Tudo sobre beleza no Cupomzeiros.com

Streetwear Feminino: o Que é, Modelos e Tendências

O estilo streetwear feminino se caracteriza pelo uso de roupas confortáveis e criativas que carregam uma grande bagagem cultural

Produto, sobretudo, das demandas da classe trabalhadora, hoje o estilo é usado pelas mais diferentes tribos. Confira a seguir todas as informações sobre este modo de se vestir.

O que é o estilo streetwear?

O estilo streetwear quer dizer, literalmente, estilo de rua. Trata-se de um estilo urbano que visa conforto e descontração.

Ainda que muitas marcas tenham tentado estipular características específicas para o streetwear, essa tarefa é meio impossível, uma vez que cada geração, cada década adiciona ou retira elementos que fazem ou não fazem sentido.

O streetwear é uma expressão popular que engloba aspectos culturais, sociais e financeiros e cria uma forma de representação da época por meio de roupas.

Em 1950, os Teddy Boys e as Teddy Girls na Inglaterra pontuavam a necessidade de uma moda que pudesse representar a luta e a esperança da classe trabalhadora pós II Guerra Mundial.

Imagem com Teddy Girls
Teddy Girls / pinterest.com

Nos anos 60, o streetwear levava em consideração a efervescente cena cultural, assim como a luta pelos direitos das mulheres, os atos contra a guerra do Vietnã e o flower power.

Nos anos 70 e 80 houve o impacto da moda influenciada por surfistas e skatistas. Por sua vez, os anos 90 deram espaço ao Hip Hop que impactava tanto a cena musical quanto a da moda.

Nos anos 2000 e 2010 prevaleceram ainda as influências das roupas mais largas e oversized herdadas dos anos 1990.

Na década de 2020, as roupas começam a ficar mais fluidas em relação a gênero, ficando disponíveis para um público muito mais amplo.

Imagem com Teddy Boys
Teddy Boys / pinterest.com

O estilo streetwear feminino

O estilo streetwear nunca teve uma representação feminina forte em seus primórdios.

As composições de roupas e mesmo as grandes marcas que apostavam nesse novo grupo de interesse, os adolescentes, pensavam quase que exclusivamente nos adolescentes do sexo masculino.

Assim, a maioria do streetwear feminino foi adaptado pelas mulheres a partir de peças masculinas.

Imagem com streetwear feminino na década de 1950
pinterest.com

Essa falta de interesse em pensar as mulheres como um grupo com especificidades, e a necessidade de peças direcionadas ao corpo feminino fez com que designers mulheres começassem a trabalhar para suprir essa necessidade do nicho.

As peças de roupas direcionadas a mulheres sempre contaram como característica central um ideal único de feminilidade. No entanto, as mulheres são diversas, seus corpos são diversos e, portanto, a moda deve ser democrática o suficiente para considerar essas diferenças.

O streetwear feminino da década de 2020 que tem como público alvo as mulheres é bem mais aberta a outras realidades que não uma feminilidade única e pautada apenas em mulheres brancas de classe média.

Nesse sentido, o streetwear feminino abre o leque para muitas vivências e as peças começam a refletir essas muitas possibilidades.

Além daquelas peças unissex que ignoravam completamente metade da população, o estilo também possibilita peças confortáveis e descontraídas, mas tendo sido pensadas para o público feminino.

Imagem com streetwear feminino antigo
pinterest.com

O estilo streetwear feminino e as estações do ano

Mesmo no Brasil, um país em que as estações do ano não costumam ser tão bem demarcadas, é possível escolher opções que sejam mais específicas a cada estação do ano. Peças oversized, confortáveis e divertidas são ótimas opções, mas é possível diversificar com estampas e tipos de tecidos.

Confira a seguir algumas opções!

Primavera / Verão

Imagem com streewear feminino primavera verão
Fonte: stealthelook.com.br
Imagem com streetwear feminino para primavera e verão com short
Fonte: guitamoda.com

Camisetas mais largas e calças confortáveis são peças que podem ser utilizadas para compor o estilo streetwear feminino.

As camisetas podem ser em cores brancas com pequenos detalhes em desenhos ou logos de marcas, e podem ser coloridas também com um aspecto mais descontraído.

Camisetas, tops, camisas podem ser mais unissex, mas também existem opções marcadamente femininas com detalhes na região do busto como tiras e recortes estratégicos que fazem com que o estilo fique mais atualizado e personalizado para as mulheres.

Para a parte inferior do corpo é possível usar calças cargo, com bolsos grandes e com uma modelagem mais larga.

Existem opções em bermudas e shorts, além de saias com padrões axadrezados e recortes estratégicos. Ou até mesmo calças com correntes.

Outono / Inverno

Imagem com streetwear feminino para outono e inverno
Fonte: guitamoda.com
Imagem com streetwear feminino para outono e inverno com vestido
Fonte: Mila Menna Barreto – Pinterest

Nas estações mais frias do ano permanece a tendência de roupas que podem ser utilizadas por qualquer gênero. Casacos longos, calças de alfaiataria mais largas e com cinturas mais altas, blusas de moletom oversized combinadas com calças cargo, são algumas das opções disponíveis.

Permanece também a ideia de conforto que foi ainda mais intensificada com a pandemia e com o costume que parte da população desenvolveu ao ficar em isolamento social. Com a pandemia, os padrões de moda e estilo foram atualizados para roupas mais informais e menos estruturadas.

Moletons com estampas são também ótimas opções para manter o estilo descontraído e confortável. Bonés e boinas podem ser utilizados também para compor o look streetwear feminino. A combinação de blusões de couro ecológico ou de jeans com calças de alfaiataria mais largas também está em alta.

Onde surgiu o estilo streetwear?

É difícil definir uma cronologia para o estilo streetwear, afinal, trata-se literalmente do estilo nascido e criado nas ruas. Em outras palavras, este é um estilo que nasceu com as pessoas comuns, que incorporou suas demandas sociais, culturais e econômicas e se tornou parte integrante de suas identidades.

Quando se fala com esses termos, o estilo streetwear fica ainda mais amplo, afinal todos sabemos que as identidades são inúmeras e dependem de muitos fatores. É muito comum estipular o nascimento do streetwear nos anos 90, nos Estados Unidos, mais especificamente na Califórnia.

No entanto, é importante regressarmos um pouco mais no tempo e analisar a moda de rua dos anos 1950 no Velho Mundo, sobretudo na Inglaterra. Este é um contexto específico de uma Europa recém-saída da guerra e ainda lidando com problemas sérios como falta de alimentos e outros produtos.

As demandas sociais e a necessidade de se reerguer das ruínas deixadas pela II Guerra Mundial fizeram com que a moda também fosse profundamente influenciada.

É nesse período que nasce nos bairros operários os Teddy Boys, um estilo muito específico e influenciado também pelos artistas de rock norte-americanos como Chuck Berry, Elvis Presley e Johnny Cash.

As influências culturais e sociais do streetwear

A juventude da década de 1950 buscava um afastamento da tristeza e traumas dos períodos de guerra e esse afastamento se mostrava, principalmente, nas roupas.

Calças jeans mais justas, uma influência direta dos jovens das classes mais baixas norte-americanas e que pode ser vista representada no filme Juventude Transviada (Rebel Without a Case, 1955), estrelado por James Dean, um ator que incorporava todas essas mudanças.

Imagem com James Dean em Rebel Without a Case
James Dean em Rebel Without a Case

Outra fonte de grande influência para esta década foi o livro Pé na estrada (On The Road, 1957) de Jack Kerouac, um dos grandes influenciadores da geração beatnik e que promovia um novo estilo de vida que buscava transgredir o ideal do sonho americano.

Casacos grandes com a gola levantada e inúmeros botões e sapatos com sola emborrachada fizeram parte dos estilos dessa classe que começava a se impor em um mundo em reconstrução.

Os cabelos estilizados e fixados com gel também fizeram parte desse momento e demarcaram uma geração de jovens.

Outro ponto importante que deve ser demarcado é a influência da música e estilo de artistas negros norte-americanos que viam o R&B e o Blues se transformarem com a inserção das guitarras elétricas e criarem o rock n’ roll.

Tudo isso fez parte deste momento de efervescência cultural e mudanças que definiram a geração do pós-guerra.

Nas décadas subsequentes, o streetwear foi se modificando de acordo com as demandas sociais e com as mudanças culturais e políticas. Nos anos 80, houve uma grande influência da cultura do surf e do skate nos Estados Unidos, na Califórnia.

A projeção do streetwear feminino na década de 1950

Mas, o que hoje conhecemos como streetwear feminino não teve muita projeção na década de 1950. Ainda que a moda fosse muito emergente e os produtos para mulheres fossem abundantes, ainda assim não houve o sopro de liberdade como aquele destinado aos homens.

Nessa época, as mulheres voltavam a ocupar seus lugares no lar, afinal, os homens tinham voltado da guerra.

Muitas delas continuaram trabalhando mesmo com as intensas propagandas para que voltassem a se ocupar, sobretudo, do ambiente doméstico. Mas, as mudanças já tinham se iniciado e os tempos tinham mudado.

Assim, ainda que os vestidos e roupas femininas ainda fossem muito semelhantes àquelas anteriores a guerra, atrizes como Audrey Hepburn em filmes como Cinderela em Paris (Funny Face, 1957) trouxeram para a atenção do grande público feminino as calças skinny com cintura alta e as camisas, que antes eram parte quase que exclusiva do guarda-roupa masculino.

Imagem com Audrey Hepburn em Funny Face
Audrey Hepburn em Funny Face

É importante pontuar que mesmo que a grande maioria das mulheres só viesse a modificar seus guarda-roupas com certa demora, sempre houve figuras revolucionárias femininas que buscaram na contracultura uma forma diferente de se portar e de existir no mundo.

Essas mulheres se afastavam do que era considerada a “boa moça” e viviam com mais liberdade.

Designers e sua importância para o estilo streetwear

Como foi dito anteriormente nesse artigo, nos primórdios do estilo streetwear as roupas eram direcionadas, sobretudo, ao público masculino. Portanto, os idealizadores dessas roupas eram também homens.

As mulheres tiveram que adaptar o estilo para si, porém as roupas não eram pensadas para atender aos corpos femininos em sua diversidade.

Assim, surgiu a ideia do streetwear unissex que poderia ser utilizado tanto por homens quanto por mulheres.

Porém, isso apenas mascarava o fato de que, na verdade, eram roupas masculinas que as mulheres utilizavam por falta de opções para si.

No entanto, esse cenário tem se modificado principalmente por conta das designers mulheres que não se viam representadas pela moda streetwear.

Aquelas mulheres que tinham interesse no estilo mais livre e confortável buscaram por si mesmas resolver a situação e nomes como Marta Mandelli, da marca Saloon 33 começaram a espocar na cena.

Designers mulheres têm atualizado o estilo streetwear feminino e este pode ser encontrado tanto em lojas de fast-fashion como em grifes mais caras. A ideia é desenvolver modelos pensados para mulheres que lidam com as pressões e demandas do século XXI, mas com conforto e personalidade.

Quais são as características do estilo streetwear feminino?

O streetwear feminino se utilizou por muito tempo de peças saídas das coleções masculinas, no entanto, a partir do momento em que as artistas e designers começaram a sentir falta da representação e a sentir que aquelas roupas não mais lhes interessavam, o estilo streetwear feminino começou a se transformar acompanhando as mudanças sociais.

Imagem com streetwear feminino com peças de alfaiataria
pinterest.br

Hoje, é possível encontrar as mais diversas e democráticas peças para todos os estilos e existem muitas opções tanto para mulheres que desejam atualizar seus estilos, quanto para aquelas que gostam de modelos mais femininos.

As sobreposições de roupas permitem combinações versáteis e interessantes.

As características do estilo streetwear feminino engloba as mudanças sociais e culturais pelas quais passa a sociedade na segunda década do século XXI.

As mulheres conseguem cada vez mais espaço e buscam encontrar-se representadas na moda.

Quais são as peças que definem o streetwear feminino?

Há muitas opções que podem compor o guarda-roupa do entusiasta do estilo streetwear feminino. Camisetas, moletons, calças, tênis diversos e outras opções divertidas em acessórios são uma verdadeira festa para quem quer estar sempre confortável e na moda.

Confira a seguir as opções para você estar sempre na moda!

Moletons

Calças e blusas de moletom são a definição de conforto e são componentes essenciais do guarda-roupa de quem deseja seguir o estilo streetwear.

Calças em cores mais sóbrias contendo logos de marcas, assim como opções mais largas que podem ser utilizadas com tênis com uma pegada mais skatista.

As blusas ou agasalhos de moletom também fazem parte do look e podem ser utilizadas com calças cargo ou mesmo com calças também em moletom.

Essas opções são ótimas para dias frios, e funcionam tanto para sair quanto para ficar em casa curtindo o conforto.

Imagem com streetwear feminino confortável
pinterest.br

Camisetas

As estampas das camisetas do estilo streetwear feminino são inúmeras. O céu é o limite quando se trata de criatividade para escolher uma estampa.

Existem desde as opções que são camisetas brancas com pequenos logos de marcas, ou então aquelas totalmente brancas que ficam bem com qualquer produção.

Existem também as opções estampadas sejam elas grandes ou pequenas.

Cores monocromáticas não são as únicas opções permitidas pelo estilo e aquelas mais fortes também podem ser combinadas com calças cargo ou calças de moletom.

Amarelo, vermelho ou laranja são ótimas opções para compor um look do estilo streetwear feminino.

Imagem com streetwear feminino com camiseta branca
pinterest.br

Camisetas de times

Imagem com streetwear feminino com camisa de time
Fonte: @callmemshunter – Instagram

Sejam times de futebol como de baseball ou qualquer outro esporte da preferência, as camisetas de time são ótimas opções para compor o visual streetwear feminino.

Elas são mais largas e estilosas e muito confortáveis. Podem ser utilizadas tanto na primavera/verão quanto no outono/inverno.

As camisetas de times podem ser adquiridas tanto em lojas de fast-fashion quanto em lojas oficiais.

Aquelas compradas em lojas oficiais vem com o logo da marca, assim como algumas novidades como o para-suor que é um tipo de fibra do tecido que impede que as camisetas fiquem com marcas na gola.

Calças

As calças podem ser tanto aquelas de moletom sobre as quais falamos acima, ou então calças em outros tecidos como aquelas calças cargo que são identificáveis pelos bolsos grandes e pelo volume maior que elas apresentam.

Essas calças costumam ser bem confortáveis e são ótimas opções para locais descontraídos.

Outro modelo de calça é o jeans, esse modelo que tem sido peça essencial nos guarda-roupas da maioria da população ocidental, sejam eles rasgados ou mais convencionais, com uma lavagem mais convencional ou em tons de tinta diferentes.

Calças saruel e calças com estampas camufladas também são ótimas opções.

Imagem com streetwear feminino com calça jeans
pinterest.br

Tênis

Os tênis são a escolha mais acertada e mais comum em modelos do estilo streetwear feminino. Tênis preto, tênis coloridos, aqueles de modelagem maior, os tênis chunky ou da marca Vans são opções ótimas para combinar com as roupas mais confortáveis.

Os tênis da marca Vans são bem apropriados para compor esse estilo, afinal foram inicialmente criados para compor o estilo dos skatistas e surfistas.

O streetwear feminino é perfeito para montar um look com tênis preto!

No entanto, eles tomaram as ruas e podem ser combinados facilmente com diversos tipos de roupas.

Imagem com streetwear feminino com tênis chunky
pinterest.br

Jaquetas e Casacos Oversized

Estas são peças mais volumosas então é interessante utilizá-las em sobreposições criativas como por cima de tops, croppeds de crochê, croppeds em tecidos mais comuns, camisetas mais curtas, entre outras opções. Além disso, são peças essenciais para dias frios.

Existem opções em jeans que podem ser desfiadas ou mesmo com cortes assimétricos, sendo ótimas opções para inovar no look e dar aquela atualizada no estilo.

Jaquetas e casacos oversized também podem ser fabricados em materiais sintéticos ou couro ecológico.

Acessórios

Óculos escuros em formatos maiores e de marcas esportivas são ótimas possibilidades para montar um look do streetwear feminino. Bonés também são acessórios presentes nesse estilo mais confortável e casual.

Pulseiras em acrílico, trançadas em couro também podem ser utilizadas e as pochetes voltaram a compor os modelos da moda de rua.

Bolsas tipo sacola fabricadas em lona também podem compor o estilo streetwear feminino sem descaracterizá-lo, afinal, além de combinar bem com as demais peças, é preciso sempre lembrar que este estilo é bem democrático e versátil e pode ser adaptado com acessórios diferenciados.

Considerações finais

O streetwear feminino é uma moda em constante mudança.

Os movimentos sociais, assim como a cultura e os padrões econômicos de cada época influenciam profundamente nas características das roupas que estão em alta.

Portanto, tentar definir as características específicas desse estilo é um serviço improdutivo e impreciso.

O conforto recebe ainda mais atenção do que nas décadas anteriores, é um estilo que se pauta naquela roupa que pode ser usada em casa, mas que está perfeita para sair na rua.

É a descontração e conforto como conceitos essenciais. A moda é mutável, assim como os costumes e, portanto, o streetwear ainda terá uma longa vida pela frente.

você pode gostar também
Comentários