As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Frida Kahlo: Biografia (1907 – 1954)

Frida Kahlo: Biografia (1907 – 1954)

Frida Kahlo é uma mexicana que nasceu no dia 6 de julho de 1907 no local que hoje em dia se chama Casa Azul. Ela foi uma pintora revolucionária que se tornou um símbolo do feminismo e da luta das mulheres: no decorrer de sua vida, passou por uma série de sofrimentos.

No filme Frida, que está presente na Netflix, consegue-se ter uma noção sobre o assunto: No dia 17 de setembro de 1925, a artista sofreu um acidente de ônibus em que se tornou impossibilitada de trabalhar e de continuar vivendo como antes. Durante muito tempo esteve apenas na cama esperando pela recuperação.

Uma das consequências do trágico acidente foi a clavícula fraturada e problemas nos ossos das pernas. No tempo em que esteve de cama, conseguiu se dedicar para as suas produções artísticas.

Um de seus mais variados prêmios, e que recebe mais destaque, é a Bolsa Guggenheim para Artes Criativas, Estados Unidos e Canadá.

Fatos rápidos sobre Frida Kahlo

Nome:Frida Kahlo
Data de nascimento: 6 de julho de 1907
País:México
Cônjuge: Diego Rivera

Relacionamento conturbado e inspirações

Durante o ano de 1930 e de 1933, quando a mesma já tinha conhecido o seu companheiro da vida, Diego Rivera, esteve em Nova York e em outras cidades como uma forma de conquistar seus sonhos de se tornar uma pintora. Rivera, neste contexto, já contava com alguns contatos e trabalhava na área. Ele também se envolveu fortemente com a política visto que estava dentro de grupos denominados socialistas e comunistas. Inclusive, Frida chegou a ter um caso com um dos amigos políticos do casal, Leon Trotski, que fazia parte do Partido Comunista da União Soviética.

Ela foi casada com Rivera desde os seus 22 anos. Durante a década de 30, tiveram fortes problemas na relação devido ao temperamento explosivo e agressivo de ambos.

Diego, durante muito tempo, aceitou que a esposa contasse com relações sexuais fora do casamento. Mas, não queria que a esposa acabasse por se envolver com homens, tinha a permissão dele apenas para se relacionar com mulheres, Enquanto Frida Kahlo não poderia conhecer pessoas do sexo oposto, Rivera tinha esse direito, tanto que começou a se relacionar com Cristina, que era a irmã mais nova da pintora.

O caso de sua irmã com o marido durou algum tempo, até que foi descoberto. Frida Kahlo nunca conseguiu ter filhos com Rivera: o acidente acabou prejudicando a sua saúde uterina, fazendo com que sofresse dois abortos entre os anos de 1929 e de 1933.

Casa Azul, o museu

Cerca de quatro anos após a morte de Frida Kahlo, a família decidiu que iria criar um museu chamado Casa Azul, onde iriam deixar todas as obras da artista. Hoje em dia, um ponto interessante é que pode ser consultado ao vivo sem mesmo ir até o México.

Tudo isso devido às tecnologias que foram criadas e desenvolvidas pelo Google ARTS. Ao acessar o site, consegue-se ver todos os cômodos assim como as exposições em 3D.

Um dos lados interessantes é que o Google ARTS não é destinado somente para os fãs de Frida Kahlo como para todos os tipos de obras já criadas. Inclusive, quem quiser, pode até mesmo assistir orquestras produzidas na França e em outros países da Europa.

A casa da pintora conta com dois andares, sendo na parte debaixo destinada somente para as exposições das principais criações da mesma.

  • Como visitar a Casa Azul da minha casa?
  • Basta acessar o portal https://artsandculture.google.com/.
  • Depois disso, clique na barra de pesquisa e digite “CASA AZUL”, espere o resultado para ver tudo em 360 graus.

Quem foi Diego Rivera?

Desde novo, Diego Rivera estudou na Academia de San Pedro Alves, na Cidade do México e mais tarde decidiu que viajaria para o México. O seu nascimento ocorreu no dia 8 de dezembro de 1886 e a morte foi no dia 24 de novembro. Foi o principal parceiro de Frida Kahlo desde a década de 20 e 30. Ambos viajaram juntos para vários locais do mundo, como é o caso dos Estados Unidos. Foi ele um dos responsáveis por fazer a apresentação do que seria a ideologia marxista e mostrar a Frida os relacionamentos políticos.

De origem judaica, Rivera sempre quis ter filhos. No entanto, Frida Kahlo tinha problemas uterinos que foram ocasionados pelo acidente, fazendo com que sofresse dois abordos no tempo que foi inferior a 4 anos.

Essa impossibilidade de terem filhos veio a ocasionar em conturbações ainda maiores entre o casal. Ele a começou a trair com a irmã, teve várias uniões diferentes.

No ano de 1954, ele acabou ficando viúvo quando Frida Kahlo passou a ter complicações ainda mais intensas com problemas de pneumonia.

Uma de suas principais obras, e que estão conservadas até os dias atuais, é Mural de exploração do México que aborda um pouco mais sobre o sofrimento dos povos mexicas com a chegada dos espanhóis. Foi um momento de colonização dolorido e intenso.

Principais obras de Frida Kahlo

As obras de Frida Kahlo não foram pintadas por nada: cada um dos quadros contam com os seus significados, ideias expressas através de símbolos.

Neste artigo, iremos abordar mais sobre os conceitos de algumas delas, o que dizem, quando houve a produção. Por isso, basta continuar a leitura conosco para saber mais sobre o assunto.

  • Meu Nascimento (1932) – a infância de Frida: a obra mostra uma mulher deitada na cama tendo um parto normal, com os lençóis sujos. Essa é uma produção destinada para mostrar sobre a dor do nascimento e da vida humana. Retrata a cena de 1907, na La Casa Azul (A Casa Azul).
  • Minha Ama e Eu (1937): Mostra sua mãe segurando no colo, logo após ter tido a irmã mais nova, Cristine. Mias tarde, na vida adulta, Cristine iria trair a própria irmã para ficar com Diego Rivera. Como a pintora não sabia como era o seu rosto quando era pequena e não tinham fotos, a mesma pintou o rosto adulta no corpo de uma criança.
  • Retrato de Alejandro Gómez Arias (1928): esse quadro aborda um pouco mais sobre a adolescência da pintora. Antes mesmo de conhecer o Rivera, por volta de seus 15 anos, teve um romance com Arias. E, na vida adulta, ainda se lembrava do rosto do seu primeiro amor.
  • O ônibus (1929): essa é uma das obras mais tensas justamente porque retrata o período que marcou todo o resto da vida de Frida Kahlo, retratando assim, o dia de seu acidente.

Livro para acompanhar a biografia da artista: existe algum?

Um livro que se tornou famoso durante os últimos anos vem sendo FRIDA: A BIOGRAFIA, que foi escrito por Hayden Herrera. Herrera é uma historiadora norte-americana que é apaixonada pela artista e já produziu até mesmo filmes sobre ela. Ela nasceu no ano de 20 de novembro de 1940.

A oba é recomendada justamente pela complexidade, é super aprofundada e fala sobre todos os acontecimentos na vida da artista, assim também como traz uma série de imagens de suas obras, da própria Frida Kahlo.

Sem contar ainda que a biografia foi realizada justamente por uma historiadora. Ou seja, é segura e foi revisada, desenvolvida e escrita por alguém que domina as pesquisas históricas.

O valor pode variar de acordo com a região que está sendo vendido e também com a disponibilidade de estoque. No entanto, custa na faixa de R$ 60 na Amazon Prime para os assinantes até o fechamento desta matéria.

Filmes e séries de Frida Kahlo

Um dos filmes que mais ganham destaque, no momento de estudar a artista, vem sendo Frida, que foi produzido pela Netflix. A produção foi dirigida por Julie Taymor e conta a história de amor e tensão que viveram Frida e Rivera. Vale salientar que existem produções mais antigas em relação a filmes. No entanto, elas contam com menos qualidade de câmera, apesar de serem tão boas quanto.

A produção da Netflix entrou para a lista de melhores filmes lançados, de acordo com o Estante Virtual, plataforma que permite realizar a compra de livros usados ou novos.

No ano de 2021, o CIC Media anunciou, além disso, que pretendia fazer com que a vida de Frida Kahlo se tornasse uma minissérie. O anúncio foi realizado no mês de janeiro. Desde então, não divulgaram mais informações sobre o caso.

Frida Kahlo saiu de uma figura de esquerda para se tornar lucro do capitalismo

Já se sabe, hoje em dia, que Frida Kahlo e Rivera eram de esquerda e faziam parte de grupos socialistas e comunistas. No entanto, no século XXI, anos e décadas depois de sua morte, grandes empresas usam o nome da artista para vender camisetas, tênis, cadernos e vários outros itens. O que, como consequência, vem levantando uma série de questões e debates.

Os valores podem variar de acordo com a região. Mas, uma camiseta estampada costuma custar mais de 20% em relação a outra que não tem a imagem da Frida Kahlo e que também foi estampada. 

você pode gostar também
Comentários