Tudo sobre beleza no Cupomzeiros.com

Trança Nagô: Confira 25 Ideias e Inspirações e Arrase!

Tranças são sempre ótimos penteados. São práticas, versáteis e muito bonitas.

A trança nagô não é diferente. Além de ser símbolo cultural e de resistência, ela tem uma beleza empoderadora. Este tipo de trança é uma ótima escolha para variar o visual e dar um novo estilo para os fios.

As tranças nagô são feitas desde a raiz, bem presas no couro cabeludo, podendo ser feitas no cabelo todo, ou uma ou duas tranças, podem ser feitas com o seu próprio cabelo, ou usando cabelo sintético, além de outras variações. Ademais, é possível escolher vários formatos, desenhos e cores.

Este tipo de trança é uma opção também para quem está passando por transição capilar e também para proteger os fios no dia a dia.

Assim, selecionamos algumas ideias de trança nagô para você se inspirar, além de, claro, um tutorial ensinando como se faz estas tranças e dicas para cuidar melhor delas. Vamos conferir?!

Origem das tranças

Para conhecermos a origem das tranças, devemos voltar bastante no tempo. Os primeiros registros de tranças no mundo foram encontrados em estátuas há mais de 20 mil anos. 

No entanto, o surgimento das tranças é datado do ano 3.500 a.C., quando tudo começou, no continente africano.

Com o passar do tempo, elas foram sofrendo alterações, conforme a cultura, o grupo étnico, a religião, o status e seguiram fazendo a cabeça, literalmente, das pessoas através de diversos períodos e civilizações.

Com diversos significados e propósitos, as tranças puderam ser encontradas em várias sociedades ao longo dos anos, bem como em culturas variadas.

Seja na Grécia antiga, no antigo Egito, nas tribos africanas, com os vikings, na realeza europeia, ou até nos dias de hoje, elas sempre foram um penteado muito presente, que ajudava, inclusive, a identificar a cultura daqueles povos através do tipo de trançado e de cada modelo.

Então, se pode dizer que a trança é um penteado universal e versátil, não apenas por passar por tantas culturas diferentes com o evoluir da história da humanidade, mas também por ser bem aceita tanto em ambientes mais informais, quanto em situações mais sofisticadas, com looks elegantes e variados.

Sobre a trança nagô

O desenho das tranças transmite valores culturais e históricos, além de servir para identificar a posição social, o estado civil e a religião, em diversas sociedades.

Mas, com o passar do tempo, as tranças foram sofrendo mudanças em seus formatos e significados.

Atualmente, muitas tendências se espalharam pelo mundo e virou moda o estilo do cabelo trançado, como um penteado para deixar o visual mais bonito, além de sinônimo de empoderamento, resistência e estilo.

Durante o período da escravidão no Brasil, as tranças eram utilizadas para identificar as tribos a que pertenciam os escravos.

Por meio dos seus desenhos, elas também serviam como mapas e rotas para as fugas planejadas.

Como já foi dito, as tranças possuem origem africana. A nagô é a mais antiga delas e consiste naquela trança rasteira, rente ao couro cabelo.

Ela é muito utilizada no cabelo afro. O seu uso é sinônimo de uma identidade, um marco, uma cultura. E a atual era de empoderamento é marcada pelos enfrentamentos étnico-raciais e pela resistência, para resgatar a origem e o estilo.

As tranças nagôs são muito significativas, principalmente, para aumentar a autoestima das pessoas negras, para dar mais estilo para os fios e também para trazer personalidade para o visual.

Muitas mulheres que passam por transição capilar utilizam estas tranças, mas também aquelas que querem renovar o look ou também proteger os fios aproveitam da trança nagô.

Imagem com trança nagô em coque com flores
Trança nagô. Fonte: Cabelo Afro

Preparação dos cabelos antes de fazer as tranças

Antes de começar a fazer as tranças, você deve preparar o cabelo para que você consiga o resultado desejado. Para que o cabelo esteja saudável e pronto para receber as tranças, há alguns passos que você deve seguir.

  • Faça um cronograma capilar, que envolva hidratação, nutrição/umectação e reconstrução, para fortalecer a fibra capilar e reparar danos.
  • Lave os cabelos com um shampoo detox, de limpeza profunda, garantindo a remoção de resíduos e impurezas dos fios, bem como do couro cabeludo. Isso diminuirá os riscos de danos e enfraquecimento da fibra capilar. Não exagere na quantidade de produtos.
  • Seque o cabelo da melhor forma que você desejar, seja usando o secador ou secando naturalmente. O cabelo deve estar bem seco para receber as tranças. Fazer trança no cabelo úmido aumenta a chance de proliferação de fungos e bactérias no couro cabeludo.
  • Os cabelos devem estar completamente saudáveis para receber as tranças. Isso porque, se os fios estiverem fracos ou danificados, eles sofrerão quebras durante o procedimento.

Tutorial de como fazer a trança nagô

Como mencionado, antes de iniciar as tranças, você deve preparar o cabelo. Ele deve estar limpo, seco e desembaraçado. Além de facilitar o manuseio, isso garante um acabamento mais bonito.

Por ser um procedimento demorado e complexo, o mais indicado é buscar um bom profissional e de confiança para garantir o resultado ideal. Com um especialista em tranças, você vai alcançar um visual incrível.

Ele vai saber qual o melhor modelo, que não vai prejudicar os fios, bem como vai utilizar o material apropriado.

Além disso, é importante lembrar que este procedimento é demorado, podendo chegar até a oito horas, dependendo do comprimento desejado.

E o processo de trançar o cabelo pode causar quebra dos fios, já que é preciso realizar com força para garantir que a trança nagô tenha uma boa durabilidade. 

Mas, caso você já tenha habilidade em trançar o cabelo, temos algumas dicas para você realizar a trança nagô sozinha, em casa.

A técnica nagô pode ser realizada de duas formas: apenas com os cabelos naturais ou com a adição de fios de fibra sintética, que é o mais comum.

Entre as fibras sintéticas mais usadas para fazer a trança nagô, destacam-se a Kanekalon, a jumbo e a lã.

A Kanekalon é uma fibra japonesa que se assemelha muito ao cabelo natural, pois tem pouco brilho. Vale dizer que ela é mais pesada e mais cara que as demais fibras. Já a fibra jumbo é produzida na China e é mais facilmente encontrada no Brasil, com valores mais acessíveis.

Por fim, as tranças de lã são as que garantem um resultado mais leve aos fios, além de possibilitar uma maior variação de cores.

Confira o passo a passo para fazer a trança nagô:

Passo 1

Divida o cabelo em pequenas mechas verticais, partindo da região da testa até a nuca. A espessura da mecha vai determinar se a sua trança raiz será mais fina ou mais grossa.

O número de marcações das mechas irá variar de acordo com o número de tranças que você deseja. A trança nagô pode ser feita no comprimento do cabelo todo, ou você pode trançar apenas uma parte. Tranças apenas na lateral do cabelo dão um charme e criam um penteado delicado.

Passo 2

Após separar as mechas e as espessuras, é só ir trançando cada mecha por vez, deixando bem firme e próximo ao couro cabeludo, como uma trança embutida. Tente manter a trança rende à raiz. E vá acrescentando fios na trança, à medida que você for trançando.

Caso deseja usar extensões, as una no cabelo antes de começar cada mecha. Trance os fios juntamente com a extensão. 

Passo 3

Você pode fazer esse processo de trançar até um determinado ponto e deixar o restante dos fios soltos, ou escolher prender todo o cabelo. Se optar pela segunda opção, continue até a nuca e depois trance as mechas normalmente, prendendo as pontas com um elástico ou apenas as enrolando nos dedos com um pouco de creme para pentear.

Prontinho!

Veja também um vídeo com um tutorial ensinando fazer a trança nagô:

Trança nagô: ideias e inspirações

Agora que você já aprendeu a fazer as tranças nagô, confira algumas sugestões de penteados com elas.

Clássico

As tradicionais tranças nagô são feitas desde a raiz até as pontas do cabelo. Costumeiramente se usa extensões para alongar mais o penteado e as tranças são bem firmes e rentes ao couro cabeludo.

Imagem com trança nagô clássica
Trança nagô. Fonte: Minha Tatuagem

Com cabelo natural

Muitas mulheres optam por fazer a trança nagô com cabelo natural, o que fica bem bonito, dando personalidade para os fios.

Imagem com trança nagô com cabelo natural
Trança nagô. Fonte: Pinterest

Com cabelo sintético / jumbo

Para quem não tem muito cabelo ou quer inovar, uma ideia é realizar o trançado com cabelo sintético. O mais usado é o jumbo. Com ele, você consegue trançar conjuntamente com seu cabelo natural, fazendo assim um lindo penteado. Este material possui cores para todos os gostos.

Imagem com trança nagô em cabelo sintético azul
Trança nagô. Fonte: Salão Virtual

Com lã

Outra opção é trançar com lã, o que deixa os fios bem firmes, além de fazer as tranças durarem mais e permitir variar nas cores. Confira a inspiração da imagem a seguir!

Imagem com trança nagô com lã
Trança nagô. Fonte: Minha Tatuagem

Coque baixo

O coque é um penteado simples e prático, servindo tanto para looks chics quanto para o dia a dia. Sendo clássico ou despojado, o coque afro possui grandes significados, assim como as tranças. Então a ideia aqui é enrolar as tranças em um coque baixo, para fazer um penteado charmoso.

Imagem com trança nagô com coque baixo
Trança nagô. Fonte: Tipo 4

Coque alto

Você também pode fazer um coque bem alto, após realizar as tranças nagô. O visual vai ficar incrível e super sofisticado!

Imagem com trança nagô com coque alto
Trança nagô. Fonte: Fique Diva

Rabo de cavalo

Para variar, que tal juntar as tranças em um rabo de cavalo alto. Nos cabelos longos, o comprimento dos fios trançados vão ter ainda mais destaque.

Imagem com trança nagô com rabo de cavalo
Trança nagô. Fonte: Pinterest

Tiara

Uma outra sugestão é realizar as tranças nagô para fazer o formato de uma tiara, deixando o resto das tranças soltas. Fica lindo e estiloso!

Imagem com trança nagô com tiara
Trança nagô. Fonte: Pinterest

Vários desenhos

Com este tipo de trança é possível realizar vários desenhos no couro cabeludo, com tranças finas e grossas, em várias direções. O céu é o limite para criar e estilizar o seu penteado.

Imagem com trança nagô com desenho de coração
Trança nagô. Fonte: Blog Oscar

Várias formas

É possível também criar várias formas de tranças nagô, trazendo personalidade para o penteado e inovando sempre!

Imagem com trança nagô com formas variadas
Trança nagô. Fonte: Eu Total

Dois coques

Falamos de um coque, alto ou baixo, mas que tal dois coques no alto cabeça, com tranças nagô, para criar um novo visual? O double bun (coque duplo) é um penteado que está em alta e pode ser muito bem combinado com a trança nagô.

Imagem com trança nagô com dois coques
Trança nagô. Fonte: Minha Tatuagem

Acessórios e adereços

Para fazer um penteado diferente com as tranças nagô, que tal adicionar acessórios e adereços? Invista em argolas, linhas, fitas, miçangas, presilhas, entre outros.

Imagem com trança nagô com acessórios
Trança nagô. Fonte: Pajaris

Em cabelos longos

Tranças nagô ficam lindas em cabelos longos. O comprimento dos fios dá um destaque a mais para as tranças. É um ótimo penteado para cabelo longo!

Imagem com trança nagô em cabelos longos
Trança nagô. Fonte: Minha Tatuagem

Em cabelos curtos

Mas a trança nagô também combina e traz charme aos cabelos curtos. Veja a ideia de trançar apenas a parte da frente, com desenhos. Fica bem bonito e estiloso! Um ótimo penteado em cabelo curto!

Imagem com trança nagô em cabelo curto
Trança nagô. Fonte: O Look

Com extensões

Use e abuse de extensões, sejam elas de qual material for. Há opções da cor do seu cabelo, mas você mudar e colocar de outra cor, como loiro, preto, ou diversas cores.

Imagem com trança nagô com extensão azul
Trança nagô. Fonte: Tudo Com Moda

Apenas tranças laterais

Trance uma, duas ou três mechas próximo à orelha e crie um falso undercut. É um penteado diferente, charmoso e fácil de fazer.

Imagem com trança nagô lateral
Trança nagô. Fonte: Tudo Ela

Trançado em todo o cabelo

Mas também você pode trançar todo o cabelo, da raiz até as pontas. Para isso recomendamos um bom trancista. Para ficar mais estiloso, você pode variar entre tranças de diversas espessuras.

Imagem com trança nagô em todo o cabelo
Trança nagô. Fonte: Minha Tatuagem

Trançar apenas uma parte

Outra sugestão é você trançar uma parte dos fios e deixar o resto solto. A ideia aqui é fazer a trança nagô nas mechas rentes à cabeça e os fios que sobrarem você pode ajeitá-los como preferir.

Imagem com trança nagô em parte do cabelo
Trança nagô. Fonte: Tudo Ela

Tranças finas

A espessura da mecha vai definir a grossura da trança nagô. Faça tranças finas e obtenha um resultado bastante delicado.

Imagem com trança nagô fina
Trança nagô. Fonte: Minha Tatuagem

Tranças mais grossas

Ou faça tranças bem mais grossas, para obter um resultado totalmente diferente. Tranças bem marcadas, ideal para quem possui bastante cabelo.

Imagem com trança nagô grossa
Trança nagô. Fonte: Marcia Travessoni

Rasteira

Uma boa ideia para um penteado é fazer as tranças nagô de forma bem rasteira, da testa até a nuca, enrolando as pontinhas. Fica bem elegante e charmoso, não acha?

Imagem com trança nagô rasteira
Trança nagô. Fonte: Minha Tatuagem

Em cabelos lisos

A trança nagô também é uma boa opção de penteado para cabelos lisos. Uma inspiração é fazer apenas algumas tranças e deixar o resto dos fios soltos.

Imagem com trança nagô em cabelo liso
Trança nagô. Fonte: Pinterest

Em cabelos cacheados

Ela também se adequa muito bem como penteado para cabelos cacheados. A dica é fazer também as tranças em uma parte do cabelo e deixar os cachos livres, complementando o penteado.

Imagem com trança nagô em cabelo cacheado
Trança nagô. Fonte: Eu Total

Em cabelos crespos

Também em cabelos crespos, a trança nagô é tendência e fica ótimo, podendo ser feitas tranças em uma parte e deixar o resto cabelo para cima em um afro puff poderoso, por exemplo. Um ótimo penteado para cabelos crespos!

Imagem com trança nagô em cabelo crespo
Trança nagô. Fonte: Pinterest

Com cores

Para criar ainda mais estilo, a trança nagô pode ser feita usando extensões com cores. A trança nagô traz charme para qualquer look!

Imagem com trança nagô colorida
Trança nagô. Fonte: Minha Tatuagem

Cuidados essenciais com a trança nagô

Após fazer sua trança e escolher seu penteado, você deve ficar atenta para a manutenção da trança nagô. As tranças podem durar bastante, mas requerem cuidados especiais. Manter um cabelo saudável é essencial para manter seus cabelos lindos. Um descuido e ele pode quebrar os fios, pois todo este processo de trançar o cabelo exige muito dele.

Confira algumas dicas para cuidar melhor das suas tranças:

  • Lavagem: é recomendado lavar os cabelos apenas uma vez por semana e somente com shampoo diretamente na raiz dos cabelos. Enxague bem. O uso de condicionador, máscaras, cremes para pentear e outros produtos hidratantes não é indicado, pois resíduos podem ficar acumulados nos fios.
  • Secagem: deve ser feito naturalmente ou com o auxílio de um secador a uma temperatura média e a uma distância segura dos fios. Secar o cabelo é muito importante porque, se as tranças ficarem úmidas, elas podem mofar. Lidar com o frizz será necessário. O que pode ajudar é dormir com touca ou fronha de cetim para reduzir o atrito dos fios com o travesseiro. Mas nunca durma com as tranças molhadas.
  • Manutenção: é possível ficar com as tranças nagô até por 2 meses. Mas aproveite a hora da manutenção para revitalizar os fios, com hidratações. É recomendado dar alguns dias de descanso para o cabelo antes de refazer as tranças.
  • Retirada: é indicado sempre o auxílio de bom profissional para retirar as tranças sem danificar os fios.

Dicas para as tranças nagô durarem mais tempo

Para que as tranças nagô durem mais, é bom considerar algumas dicas. Cuidar bem das tranças no dia a dia é essencial para que os fios não se soltem, quebrem ou arrebentem.

Em geral, as tranças nagô duram de 3 a 8 semanas nos cabelos. Mas isso também vai depender da forma que foram feitas e o material utilizado. Existem situações que as tranças duram até dois meses, se bem cuidadas. O ideal é que um profissional especializado as faça, pois com certeza uma trança nagô bem feita vai durar bem mais tempo.

Lave os cabelos apenas uma vez por semana e use pouco shampoo, apenas o necessário para a limpeza. Aplique diretamente na raiz. Evite finalizadores e produtos que podem se acumular nos fios. Tome cuidado com a caspa e a oleosidade na raiz, porque isso pode fazer com que seu penteado dure menos.

Nunca deixe as tranças úmidas. Então as seque muito bem, para evitar a proliferação de bactérias e fungos. Além disso, durma com uma touca de cetim para evitar o frizz. E tente não passar as mãos nos cabelos toda hora.

Por fim, faça as tranças de maneira firme e rende ao cabelo. Isso evitará que elas soltem com facilidade.

Conclusão

A trança nagô é linda e possui vários significados e símbolos. Existem diversas formas de usá-la e aqui você conferiu algumas ideias e inspirações. Espero que tenha gostado. Se sim, compartilhe com quem você acha que vai gostar também. E nos diga nos comentários qual penteado você mais gostou.

Se você curte conteúdos de beleza como esse, acompanhe o nosso guia de beleza aqui no site! Até a próxima!

você pode gostar também
Comentários