Em uma nota aos investidores, o analista da Apple Ming-Chi Kuo prevê que o Touch ID sob display chegará em 2023. Porém, que deseja usar um iPhone dobrável terá que esperar mais.

A nota, vista por AppleInsider, investiga detalhes sobre as perspectivas financeiras dos fornecedores de componentes do iPhone da Apple. No entanto, na nota, Kuo traçou um cronograma para o retorno do Touch ID à linha de iPhone totalmente em tela da Apple e quando ele espera que um iPhone dobrável seja lançado.

Leia mais:

Iphone com tela dobrável? Teremos que esperar mais…

Além disso, o iPhone dobrável ou, como alguns poderia chamar, o “iPhone Fold” não sairá em breve. O analista da Apple disse que o “progresso de desenvolvimento desse sistema está inferior ao esperado”. No entanto, não está claro na nota a que se podem atribuir os atrasos no progresso do desenvolvimento.

Um 2022 iPhone SE com 5G também é discutido novamente, sem nenhuma mudança no cronograma de seus relatórios anteriores. Também repetidos estão um “iPhone novo e mais acessível de 6,7 [polegadas]” e uma tela perfurante mais uma câmera de 48 megapixels chegando no iPhone 2022.

Também na nota, ele diz que o lançamento mais tarde do que o esperado dos recursos “prejudicará as remessas do iPhone em 2022 e 2023.”

Retorno do Touch ID?

Relatórios de testes de Touch ID em um iPhone de próxima geração surgiram em janeiro de 2021, com um novo sistema ótico na tela que acompanha o Face ID existente. Em março, Kuo previu que a Apple não adicionaria o Touch ID ao iPhone 13, apontando para os dados da cadeia de suprimentos.

Kuo se concentrou no conceito do iPhone dobrável em maio de 2021. Na época, ele disse que o primeiro iPhone dobrável da Apple teria uma tela QHD + de 8 polegadas.

A tela está prevista para ter uma resolução de 3.200 x 1.800 pixels. Se o relatório for preciso, esse é um painel de resolução efetiva maior do que a tela QXGA + de 7,3 polegadas do Samsung Fold, com uma proporção de 16: 9.

Fonte: AppleInsider