As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Biografia Zeca Pagodinho

Zeca pagodinho 2 Biografia Zeca Pagodinho
Via Wikipédia

Zeca Pagodinho é cantor e compositor brasileiro, com 62 anos de idade, que ajuda a levar o nome do samba para o público, sendo um dos principais e mais premiados artistas desse gênero. Com 40 anos de trabalho, Zeca Pagodinho coleciona álbuns, indicações e prêmios ao longo de sua carreira, alguns de grande importância, como o Grammy Latino. Ao longo dos anos, sempre buscou se manter em atividade, e também abrir espaço para outros gêneros, com diversas participações e projetos com outros cantores do país.

Fatos Rápidos sobre a vida de Zeca Pagodinho

NomeJessé Gomes da Silva Filho (Zeca Pagodinho)
GêneroMasculino
Famoso comoCantor e compositor (Sambista)
NacionalidadeBrasileiro
Signo do zodíacoCapricórnio
Nascimento4 de janeiro de 1959
Músicas mais famosasDeixa a vida me levar
Quando a gira girou
EsposaMônica Silva
FilhosEduardo da Silva
Louis da Silva
Elisa da Silva
Maria Eduarda da Silva
Elias Gabriel (falecido)

As redes sociais de Zeca Pagodinho

Instagram: Zeca Pagodinho @zecapagodinho

Twitter: Zeca Pagodinho @zecapagodinho

Quem é Zeca Pagodinho?

Zeca Pagodinho é um dos maiores nomes do samba brasileiro, já tendo lançado mais de 20 álbuns ao longo de quase 40 anos de carreira profissional. Embora seja muito conhecido pela música “Deixa a vida me levar”, de 2002, ele já fazia sucesso desde o ano de muitos anos antes, já tendo inclusive ganhado dois Grammy latino até esse período.

Dentro do samba, ele é, sem dúvidas, um dos maiores nomes apresentados. Assim como Luiz Gonzaga levou o nome do baião, Zeca Pagodinho, junto a outros grandes nomes do seu gênero, levam o nome do samba para os quatro cantos do mundo.

Seu nome e reconhecimento conseguem romper essa barreira do gênero musical, e agradar diversos públicos, com suas mensagens de positividade e de alegria em suas canções. Sempre passando alegria e alto astral, suas letras e interpretações, bem como sua própria pessoa, o fazem ser respeitado pelo público, pela mídia, pelos colegas e pela crítica especializada.

Como Zeca Pagodinho chegou ao sucesso?

Zeca Pagodinho nasceu no dia 4 de janeiro do ano de 1959, sendo um carioca raiz, uma vez que é natural da cidade maravilhosa, Rio de Janeiro, capital do estado do Rio de Janeiro, mais precisamente no bairro do Irajá. Embora seja conhecido por Zeca Pagodinho, seu nome, na verdade, nem José tem, sendo Jessé Gomes da Silva Filho.

Seu pai, obviamente, o seu Jessé Gomes da Silva, e sua mãe Ircéia da Silva sempre foram ligados ao samba e às rodas de samba. Por isso, o Zeca acabou crescendo dentro desse ambiente sambista, da qual fez carreira e leva ainda mais essa cultura para as novas gerações.

Embora tenha nascido em Irajá, ele se mudou bastante, e o local pelo qual ele realmente demonstra uma ligação enorme, é com o bairro do Xerém, que fica na cidade de Duque de Caxias, não muito longe da capital do estado do Rio de Janeiro, onde nasceu.

Seu talento para escrever e cantar surgiu realmente desde  muito cedo, mas veio ingressar dentro da vida profissional, por assim dizer, ao menos fora das rodas de samba das quais participava, já aos seus 24 anos de idade. Nesse ponto entra em ação uma personagem muito importante na vida de Zeca Pagodinho, que é a cantora Beth Carvalho, que apadrinhou o jovem artista.

Com isso, o seu sucesso não demorou muito para chegar de vez, e já aos 27 anos de idade conseguiu emplacar uma de suas músicas, presente em seu primeiro álbum, dentro de uma novela da época.

Seu grande sucesso, ajudou a elevar seu nome a um patamar do qual nunca mais saiu, foi o samba “Deixa a vida me levar”, que lançou no ano de 2002, mas já sendo um grande e premiado nome do samba na época.

Zeca Pagodinho teve esposa e filhos?

Um ponto que também chama a atenção sobre a vida de Zeca Pagodinho é o seu longo casamento que mantém com Mônica Silva. O casal se casou no ano de 1986, estando com 35 anos de casado. Desse casamento, o cantor acabou tendo quatro dos seus cinco filhos, sendo eles Eduardo da Silva, Louis da Silva, Elisa da Silva e Maria Eduarda da Silva.

Além desses, porém, Zeca acabou tendo também um outro filho, fruto de um relacionamento que teve anteriormente a seu casamento com Mônica. O seu nome era Elias Gabriel, e, infelizmente, marca um dos momentos mais tristes na vida de Zeca Pagodinho.

Isso porque, em 2015, quando estava com 28 anos de idade, Gabriel acabou falecendo, vítima de complicações de uma pneumonia. Embora tenha tido desavenças com ele anteriormente, estando distantes nesse período, Zeca Pagodinho se abalou muito com sua perda, afinal era um filho querido.

A importância de Zeca Pagodinho para o samba

Desde quando deixou as rodas de samba, para chegar ao público de todo o país, Zeca Pagodinho conseguiu transformar seu nome em um verdadeiro ícone da história do samba, sendo um dos mais renomados cantores do gênero. Seu reconhecimento vem do público, dos colegas e também da crítica especializada, tendo um prestígio inquestionável.

Um ponto que deve ser levado em consideração, porém, é que ele nunca abandonou suas raízes, sua roda de samba, nem sua essência, mesmo com a chegada de seu enorme sucesso. O Zeca sempre foi uma pessoa humilde por natureza, e nunca deixou que a fama e o sucesso alterassem sua visão sobre a vida ou a música.

O Zeca Pagodinho cresceu em rodas de samba, cantando e compondo, e vale lembrar que ele nem é o dono de uma das vozes mais imponentes que existem, mas com jeito único de ser,  consegue transferir toda sua essência em suas letras e interpretações.

Esse, no entanto, é um dos únicos pontos onde é perceptível a evolução que ele teve ao longo dos anos, que é em relação a sua arte de interpretação, não apenas de suas próprias letras, mas também de outros compositores e regravações de outros artistas.

Com isso, o nome de Zeca Pagodinho passou a ser, e ainda é, sinônimo de irreverência e de grandiosidade musical, conseguindo ultrapassar inclusive a barreira do samba, e ser não apenas um ícone do gênero, mas sim de toda a cultura brasileira.

Aqui, cabe também outro ponto que chama a atenção ao longo de sua carreira, que é justamente sua versatilidade e também capacidade de assimilar muito bem outros gêneros, onde sempre faz participações, regravações, e projetos com outros artistas, de áreas totalmente diferentes, como o sertanejo.

Curiosidades e vida pessoal Zeca Pagodinho

Além de um prestigiado artista, Zeca Pagodinho também conta com fatos interessantes em relação a sua vida pessoal. Onde sempre busca manter, dentro do possível, uma rotina mais normal, junto a seus amigos e as rodas samba.

O gosto de Zeca por cerveja

O cantor Zeca Pagodinho é um cervejeiro assumido. Esse é um fato que realmente marca a vida do cantor. Embora sua idade já não permita que ele beba tanto, por isso ele sempre tem alguns momentos em que para de beber, seu gosto por essa bebida é realmente muito grande.

É preciso levar em consideração que uma roda de samba, que foi o ambiente onde o cantor cresceu, é justamente um local para se divertir, comer, fazer um churrasco, e também beber, é claro. É um tipo de evento que faz realmente muito sucesso, e que conseguiu chegar a outras regiões do país, fora do Rio de Janeiro.

Assim, participando desde muito jovem dessas rodas, da qual sua mãe era uma organizadora frequente, o Zeca Pagodinho acabou realmente esse estilo ao longo de sua vida, sendo um ambiente no qual se sente completo, e que não pretende abandonar. O grande problema, por assim dizer, é seu consumo excessivo de cerveja, que é a bebida alcoólica mais consumida do Brasil, e da qual o cantor realmente gosta bastante.

O Jogo do Bicho

Durante a fase inicial de sua vida adulta, Zeca Pagodinho acabou trabalhando com o Jogo do Bicho, não como bicheiro em si, mas como um funcionário do esquema. Em 2020, o cantor chamou a atenção da mídia ao afirmar em uma entrevista que ainda joga com frequência o jogo.

Então, ao ser questionado sobre a sua legalização, ficou surpreso ao saber que ele era proibido por lei. Na verdade, o jogo do bicho foi proibido ainda no ano de 1941. No entanto, ainda é bastante praticado em todo o país, sendo o jogo ilegal mais popular de todo o planeta.

O bairro de Xerém

Como já mencionado, embora tenha nascido em Irajá, o local onde Zeca Pagodinho realmente tem grande afeição é o bairro de Xerém, em Duque de Caxias, estado do Rio de Janeiro.

Durante a pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19), foi justamente em um sítio em Xerém que ele passou ao lado de sua família. Além do mais, ele conta com um projeto social, voltado para as crianças carentes do bairro, com uma escola de música.

Beth Carvalho e Arlindo Cruz

Duas pessoas que são de extrema importância na vida de Zeca Pagodinho, são os cantores Beth Carvalho e Arlindo Cruz, que são duas peças fundamentais na vida pessoal e profissional do artista.

Como já foi informado, Beth Carvalho foi quem apadrinhou o Zeca no início de sua carreira. Para deixar claro, apadrinhar é quando um artista já renomado ajuda um outro artista, que ainda não é conhecido, a chegar ao sucesso. Beth foi uma grande incentivadora e reconhecedora do talento de Zeca Pagodinho, tendo grande influência em seu sucesso.

Já o também cantor Arlindo Cruz, é um amigo de longa data de Zeca, e que chegou a fama também junto com ele. A amizade dos dois é um ponto muito forte a ser destacado. E isso, tanto no âmbito profissional quanto pessoal.

Religião e futebol

Desde muito jovem, Zeca Pagodinho foi ensinado dentro de uma família bastante religiosa, e ao crescer também levou essa religiosidade consigo. Um ponto interessante é que ele costuma misturar a fé católica, mas com grande influência das religiões africanas. Dentre os santos aos quais é mais devoto, destacam-se o Cosmo e Damião, e também Seu Jorge.

Já em relação ao futebol, ele é fanático pelo Botafogo, que é um dos clubes tradicinais do Rio de Janeiro. Sua ligação com seu time do  coração é realmente muito forte, chegando inclusive a ajudar financeiramente nos momentos mais difíceis que o clube passou, principalmente em sua queda para a série B do campeonato brasileiro, isso no ano de 2020.

Participação nas redes sociais

As redes sociais, que são um verdadeiro fenômeno entre os jovens, é algo também presente na vida de Zeca Pagodinho como artista. O primeiro ponto a ser levado em consideração, porém, é que o Zeca em si não tem nenhum apego por tecnologia.

Com isso, embora se mantenha ativo nas redes sociais, sempre divulgando seus trabalhos, não é ele quem cuida diretamente das postagens em si. Obviamente que isso é  comum dentro do meio artístico, onde sempre há uma equipe que cuida dessas questões. E no caso do cantor, também não é diferente.

Fora esse pequeno detalhe, sua fama também é notada  dentro das redes sociais em si, acumulando milhões de seguidores em suas contas. São cerca de 600 mil seguidores no Twitter e mais de 2,4 milhões de seguidores no Instagram, o que é uma marca bastante expressiva, considerando um ambiente dominado por jovens.

Principais premiações de Zeca Pagodinho

Por suas canções e álbuns, Zeca Pagodinho já recebeu diversas indicações e prêmios ao longo de sua carreira. Os principais, sem dúvidas, são o Grammy Latino, que chegou a receber mais de 10 indicações ao longo dos anos.

Ele já foi premiado ou indicado a prêmios como do MTV, Multishow, Melhores do Anos, Troféu Imprensa, Contigo, etc, recebendo realmente diversas premiações. Em relação ao Grammy Latino, porém, que é o mais importante de sua carreira, acabou levando quatro estatuetas para casa, seja como o de melhor álbum dentro do gênero de samba ou até mesmo por canções específicas.

você pode gostar também
Comentários