As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Categorias de produtos mais vendidos na Black Friday 2022 acompanham projeções de pesquisas

As categorias de produtos mais vendidos na Black Friday 2022 do Brasil seguiram previsão de estudos feitos antes do evento mais esperado do varejo nacional. Portanto, veja mais a fundo os números obtidos em análise da Neotrust e ClearSale, em parceria.

Entre as formas de pagamento, as previsões também se cumpriram, de certa forma. Mas, nem mesmo com tantas promoções que as varejistas ofereceram e com a Copa do Mundo FIFA feita em data extraoficial, as vendas não tiveram crescimento em relação a 2021 e nem mesmo em relação a 2022, causando espanto a muitas pessoas.

Categorias de produtos mais vendidas em 2022

Entre as categorias de produtos com maior volume de vendas nos sites e e-commerces, as previsões foram bem próximas do real. Afinal, a Copa do Mundo atraiu um alto volume de consumidores para os televisores, o que elevou e muito as vendas dos eletrodomésticos no período.

Devido ao aumento nas taxas de juros dos últimos anos, o poder aquisitivo das pessoas diminuiu. Por isso, era natural que a maior parte do público consumidor esperasse pela Black Friday 2022 para fazer as suas compras, com foco na economia de dinheiro, até pela incerteza quanto aos primeiros meses de 2023, devido à transição do governo e uma possível volta da pandemia do Coronavírus.

Como as empresas, em sua grande maioria, retiraram as taxas de juros do parcelamento via cartão de crédito, essa foi a forma de pagamento mais usada nesta Black Friday nas transações observadas no Brasil, segundo o Neotrust. Logo, foram responsáveis por 54,2%, em média, de todos os pedidos nos e-commerces nacionais ou internacionais, com atuação no nosso mercado.

O Pix também teve uma grande participação, até mais que o boleto bancário. Afinal, as marcas, na maior parte das situações observadas, estimulavam a compra à vista com um desconto a mais sobre o valor promocional dos itens, o que valeu muito à pena para os consumidores.

Eletrodomésticos

As vendas já tinham uma alta expectativa para este departamento, afinal os altos preços e o aumento nas taxas de juros do país causaram uma diminuição no poder aquisitivo das pessoas. Por isso, o maior número de vendas e faturamento ficou para este segmento, já que as formas de pagamento estavam mais facilitadas nessa sazonalidade.

Segundo dados da Neotrust, os televisores tiveram um impacto muito positivo nestes dados, já que foram o segmento de produtos mais vendidos. Em suma, o número de televisores do tipo smart com tamanhos de tela de 50 e 55 polegadas foram os mais expressivos em volume de pedidos, chegando a ser responsáveis por cerca de 46% do faturamento dos televisores esse ano.

Mesmo com tal volume de vendas, especialistas no mercado de alimentação fora de casa explicaram que o consumidor pode ter, claramente, feito a opção de gastar com a Copa do Mundo FIFA de outras formas, como indo a bares e restaurantes durante os jogos das seleções, em especial da brasileira.

Por esse motivo, pode-se afirmar que o impacto do evento foi positivo e negativo, e não apenas um fator que levou a um aumento considerável nas vendas da Black Friday. Por isso, analistas da ClearSale entenderam a promoção como um balde de água fria para o varejo nacional em 2022.

Eletrônicos

Os eletrônicos também tiveram um bom volume de vendas online esse ano, muito em função das muitas promoções em dispositivos inteligentes para casas e até mesmo equipamentos portáteis. O fato também pode ser explicado pela tendência mundial das marcas de aparelhos em geral, que não vendem mais seus produtos com todos os acessórios possíveis, o que obriga o consumidor a fazer uma nova compra.

Telefonia

Esse também era um segmento onde se esperava um número expressivo de vendas, o que realmente se cumpriu. No entanto, nem as facilidades das formas de pagamento e nem as promoções em vários setores conseguiram salvar a  queda, em geral, do faturamento das grandes varejistas nessa Black Friday.

As previsões eram de que os consumidores esperassem por esta sazonalidade de fim de ano para trocar de aparelho celular e as empresas corresponderam às expectativas de compra. Então, o setor ocupou o terceiro lugar entre os departamentos com maior volume de vendas e com certeza o cartão de crédito também foi o mais usado para pagar tais pedidos, como nas Smart TV ‘s.

Informática

O departamento também teve um bom faturamento nesta Black Friday, muito por conta dos vários descontos em notebooks nacionais e importados. Além disso, outros segmentos participaram das vendas do setor, que obteve a quarta posição entre os mais vendidos esse ano no Brasil.

Ar e Ventiladores

Entre as categorias de produtos mais vendidos na “Black 2022”, o setor de ar condicionado e ventiladores teve uma alta. Isso pode ser explicado pelas mudanças climáticas que sempre surgem e os consumidores esperaram pela promoção do varejo para comprar seus produtos elétricos com preços mais acessíveis e melhores condições, como parcelamento sem juros.

Vendas por faixa etária

O público responsável pelo maior volume de compras foi o de 35 a 44 anos, que registraram 35,2% de todas as compras online no período. Além disso, as mulheres foram as responsáveis por comprarem mais nesta Black Friday e movimentaram mais de 56% de todo o valor da promoção.

Em seguida, vem o público entre 25 e 34 anos, com cerca de 15,9% de todas as compras feitas nos e-commerces. Depois, vieram as pessoas de 45 a 54 anos, com 12,5% e o público de 55 a 64, com pouco mais de 6% das transações. O público acima dessa faixa etária comprou cerca de 2,5% dos produtos no evento.

você pode gostar também
Comentários