As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Graham McTavish: Biografia

20254857.jpg r 1280 720 f jpg q x Graham McTavish: Biografia

O ator Graham McTavish é um ator escocês que nasceu em Glasgow, no ano de 1961. Sendo assim, sua vasta carreira traz sucessos como “O Hobbit”, “Dracula”, “Outlander”, “Rambo” e outros trabalhos que vamos citar posteriormente neste artigo.

Basicamente podemos dizer que, diante do tamanho da carreira do ator, apenas algumas páginas não seriam suficientes para elucidar todos os aspectos que moldam sua biografia. Além do mais, destacar papéis de maior importância, visto a quantidade de obras de respeito que o ator participou, é um trabalho que não seria fiel à justiça dos fatos.

Entretanto, é inegável que alguns papéis como Dwalin de “O Hobbit” e Dougal Mackenzie de “Outlander” são, para a grande maioria dos entendedores de cinema (O público), alguns dos maiores destaques. Porém, não se poderia deixar de fora a interpretação de Rei Atlan, em “Aquaman”, Lewis em “Rambo”, o papel de oficial romano em “Rei Arthur”, Rengal em “Merlin: a busca começa” e o Padre Kinley em “Lúcifer”.

NomeGraham McTavish
GêneroMasculino
Principal papelDwalin
NacionalidadeEscocês
OcupaçãoAtor
Nascimento04 de janeiro de 1961
Conhecido porGraham McTavish

Infância

A infância de Graham McTavish foi marcada pela convivência direta com as atuações políticas do pai, que sempre esteve envolvido nesse meio. Sendo assim, o ator cresceu sob forte influência desse ativismo político que o pai fomentava, tanto dentro como fora de casa.

Podemos dizer que Graham McTavish teve uma infância nômade, que lhe rendeu ter contato com culturas diversas dentro da Europa e fora dela. Logo, como dissemos anteriormente, o ator nasceu na Escócia, mas mudou-se com a família quando ainda era uma criança.

Filho de Alec e Ellen McTavish, atualmente o ator mora na Finlândia, mas desde o período da infância, morou em vários países. Por exemplo, Canadá, Estados Unidos e Finlândia.

Início da carreira

Graham McTavish veio do teatro e, para ser mais exato, tudo começou quando um determinado ator principal da peça The Rivals, de Sheridan, ficou doente e não pode dar continuidade à interpretação. Logo, o seu professor o convidou para que o mesmo substituísse o rapaz e a partir daí tudo começou a se tornar sério.

Antes mesmo disso tudo acontecer, Graham McTavish já produzia esquetes cômicas com um amigo e ambos escreviam e realizavam as pequenas atrações que, na época, não passavam de mera brincadeira. Segundo consta, esse foi um dos motivos pelo qual Graham McTavish foi convidado pelo professor.

Mas, o destino se confirmou quando McTavish começou a estudar na Queen Mary University of London, momento da sua vida que lhe garantiu diploma em Literatura Inglesa. Logo, esse fato é considerado muito importante para a vida do ator, porque com esse diploma ele agora estava apto para atuar em três peças por ano, durante o tempo que esteve estudando.

Mesmo para quem não entende muito de teatro, fica claro a importância que Shakespeare tem para o universo das artes cênicas. Sendo assim, Graham McTavish recebeu da vida uma oportunidade única de demonstrar seus talentos e fazer o seu nome no universo da interpretação.

Podemos dizer sem medo algum que a carreira de Graham McTavish teve início no teatro e logo no início de tudo, o ator trabalhava com teatros de repertório para a famosa West End, em Londres. Foi lá que boa parte do seu círculo de conhecidos se formou, o que propiciou uma visibilidade mais intensa, que seria muito útil para sua carreira no cinema anos mais tarde.

Carreira no cinema

A carreira de Graham McTavish no cinema não seria a mesma se não fosse a lista gigantesca de aparições nos palcos do teatro. Sendo assim, é fato que o ator aprendeu muito com as interpretações de cima dos palcos, inclusive no que se refere àquelas peças de Shakespeare em que ele participou anteriormente.

Porém, a lista cinematográfica do artista é de causar inveja em qualquer um. Logo, vamos citar aqui algumas das atuações mais evidentes do artista que fizeram seu currículo ao longo de sua carreira dentro do cinema.

1988 – 1999

Ao longo desses anos, Graham McTavish interpretou em 1988, o Tenente, em “Para Rainha e Country”, em 1989 interpretou Thangbrand em “Erik, o Viking”, em 1996 fez a voz de Doninha Bêbada no filme “O Vento nos Salgueiros”, interpretou, em 1997, Albany em “King Lear: um guia crítico” e Brutus em “Júlio César: um guia crítico”, e no ano de 1999 interpretou  Duque de Albany em “Rei Lear”.

2002 – 2008

Em 2002, Graham McTavish foi o funcionário da alfândega em “Ali G Indahouse”. Logo, em 2013 foi o detetive em “Pontilhe o i” e um capitão de submarino no “Lara Croft Tomb Raider: o berço da vida”, sendo que em 2004 foi um oficial romano em “Rei Arthur” e em 2008, foi o Lewis do “Rambo” e Martin da “Irmandade”.

2009 – 2010

Em 2009 o ano para Graham McTavish foi uma verdadeira loucura. Sendo assim, ele fez a voz de Loki para “Hulk Versus”, interpretou Big Marc Turner em “Green Street 2: Mantenha sua posição”, depois interpretou Ivan Sokoloff para “Homens Médios”, Geeves para “Penitência” e Capitão Riley para “Pandemia”.

Já em 2010, ele interpretou Dante, com voz, em “Dante ‘s Inferno: An Animated Epic” e “Earl Jansen” para Secretariado.

Outros trabalhos

A carreira de Graham McTavish não é formada só de cinema, teatro e televisão, uma vez que o artista possui outros afazeres no universo da arte. Sendo assim, podemos destacar em primeiro lugar, o mundo dos jogos, em que o ator está muito presente e mais recentemente, o universo da literatura.

Jogos

Poucas pessoas sabem disso, mas Graham McTavish é um intérprete de voz para jogos de vídeo. Logo, é bem possível que você aí que gosta de um videogame, já tenha ouvido a voz do ator sem saber que era ele.

Os jogos de vídeo estão cada vez mais reais e os produtores não se cansam de tentar aproximar cada vez mais os gráficos da realidade. Tanto os cenários, quanto os personagens, voz e jogabilidade tem ficado cada vez mais próximos do mundo real.

É pensando nisso que muitos atores profissionais são contratados para interpretar os personagens e narradores, a fim de dar mais vida ao material gráfico.  Sendo assim, esse é o caso de Graham McTavish, que possui uma lista gigantesca de trabalhos na área.

Com certeza podemos dizer que de jogo Graham McTavish entende e é por isso que vamos listar alguns dos seus trabalhos. Então, quem sabe você não se lembra da voz dele em algum jogo por aí…

2006 – 2008

Graham McTavish em 2006, no jogo “Killzone: Libertação”, fez a voz para infantaria e outros suportes relacionados. Sendo assim, no mesmo ano fez “Medieval II: Guerra Total” e “Lost Planet: Extreme Condition”, interpretando Vozes Adicionais e Orbital Elevator Operator, respectivamente.

Já em 2007, também fez Vozes adicionais para o jogo “Espada Celestial”, sendo que em 2008 ele fez “Planeta Perdido: Colônias”, outra vez como Orbital Elevator Operator e “007: Quantum of Solace” com Vozes Adicionais.

2009

A agenda de Graham McTavish para vozes em jogos, no ano de 2009, esteve lotada. Logo, ele fez em “Shadow Complex”, a voz do Comandante Lucius, em “Ninja Gaiden Sigma 2”, a voz de Carmesim, em “Uncharted 2: Between Thieves” fez a voz de Zoran Lazarevic e Captura de Movimento, em “Dragon Age: Origins” fez a voz de Arl Eamon Guerrin e Vartag Gavorn, em “Call of Duty Modern Warfare 2” fez a voz do arqueiro, em “Call of Duty Modern Warfare: Mobilized” fez Bell e Vozes Adicionais e finalmente em “Sabotador” fez Wilcox.

2010

Graham McTavish participou, no ano de 2010 de 5 jogos, dentre eles “Inferno de Dante”, em que, com sua carreira teatral riquíssima de Shakespeare, o ator não poderia faltar. Sendo assim, ele fez a voz de Dante Alighieri nesse jogo, Khan no “Metro 2033”, Quebra-Trovões no “Transformers: War for Cybertron”, Viktor Barisov em “Singularity” e Vozes Adicionais em “Call of Duty Black Ops”.

2011

Também em 2011, a agenda de Graham McTavish lotou de trabalhos relacionados a jogos. Logo, em “Warhammer 40.000: Dawn of War II – Retribuição” ele fez os sons dos veículos da guarda imperial, em “SOCOM 4: US Navy SEAL ‘s” fez ClawHammer Soldier N° 2, US Commander, em “Hunted: The Demon ‘s Forge” fez Caddoc, no jogo “Infamous 2” ele fez Joseph Bertrand III, em “Ace Combat: Assault Horizon” fez Ivan Stagleishov, em “Uncharted 3: Drake ‘s Deception” o ator fez Charlie Cutter, Zoran Lazarević e Captura de Movimento e, fechando com chave de ouro, fez “Guerra das Estrelas: A Velha República”.

2015 – 2019

Nesses 4 anos o artista fez apenas 3 atuações em jogos de vídeo. Sendo assim, no jogo “A Ordem: 1886” fez a voz do personagem Sebastian Malory e do Sr. Percival, no jogo “4 Uncharted: O Fim de Um Ladrão” ele fez a voz de Charlie Cutter e Zoran Lazarević e finalizou com “Guild Wars 2”, fazendo a voz de Bangar Ruinbringer.

Livros

Demorou quase 60 anos para que o ator Graham McTavish finalmente decidisse publicar uma obra literária. Todavia, mesmo assim não o fez sozinho e sim em parceria com o colega de profissão Sam Roland Heughan, muito conhecido pelo papel de Jamie Fraser na série “Outlander”.

O livro “Clanlands: Whiskey, Warfare e a Scottish Adventure Like No Other” foi destaque no New York Times, alcançando a lista dos livros mais vendidos e pelo que se sabe, outras pesquisas também elegeram o livro como um dos mais vendidos daquele ano de lançamento, 2020.

09 Curiosidades sobre Graham

Pai político

O pai de Graham McTavish sempre foi uma pessoa politicamente ativa segundo o ator, ele cresceu ouvindo os discursos do pai e seu posicionamento político. Talvez em função disso, ele tenha dado os nomes de suas duas filhas de Hope e Honor.

Comediante?

Antes de começar a atuar profissionalmente, Graham McTavish fazia esquetes cômicas com um amigo e as apresentava em qualquer lugar que eles pudessem. Sendo assim, esse foi o primeiro trabalho artístico do ator e podemos ter certeza de que ele nasceu para atuar.

Amigo doente

A grande oportunidade da vida de Graham McTavish, surgiu quando um professor pediu que ele substituísse um colega que havia ficado doente. Logo, a função era para atuar em uma peça teatral e após ele assumir o posto do colega, os olhos voltaram para ele e assim ele percebeu que ali era mesmo o seu devido lugar.

Videogame e Voz

Graham McTavish, para quem não sabe, é um grande fã de videogame. Sendo assim, o ator também dá uma palhinha nas vozes dos personagens de jogos, interpretando vários super-heróis ou elaborando alguns sons para os efeitos dos jogos. Legal, né?

O Hobbit

Possivelmente, um dos personagens mais marcantes da carreira do ator tenha sido Dwalin da Franquia “O Hobbit

Nômade 

O ator teve uma infância nômade, onde passou por vários países antes de ir morar onde está hoje, a Nova Zelândia. Logo, Graham McTavish nasceu na Escócia, morou no Canadá e nos Estados Unidos.

Shakespeare

Graham McTavish chegou a apresentar três peças de Shakespeare por mês, enquanto estava estudando artes cênicas. Essa grande oportunidade o fez adquirir um conhecimento muito vasto em relação à atuação. Conhecimento esse que possivelmente ele jamais iria adquirir encenando outras peças menos complexas. Todos sabem que Shakespeare é cheio de interpretações filosóficas e o contato com esse universo constante fez com que a figura de Graham McTavish evoluísse bastante.

Muita obra

Ao todo são cerca de 150 participações em produções artísticas entre cinema, teatro e jogos que Graham McTavish participou até agora. Logo, o artista que coleciona trabalhos artísticos, também coleciona títulos. Por exemplo, Prêmios Satélite, como Melhor Conjunto para televisão em “Outlander” e Prêmio TVA People ‘s Choice Voice Acting, como Melhor Performance Vocal Masculina em Série de Televisão em Papel Convidado, para “Castlevania” (Dracula). Sem contar as outras indicações.

Diploma

McTavish estudou na Queen Mary University of London, o que posteriormente lhe garantiu um diploma em Literatura Inglesa. Sendo assim, foi apenas dessa maneira que o ator conseguiu realmente se consolidar como um ator profissional, uma vez que sem esse diploma seria impossível atuar em peças como Shakespeare por exemplo.

você pode gostar também
Comentários