Foi um ano difícil para o mercado europeu de smartphones e, embora os números de vendas tenham se recuperado quase totalmente até o final do ano, o mercado de smartphones também experimentou um declínio maciço nas vendas de quase 50%. Claro, a Samsung não é invulnerável e seu desempenho no mercado foi afetado por esses eventos.

De acordo com os números revelados pela Counterpoint Research, o desempenho da Samsung no mercado na Europa ao longo de 2020 é uma espécie de contradição.

A empresa conseguiu aumentar sua participação de mercado de 31% em 2019 para 32% um ano depois, mas como todo o mercado de smartphones diminuiu, a empresa acabou vendendo menos smartphones no ano passado do que em 2019.

A Samsung só conseguiu manter a liderança em termos de participação de mercado porque outras empresas, exceto Xiaomi, Oppo e Realme, também tiveram vendas menores em relação ao ano anterior.

A série Galaxy S20 foi uma espécie de decepção. A Samsung vendeu cerca de 59,8 milhões de smartphones na Europa no ano passado, ante 67,9 milhões de unidades em 2019, e o observador do mercado destaca três fatores principais que levaram a Samsung a perder terreno.

Na verdade, a série Galaxy S20 é um desses fatores. A série principal nunca realmente decolou, afirma o relatório, e também foi regularmente superada na Europa pelos próprios modelos Galaxy A51 e Galaxy A71 de gama média da Samsung.

As vendas carro-chefe caíram em geral, à medida que mais clientes europeus estavam mais conscientes sobre seus gastos no ano passado, mas de qualquer forma, a série carro-chefe não era a favorita entre os clientes europeus de smartphones.

A comcorrência da Samsung

Outro motivo que levou ao baixo desempenho da Samsung tem a ver com o infortúnio da Huawei e o fato de que o segmento de smartphones na Europa se tornou muito competitivo. Muitas empresas menores tentaram capturar a fatia de mercado que antes era detida pela Huawei e conseguiram dificultar a Samsung.

A última, mas não menos importante, razão por trás do desempenho da Samsung no mercado em 2020 foi a Apple. Com o lançamento do iPhone 12 habilitado para 5G, a Samsung não tinha mais um forte domínio sobre o mercado 5G e a Apple se tornou uma alternativa real para clientes que queriam entrar no movimento 5G desde o início.

A Counterpoint Research acredita que o carro-chefe do Galaxy S21 deve ter um desempenho melhor do que o S20 no ano passado. E embora a Samsung enfrente forte oposição, o novo carro-chefe provavelmente estará liderando o segmento de smartphones Android premium na Europa em 20201