A Samsung normalmente revela sua linha Galaxy no final de fevereiro, mas antecipou o lançamento deste ano justamente para o início do mês. O Samsung Galaxy S21 Ultra vem com muitas novidades que prometem agitar o concorrido mercado de smartphones. No Brasil, o S21 Ultra deverá chegar hoje (9) de fevereiro.

“A Samsung precisa do S21 para ser um sucesso dado que o S20 foi lançado a meio da Covid-19 da primeira vaga na Europa e não ganhou muitos fãs”, comentou Marta Pinto, da empresa de pesquisas IDC.

A pesquisadora acrescentou que a data de lançamento anterior pode ajudá-lo a competir no “mercado premium” com a Apple, cujos iPhones foram lançados mais tarde do que o normal no ano passado.

Mesmo com a crise econômica como consequência da pandemia do coronavírus, a empresa sul-coreana também deve se beneficiar do fracasso das vendas de dispositivos da Huawei no Ocidente, causado por sanções dos EUA que os impedem de oferecer a Google Play Store e alguns dos outros serviços do gigante das buscas.

No entanto, a Samsung tem enfrentado uma concorrência crescente de outras marcas chinesas, incluindo Xiaomi, que nos últimos meses tem investido em tecnologia e feito lançamento de bons produtos. 

O Galaxy Ultra S21 e alguns dos seus novos recursos

A Samsung também pretende ampliar seu apelo com novos acessórios. Entre eles, o novo par de fones de ouvido sem fio que monitoram o que o usuário está fazendo. 

Se eles detectarem que o usuário está falando, reduzem automaticamente o volume da música e ainda amplificam o som ambiente captados por seus microfones. A marca garante que isso permite que o usuário tenha uma breve conversa sem precisar tirá-los ou ajustar manualmente suas configurações.

Mas a novidade não para por aí. As câmeras do Ultra S21 são uma experiência à parte para o usuário. O aparelho adiciona uma lente na câmera com zoom 10 vezes maior, permitindo que os usuários fotografem mais longe com maior precisão.

Para a produção de vídeos, o Samsung Galaxy S21 também tem suas vantagens. Ele permite que os usuários filmem vídeos enquanto obtêm visualizações em miniatura sobrepostas na tela de como seria se eles mudassem para outra lente. Tudo isso em em 8K – o dobro da resolução máxima do aplicativo de vídeo da linha concorrente do iPhone 12. 

Por fim, o aparelho será o primeiro com compatibilidade com a caneta inteligente S-Pen que até então era exclusiva para a linha Galaxy Note. Mas quem comprar o smartphone terá uma “surpresa”: o acessório não vem com o produto na caixa, assim como o carregador e o fone de ouvido.