As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Anne With an E: elenco, curiosidades e sinopse

Anne With an E é uma série que conta com três temporadas e que foi baseada na obra publicada no ano de 1908, Anne of Green Gables, de Lucy Maud Montgomery. Ela foi adaptada de forma imperdível para o contexto voltado para a cinematografia e atualmente, faz bastante sucesso no Brasil ao levantar pautas voltadas para o feminismo e emancipação. A duração de cada episódio pode variar: o piloto chega na faixa de 88 minutos enquanto o restante dura uma média de 44 minutos. A série é exclusiva e própria da Netflix. Portanto, você poderá somente assistir pelo portal apo assinar – o plano preferido dos internautas é o plano família que conta com o valor de R$ 54,90 e permite 4 telas em 4K de qualidade. Ao dividir para quatro pessoas, haveria o gasto na faixa um pouco acima de R$ 13 para cada um.

A obra conta com estilo de gravação voltado para a câmera única e a cinematografia foi criada por Bobby Shore. Até o ano de 2019, a emissora original era o CBC, streaming originário do Canadá. No entanto, os direitos foram comprados posteriormente pela Netflix.

CinematografiaBobby Shore
CâmeraCâmera única
DistribuiçãoNetflix
Roteirista(s)Moira Walley-Beckett

Ao todo, é estimado que mais de 1800 meninas, que estavam em mais de três continentes diferentes, foram chamadas para que fizessem o papel da atriz principal Anne Shirley. Por questões voltadas para o orçamento, a série foi gravada no sul da Ilha do Príncipe Eduardo – mas, já iremos falar mais sobre os gastos em outro tópico futuro deste artigo.

Trailer – Anne With an E

Veja, abaixo, o trailer da série que foi publicado pelo portal da Netflix e que já chegou a mais de 800 mil visualizações.

Elenco – Anne With an E

0209511 1 Anne With an E: elenco, curiosidades e sinopse
Amybeth McNulty como Anne
Geraldine James como Marila
312152 Anne With an E: elenco, curiosidades e sinopse
Dalila Bela como Diana

A série foi cancelada?

No ano de 2019, a série foi cancelada com a terceira temporada. Não se sabe ao certo o motivo e a Netflix em si não informou aos seus clientes e internautas. No entanto, uma das especulações é que o streaming teria fechado o contrato que tinha com o CBC (Canadian Broadcasting Company) – que, como dito anteriormente, era um dos principais responsáveis pela produção dos episódios.



Publicidade

Outra razão era que a série foi muito encarecida por ter sido gravada em uma ilha. Sem contar ainda que era necessário abordar sobre uma série de técnicas de segurança das mais variadas para que continuassem gravando. E, todos esses esforços acabaram deixando de valer a pena, visto que a adesão dos internautas não foi tão alta como o esperado. Existem séries como é o caso de Breaking Bad, que está na Netflix, que tiveram muito mais aderência justamente porque envolve ação e estratégia.

A terceira temporada de Anne With an E deixou uma espaço aberto para a criação de novas narrativas dos seus fãs. Agora, todos esperam que haja ao menos uma conclusão. No entanto, nada foi confirmado até o momento.

Onde fica a Ilha do Príncipe Eduardo?

Outra grande dúvida dos fãs é sobre onde a série Anne With an E foi gravada. A localização foi a Ilha do Príncipe Eduardo, que traz uma série de cenários paradisíacos e surpreendentes dos mais variados tipos. O tipo de governo na região se trata de uma monarquia constitucional e tem a área seca na faixa de 5,660 km². Ao ver o PIB de C$ 6 bilhões, é possível ver que o local não foi nenhum pouco barato para a gravação e tiveram que contar com um orçamento bastante robusto para que conseguissem gravar. Na posição de desenvolvimento, estão entre os dez de todo o mundo. O PIB per capita, ou seja, por pessoa, também está entre um dos maiores, sendo de C$ 45 mil por ano (um dos quinze maiores de todo o mundo).

IDH (2019) 0,924 — muito alto
• Posição4.º
PIB (2018) C$ 6,994 bilhões
• Posição10.º
PIB per capita (2018)C$ 45,539 (13.º)

Qual a música de abertura?

A música de abertura é “Ahead by a Century” que toca o coração, apesar de não ser tão conhecida. A tradução da música criada pela banca The Tragically Hip se encaixa de modo perfeito para a narração da série. E, é claro, parece que foi criada justamente para esse fim. Não há dúvidas que o grupo de editores e de cinematografia teve que pesquisar muito para conseguir encontrar algo que se encaixasse dessa forma.

Temas polêmicos dentro do Anne With an E

Um dos assuntos mais polêmicos da série Anne With an E é o próprio feminismo – que até então vem passando por uma série de divergências e mitos. Existe uma enorme diferença entre femismo (mulher ser superior ao homem e receber mais que ele) e feminismo (igualdade de gêneros e de salário). A obra cinematográfica recebeu críticas de conservadores e até mesmo vem sendo evitada por eles justamente porque aborda sobre esse tema e assuntos relacionados à emancipação da mulher perante o mercado. Em várias frases e palavras, a protagonista prega o direito e questiona sobre os atuais moldes que temos presentes em nossa sociedade.

Em todas as três temporadas, Anne tenta se conhecer e reconhecer. É ela a única pessoa quem deve aceitar seu próprio jeito e não é sua função se fazer aos outros mas para si mesma.

O processo, no entanto, em algumas vezes é conturbado. Ou seja, um caminho cheio de pedras: a auto aceitação do jeito que é nem sempre é uma das tarefas mais fáceis. É necessário tempo e é isso o que mais temos no decorrer das três temporadas antes do cancelamento.

A menina, que antes estava no orfanato, vivia no inverno. No entanto, depois que foi “adotada”, voltou a viver um período mais florido de sua vida. Ela passa a viver a primavera e o verão, uma situação de luz plena e de tentativa pela busca da verdade em relação às suas origens históricas. Com certeza, é uma série que todos deveriam assistir para saber mais, na prática, sobre o que se trata o autoconhecimento. 

Comentários