A Samsung conhecida por ser a gigante de tecnologia sul-coreana, revelou seus mais recentes aparelhos da série Galaxy S21 com 5G na China, em uma tentativa de obter uma fatia maior do mercado mais poderoso de telefonia móvel do mundo. “Hoje em dia, os smartphones se tornaram uma parte indispensável de nossas vidas, e o vídeo também é uma forma importante de nos comunicarmos”, disse Choi Seung-sik, presidente da Samsung Electronics China, em uma cerimônia de lançamento de produto online na noite de segunda-feira (8) de fevereiro.

Ele observou que a Samsung espera oferecer uma experiência móvel mais personalizada que enriqueça a vida das pessoas e lhes dê liberdade para se expressarem. O Galaxy S21 5G é equipado com uma tela LED de 6,2 polegadas com uma taxa de atualização adaptável de 120 Hz para uma rolagem e visualização mais suaves, e câmeras com inteligência artificial, proporcionando uma experiência fotográfica profissional para usuários que amam a criação de vídeo.

Com o lançamento dos produtos de telefonia móvel, há também os fones de ouvido sem fio Galaxy Buds Pro e a pulseira inteligente Galaxy Fit2. O gadget tem o chipset de smartphone mais recente e avançado da série Galaxy para maior velocidade, eficiência energética e recursos de computação avançados. De acordo com a consultoria de mercado IDC, os fornecedores mundiais de smartphones enviaram um total de 354,7 milhões de unidades durante o terceiro trimestre de 2020, um declínio de 1,1 por cento em uma base anual.

A estratégia da Samsung com o Galaxy S21

A expansão para o mercado chinês é uma estratégia da Samsung para não ser prejudicada com a crise como consequência da pandemia global. Expandir seus produtos para mercados de países imensos como a China, é uma tentativa definitiva da marca de vencer a concorrência. E tem dado certo. O lançamento mundial do Samsung Galaxy S21 tem  sido um sucesso, embora o valor dos produtos seja considerado alto em muito mercados.

Diante disso, a empresa sul-coreana recuperou a posição número 1 com uma participação de mercado global de 22,7% para chegar a 80,4 milhões de unidades, enquanto a Huawei perdeu o primeiro lugar e ficou em segundo lugar com uma participação de 14,6 por cento no mercado global de smartphones. Exatamente por esse motivo, a Samsung deverá ser ainda mais agressiva no mercado internacional, principalmente em países em desenvolvimento. 

No Brasil, o Samsung Galaxy S21 foi lançado no Brasil neste última terça-feira (9) de fevereiro. Para quem se interessou pelos novos aparelhos da marca, no Brasil, o aparelho de entrada custa R$5.999,00.