Se você acha que a corrida dos megapixels das câmeras dos telefones acabou, você pode estar enganado. Vimos telefones como o Samsung Galaxy S21 Ultra e o Xiaomi Mi 10T Pro com sensores de 108 megapixels este ano. Também estamos esperando por um suposto snapper de 192 megapixels.

No entanto, um rumor verdadeiramente surpreendente é que a Samsung está desenvolvendo um sensor de 600 megapixels inacreditável. De acordo com o Tipster Ice Universe, esse sensor já está em desenvolvimento e terá 1 / 0,57 polegadas de tamanho. Atualmente, o P40 Pro + da Huawei tem o maior sensor do mercado, 1 / 1,28 polegada.

A tentativa da marca coreana é superar seus concorrentes com câmeras superpotentes em seus aparelhos smartphones. Investindo em inovação e fazendo inúmeros testes para alcançar o melhor formato, a nova aposta da Samsung promete agitar o mercado.

A tecnologia de 600 megapixels e as supercâmeras para smartphones

O módulo de 600 megapixels terá 22 mm de espessura e cobrirá uma grande área na parte de trás do telefone. A maioria dos telefones que usamos hoje tem menos de 10 mm de espessura, então a Samsung pode não estar pronta para usar este sensor em sua iteração atual.

Ou seja, o desafio da Samsung será colocar em um módulo avançado para aumentar o ganho de suas câmeras, mas sem afetar a estética atual dos smartphones que estão cada vez mais finos e sem muito espaço para câmeras com espessura maior. 

Porém, tudo indica que mesmo que a Samsung não implemente agora o super sensor de 600 megapixels, os estudos dessa nova tecnologia poderá servir de protótipo para outros modelos de câmera, o que poderá colocar a empresa em boa posição frente suas concorrentes.

Esta não é a primeira vez que ouvimos falar de um sensor Samsung de 600 megapixels. Em 2020, Yongin Park, chefe do braço de sensores da Samsung, disse que a empresa tem como objetivo criar essa tecnologia e ela possivelmente vai capturar mais detalhes do que o olho humano pode ver. Na corrida pela câmera perfeita para seus aparelhos, a Samsung busca estar à frente da concorrência em inovação.

Mesmo assim, pode demorar um pouco antes de vermos esse sensor monstruoso montado em uma placa de circuito. Não importa. O certo é que se tudo isso der certo, o consumidor terá aparelhos com câmeras simplesmente surreais.