As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Recurso ITP pode ser o sucesso de lojistas na Black Friday

O lançamento do Recurso ITP deve facilitar ainda mais a experiência dos usuários ao finalizarem suas compras em lojas online durante a Black Friday. Portanto, veja no decorrer deste artigo do que se trata este recurso e como isso pode impactar nas vendas dos sites.

Recurso ITP promete facilitar a vida dos usuários

Este recurso foi lançado como forma de facilitar a finalização das compras nos e-commerce e sites. No entanto, está aprovado pelo Banco Central desde o ano de 2021 e promete ser um diferencial para as compras na Black Friday 2022.

O Recurso ITP deve ajudar os consumidores a agilizar seu processo de compras. Isso porque ele anula a necessidade de usar o aplicativo do seu banco de forma separada para concluir um pagamento por meio de uma transferência PIX. Logo explico.

Mulher segura smartphone e aponta para o lado em fundo azul
Recurso ITP deve melhorar experiência de usuários na Black Friday. Imagem de wayhomestudio em Freepik

Afinal, o que é o Recurso ITP?

ITP é a sigla para Iniciador de Transação de Pagamento e, como seu nome já sugere, ele permite integrar seu aplicativo bancário para realizar a transação no próprio local de compra, mas nem todas as instituições aderiram ao projeto ainda.

O Recurso ITP atua em conjunto com o Open Finance e acelera o processo. Por outro lado, os lojistas também terão benefícios com a ferramenta de integração.

Mais detalhes de como funciona

Ele deve trabalhar com uma abertura de dados que podem ser divididos pelas instituições. No entanto, atende a todas as normas da atual LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados vigente em todo o território brasileiro.

Os clientes poderão ficar tranquilos pois as empresas devem se responsabilizar por todos os seus dados de forma legal. Logo, é um combo de vantagens que devem propiciar uma melhor experiência de compra aos internautas.

Recurso ITP e Black Friday 2022

As vendas por e-commerce devem crescer neste ano de 2022 na Black Friday, segundo resultado de diversas pesquisas. Por esse ponto, o Recurso ITP deve ajudar muito a regular o volume de acessos simultâneos nas plataformas, porque alivia de forma rápida os usuários.

Isso ocorre pelo fato da função agilizar a conclusão das ferramentas. Então, será muito útil, já que em 2022 o Brasil ultrapassou os R $400 bilhões em vendas e esse ano deve crescer cerca de 8% em relação ao ano anterior, o que deve gerar muitas pessoas simultaneamente nos sites.

Vantagens para os lojistas

A permissão de integrar e agilizar os pagamentos por meio do PIX com este recurso, ajuda para a diminuição de carrinhos abandonados. Isso porque o fato de ter que abrir ou local para pagar pode desestimular a conclusão da compra.

Pode ocorrer ainda uma desistência no meio do processo ou uma dispersão por parte do usuário, que pode perder o prazo de pagamento se ele se entreter com algo nesse meio tempo. Então, o Recurso ITP deve diminuir grande parte desses problemas.

Este ponto é importante, pois muitos clientes não desejam refazer o processo. Por isso, na Black Friday a ferramenta deve causar um grande aumento nas vendas e quem sabe até ajudar os lojistas a superarem suas metas para o período.

O Recurso ITP promete ser ainda um aliado pelo fato de muita gente já ter aderido. Logo, o usuário que experienciar essa nova forma de finalizar as transações certamente se sentirão mais propensos a voltarem às compras no local.

Como aderir ao recurso?

As instituições bancárias e financeiras que quiserem usar o Recurso ITP junto do seu Open Finance devem cumprir as exigências do Banco Central. Por isso, consulte junto ao mesmo como fazer para ingressar.

Vale destacar que, segundo Adriane Rêgo, diretora de negócios da RTM, é possível usar uma plataforma feita pela própria empresa para ajudar no processo. A RTM é um Hub responsável pela integração de dados financeiros.

O Data Full Open Finance permite menor consumo de dados e todas as certificações necessárias para operar no recurso. Em suma, é uma solução de tecnologia que deve ajudar os lojistas a passarem confiança para os clientes e ainda se beneficiarem com o ITP.

Como funciona?

É preciso solicitar a forma de pagamento com o Recurso ITP junto ao Open Finance e aguardar a checagem de credenciais. Após a aprovação, o pagamento é autenticado e passa o consentimento para a instituição financeira.

As empresas devem dispor de um Gateway robusto, porque as operações funcionam por meio de API ‘s. Portanto, já dá para se programar desde agora para aproveitar as vantagens do recurso.

você pode gostar também
Comentários