Seguro de viagem internacional, tudo o que você precisa saber

Saiba tudo sobre o seguro de viagem internacional agora mesmo!

Você está planejando uma viagem para o exterior mais ainda não sabe como funciona o seguro viagem internacional? Acompanhe esta matéria até o final e aproveite!

 

Imagine que você está planejando uma viagem ao exterior faz meses. Você possui toda a documentação (identidade, passaporte, autorizações diversas) e toda a parte financeira planejada (quanto irá gastar com hotéis, passagens, e itens diversos) muito bem planejada. Porém, um imprevisto acontece: você não achava que iria usar o serviço médico do exterior. E agora?

Ao imaginar essa situação, queremos que você entenda que, apesar de todos os nossos planejamentos anteriores, é sempre possível que algum imprevisto desagradável ocorra em nossa viagem. Temos que lidar com diversas variáveis: estamos no exterior, em uma cultura diferente, com pessoas que falam uma língua diferente. Ali não é a sua casa, e você não sabe onde os lugares ficam e nem como tudo funciona.

Por isso, hoje iremos falar de seguro de viagem internacional. Esse é um tema importantíssimo, visto que, ao termos conhecimento desse serviço, podemos ter uma viagem muito bem aproveitada, sem preocupações excessivas diante de ocorridos inesperados.

Está curioso para saber como o seguro de viagem internacional funciona?

Então, vamos nessa!

O que é o seguro de viagem internacional?

EACWP III International Pedagogical Conference – EACWP

O seguro de viagem internacional é um serviço pago por viajantes que irá suprir necessidades básicas e primordiais em um país estrangeiro. Isso significa que tal serviço irá cobrir despesas relacionadas a emergências e a imprevistos que acontecem fora do território nativo do turista. Portanto, o seguro de viagem internacional é como um “plano de emergência”, ou seja, é uma segurança extra para aqueles que irão a um lugar desconhecido e não possuem acesso aos serviços básicos.

O seguro de viagem internacional é obrigatório?

Apesar de parecer uma pergunta simplista, saber a respeito da obrigatoriedade de seguro para viagem internacional é indispensável. Isso porque existem diversos países ao redor do mundo que exigem o seguro para que o turista entre no território.

Europa

mapa da Europa

A maioria dos países europeus exige a contratação de um seguro de viagem. Isso se deve ao fato de muitos desses países serem signatários de um tratado feito em Luxemburgo, em 1985, chamado Tratado de Schengen. O tratado de Schengen assegura a livre circulação de pessoas e fronteiras abertas entre os países signatários. Tal tratado regula os processos burocráticos de entrada e saída de pessoas da região, a fim de conferir crescimento e proteção para os países participantes. Todos os países da União Europeia, com exceção da Irlanda, fazem parte do tratado, além do Reino Unido, Islândia, Noruega, Suíça e Listenstaine. Para todos esses países, o seguro de viagem internacional é obrigatório, sendo que muitos deles exigem uma cobertura mínima no valor de 30.000 euros.

Austrália

mapa da Austrália

Aos viajantes do continente Oceania, o seguro de viagem internacional também o obrigatório. A Austrália exige tal serviço a fim de que os turistas possam, além de usufruir dos elementos contratados pela empresa, utilizar o sistema público de saúde do país. No caso de viajantes que irão estudar, é imprescindível a aquisição do Overseas Student Health Cover (OSHC. No português, é chamado de Seguro Saúde Obrigatório), uma vez que os hospitais públicos ou particulares do país serão utilizados.

América Latina

What Is the Difference Between South America and Latin America ...

Já na América Latina (países do continente americano falantes de línguas originadas do latim), a maioria dos países não exige seguro de viagem internacional. As exceções são: Venezuela, Cuba e Equador. Cada um desses países possui exigências específicas (que, por sinal, podem ser bem salgadas para o bolso do turista), que podem variar de planos de 10.000 dólares a 40.000 dólares (com adicionais pontuais em caso de extravios de bagagem). Portanto, caso o viajante deseje se informar especificamente a respeito do país onde irá viajar, é necessário entrar em contato com a embaixada do país de destino para verificação.

Estados Unidos da América (EUA)

bandeira EUA

Apesar de os Estados Unidos não exigirem o seguro de viagem internacional, é importante destacar que esse país não possui sistema público de saúde. O que isso significa na prática? Tal fato significa que, caso os turistas necessitem de serviço médico, deverão pagar o serviço particular (o único existente no país), que é considerado um dos mais caros do mundo. Portanto, pense o seguinte: caso haja algum imprevisto ao longo da viagem, será muito mais barato contratar o seguro do que desembolsar o seu próprio dinheiro para usar o sistema de saúde privado.

Outros países

Por fim, devemos fazer uma análise geral dos outros países. Certamente, para evitar desesperos e desgastes em uma viagem internacional, contratar o seguro internacional, independentemente da obrigatoriedade, é a melhor opção. Muitos países, como os EUA, não possuem sistemas públicos de saúde, ou até mesmo não atendem indivíduos de outros países. Dessa forma, a alternativa mais segura e precavida é a contratação de um serviço tão essencial como o seguro de viagem internacional.

 

Qual é a finalidade do seguro?

International Travel Insurance - Umbrero Team

Se tivéssemos que definir em somente uma palavra a finalidade do seguro de viagem internacional, com certeza seria proteção. Pode parecer exagero, mas, quando um indivíduo está em um ambiente desconhecido, sem acesso a serviços que a maioria dos cidadãos possui, é necessário ter precaução. É preciso entender que, mesmo com todas as despesas (que, diga-se de passagem, não são pequenas) advindas de uma viagem internacional, essa segurança deve ser vista como indispensável. Se, no nosso país, muitas vezes, desejamos contratar serviços para nos auxiliarem e protegerem, por que não fazer isso exterior?

Dessa forma, o seguro de viagem internacional se releva imprescindível, visto que ele facilita os processos emergenciais, como:

  • cancelamento de viagem: muitas viagens, por condições climáticas, ou por um imprevisto pessoal, necessitam de cancelamento.
  • extravio de bagagens: tal imprevisto, principalmente em solo internacional, é muito comum. O uso do seguro nesse quesito é essencial para o sustento no exterior.
  • despesas hospitalares e odontológicas: o uso de hospitais e clínicas no exterior não é algo raro, já que é impossível prever fatores relacionados à saúde.
  • imprevistos variados: falecimento de alguém, translado do corpo, e até invalidez total permanente ou imparcial.

Todos esses fatores, se levados em consideração, podem ser cobertos pela empresa que oferecerá o seguro de viagem internacional.

Como funciona o seguro?

Insurance Brokerage Will No Longer Be a Regulated Activity in ...

Antes de falar exatamente o funcionamento do seguro de viagem internacional, é necessário pontuar o seguinte: cada pessoa possui um tipo de necessidade específica. Uma família não irá contratar o mesmo seguro que um jogador olímpico. Dessa maneira, devemos entender claramente que o seguro de viagem internacional deve se adequar ao perfil de quem irá contratá-lo. Não há um tipo único que se enquadra em todos os perfis. Isso é algo muito mais pessoal e personalizável.

Portanto, para usufruir do serviço, a pessoa deve entrar em conto com a Central de Atendimento da empresa do seu seguro. Tal indivíduo irá relatar a sua necessidade mais imediata, a fim de identificar qual serviço do país será utilizado. Depois, o seguro irá te encaminhar para a empresa ou prestação de serviços ideal para o seu caso.

Para deixar claro: digamos que você se machucou ao andar na rua e precise de atendimento médico. Basta você entrar em contato com a Central do seu seguro de viagem internacional, e eles te direcionarão para o serviço médico ideal para o ocorrido (um hospital, consultório, enfermaria, etc).

Seguro para grupos específicos

Study highlights impact of helping sex-ed students master HIV ...

Sabe-se que diversos tipos de pessoas, com propósitos variados, viajam para fora do país. Enquanto alguns escolhem os solos internacionais para passarem as férias, muitos vão ao exterior por causa do trabalho, estudos, intercâmbio, etc. Além disso, devemos levar em consideração a pessoa que viaja: se estamos falando de um jovem com ou sem problemas de saúde, de uma mulher grávida ou de um idoso.

Esses fatores são muito relevantes para a contratação de um seguro de viagem internacional, visto que tais pessoas possuem necessidades específicas, principalmente fora de seus países.

Estudantes

Contratar um serviço de seguro internacional para um estudante é muito plausível. Isso porque, muitas vezes, o estudante viaja sozinho ao país estrangeiro, sem nenhum tipo de suporte adicional. Dessa forma, o seguro serve como uma excelente assistência em casos médicos, odontológicos, farmacêuticos e emergências no geral. Existem muitos países, como a Austrália, que tornam obrigatória a contratação de seguro, a fim de que se use os serviços de saúde pública do país.

Idosos

É muito sabido por todos que os indivíduos na terceira idade são considerados uns dos mais vulneráveis. Assim, é importante pontuar que, por uma questão de conforto e segurança, o seguro de viagem internacional se torna essencial para tal grupo. Vale notar, também, que, por causa da idade, muitas dessas pessoas possuem problemas de saúde variados, e, por isso, muitas empresas não oferecem serviços a partir de determinadas idades (que variam segundo a empresa). Portanto, é essencial consultar essa informação com a empresa desejada, para que os viajantes possam usufruir plenamente de seus direitos em solo internacional.

Esportistas

Para muitos, essa não é uma categoria relevante. Porém, se analisarmos com cautela, veremos que indivíduos que praticam esportes de alta performance precisam de assistência específica. Esportes como ski, natação, rugby, futebol, natação, dentre vários outros necessitam de acompanhamento médico especializado, e, caso um acidente durante a prática ocorra, o seguro pode cobrir as despesas. Portanto, se você for praticar algum esporte em um campeonato no exterior, não hesite ao contratar o serviço essencial do seguro de viagem internacional.

Gestantes

Outro grupo considerado especial para a contratação de seguros de viagem internacional é o das gestantes. Apesar de parecer óbvio (afinal, a gestante está com um bebê na sua barriga), o seguro fornece uma segurança muito além do que se espera. Assim, é essencial informar-se com a empresa que irá oferecer o serviço, visto que as gestantes possuem demandas de saúde muito específicas. Caso a mulher necessite de uma consulta emergencial ou caso se sinta mal durante a viagem, o seguro se demonstra imprescindível para tal situação. Vale notar que existem algumas empresas que oferecem o serviço a partir do critério de semanas de gravidez. Portanto, consulte esses detalhes com a empresa escolhida.

 

Gostou deste conteúdo? Deixe seu comentário! Existem mais recomendações ou dicas  sobre seguros de viagem internacional que você daria?

Não se esqueça de que aqui no Cupomzeiros você encontra as melhores dicas de viagem, além de encontrar os melhores cupons de desconto.

Você pode gostar também

Damos valor à sua privacidade Nós e os nossos parceiros utilizamos tecnologias, como cookies, e processamos dados pessoais, como endereços IP e identificadores de cookies, para personalizar anúncios e conteúdos baseados nos seus interesses, avaliar o desempenho desses anúncios e conteúdos, bem como para obter informações sobre o público que os visualizou. Clique abaixo para consentir a utilização desta tecnologia e o processamento dos seus dados pessoais para estas finalidades. Pode mudar de ideias e alterar as suas opções de consentimento a qualquer momento voltando a este site. Aceito Mais detalhes