenha sido positiva em algumas dessas perguntas, compartilhe com seus amigos e parentes. Vamos alargar as informações! Deixe também seu comentário aqui. O que você pensa é muito importante para nós!