As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Elvis Presley Biografia

elvis presley morte 2 Elvis Presley Biografia

Elvis Presley foi um cantor, músico e ator dos Estados Unidos, nascido em 8 de janeiro de 1935, na cidade de Tupelo. Elvis se tornou um dos maiores ícones da música popular do século XX, conhecido como Rei do Rock. Do estado de Mississippi, EUA, ele se mudou para a cidade de Memphis, no Tennessee, aos 13 anos, acompanhado da família.

A carreira musical de Elvis teve início em 1954, quando gravou na Sun Records através do produtor Sam Phillips que tinha como objetivo ampliar o público alvo da música afro-americana. Presley tocava violão e era acompanhado pelo baixista Bill Black e também do guitarrista Scotty Moore. Eles fundiram a música country com o rhythm and blues, dando vida ao rockabilly.

No ano de 1955, D. J. Fontana se uniu ao grupo como baterista, dando início ao famoso quarteto de Elvis, sendo contratados pela RCA Victor, onde permaneceram por mais de 20 anos. O primeiro single do grupo foi lançado no início de 1956 e intitulado “Heartbreak Hotel”, tornando-se rapidamente o número 1 das paradas dos Estados Unidos. Nesse mesmo ano, Elvis estreou no cinema com o longa-metragem Love me Tender.

Dois anos depois, em 1958, o cantor foi convocado para servir como militar e conseguiu retomar sua carreira apenas dois anos mais tarde, trazendo novamente sucessos conhecidos e bem sucedidos. Porém, nessa época ele realizou pouquíssimos shows, se dedicando a fazer filmes e trilhas sonoras na maior parte da década de 1960.

Após pausa de sete anos, onde permaneceu sem apresentações ao vivo, ele retornou aos palcos para apresentar o especial “Elvis”, transmitido por canais de televisão. Esse concerto rendeu para ele uma série de turnês com cachês bem altos.

No ano de 1973, Elvis se tornou o primeiro artista a ter um show solo transmitido ao redor do mundo, o “Aloha From Hawaii”.

Com aparições bem sucedidas e músicas no topo das paradas mundiais, ele se tornou um ícone do rock and roll, estilo musical que estava ganhando cada vez mais fãs naquela época. As interpretações exageradas de músicas e o estilo provocante, misturado com influências potentes, em uma era transformadora sobre as relações raciais, o tornaram popular e muito polêmico, garantindo notoriedade.

Elvis foi um dos artistas mais vendidos da música no mundo, adquirindo sucesso em gêneros distintos, como o country, blues, gospel e pop. Venceu três Grammys e, com 36 anos, recebeu sua homenagem no Rock and Roll Hall of Fame.

Infelizmente, devido ao abuso de remédios, sua saúde foi gravemente danificada. Ele morreu de forma repentina no ano de 1977, com 42 anos, deixando um legado impressionante e uma legião de fãs. A sua morte intriga, até hoje, biógrafos que tentam entender o que realmente aconteceu naquele dia.

Fatos sobre a vida de Elvis Presley

NomeElvis Aaron Presley
GêneroMasculino
Famoso comoCantor, músico e ator
NacionalidadeNorte-americano
Nascido8 de janeiro de 1935
CônjugePriscilla Presley (1967 a 1973)
Morte16 de agosto de 1977

Quem foi

Elvis Presley foi um músico, cantor e ator norte-americano. Ele nasceu em 8 de janeiro de 1935, na cidade de Tupelo, no Mississippi, Estados Unidos. Seu primeiro contato com a música foi ainda na infância, quando Elvis frequentava a Assembleia de Deus acompanhado da família. Sua mãe lembrava que, aos dois anos, ele tentava cantar junto com o coral da igreja.

Quando se mudou para Memphis, Elvis continuou frequentando a igreja e sempre assistia aos cantos do evangelho. Ele se mostrava um grande fã da música gospel. Anos depois, quando Presley era um adolescente, os interesses musicais foram aumentando, sendo influenciado por muitos estilos musicais.

Seu primeiro violão foi um presente de seu pai, quando Elvis tinha 11 anos. Ele aprendeu a cantar e tocar o instrumento sozinho, sem treinamento algum e já mostrava grande talento para captar as músicas com facilidade. Após dominar o violão, ele começou a tocar piano e baixo.

Em 1954, com 19 anos, seu conhecimento sobre música era notável pois nunca havia estudado ou realizado treinamentos. Foi nesse ano que ele fez as primeiras gravações profissionais.

Elvis ficou conhecido por tocar seus instrumentos durante as gravações e era o responsável por produzir as próprias canções, tocando violão em grande parte das músicas dos álbuns RCA e Sun, produzidos na década de 50.

O músico tocou baixo na canção “You’re So Square – Baby I Don’t Care” e piano nas músicas “Old Shep” e “First in Line”, ambas produzidas em 1956. Anos depois, ele recebeu os créditos de pianistas em outros álbuns que gravou, como “From Elvis In Memphis” e “Moody Blue”, tocando piano em uma das últimas músicas gravadas por ele, a “Unchained Melody”. Já em sucessos como os singles “One Night” e “Are You Lonesome Tonight”, Elvis tocou guitarra.

O cantor foi uma das principais figuras do rockabilly, um estilo vocal cru, arrastado, emotivo e com semelhança ao blues, acompanhado de cordas e guitarra semelhante ao country.

Já na RCA, o som de Presley se diferenciou do rockabilly, através de vocais em grupo e guitarras amplificadas. Elvis ficou conhecido ainda por dar um tratamento rock n’ roll para músicas de outros gêneros.

Elvis lançou o primeiro disco gospel em 1957, com quatro músicas. O álbum alcançou rapidamente a marca de um milhão de discos vendidos, se tornando o EP mais vendido na história das músicas gospel.

Elvis se afastou por alguns anos da música para cumprir serviço militar, retornando apenas em 1960, com mudanças em seu estilo de música. Ele se apresentou no “68 Comeback Special”, onde apresentou algumas de suas músicas de sucesso mais antigas e também tocou canções de rock mais pesado.

Apresentando uma nova fusão entre o soul e o rock, nos anos 70, suas músicas voltaram para as paradas de sucesso, tocando em rádios frequentemente, principalmente com os singles country, campo em que o levou ao estrelato.

Um dos últimos shows do músico foi realizado em junho de 1977, em Indianápolis. Ele apresentou músicas que já não costumava cantar em seus shows, como “Bridge Over Troubled Water” e “Unchained Melody”.

Presley desenvolveu, no auge de sua carreira, vários problemas de saúde relacionados ao aumento de peso e também ao uso desenfreado de remédios controlados, deixando até de aparecer em público.

Related Posts

O mundo foi surpreendido com a morte precoce do ícone Elvis Presley em 16 de agosto de 1977, quando o artista sofreu um colapso fulminante devido a disfunções cardíacas. No entanto, sua morte gerou controvérsias até hoje.

Sua mansão, conhecida como Graceland, se tornou um local de encontro para que fãs de todo o mundo façam homenagens, recebendo visitantes até hoje. Quando a morte do cantor foi anunciada, os fãs esgotaram oito milhões de cópias de seus discos no período de cinco dias.

Carreira

Elvis gravou, entre julho de 1953 e junho de 1954, algumas canções em forma experimental na Memphis Recording Service. Em julho de 1954 o cantor deu início a uma carreira profissional, mês que também é considerado o início do rock n’ roll. Ele gravou as músicas “Blue moon of Kentucky” e “That ‘s all right”, presentes em seu primeiro disco. No mesmo ano, elas foram reproduzidas pelas rádios de Memphis e se tornaram sucesso.

O cantor foi convidado para a primeira entrevista e sua música “Blue moon of Kentucky” conquistou o primeiro lugar da Billboard, na categoria country. Na mesma época, o primeiro show é realizado em Memphis e em seguida, o primeiro show em outro município, desta vez em Nashville. A primeira apresentação fora do estado em que residia aconteceu em Atlanta – Geórgia.

O sucesso nacional de Elvis teve início em 1955, suas apresentações eram cheias de polêmicas e ele se destacou em programas de rádios e televisão. As músicas “Mystery Train”, “Baby, Let’s Play House” e “I forgot to remember to forget” invadiram as principais paradas musicais dos Estados Unidos. O jeito extravagante e o rebolado de Elvis se tornaram a marca do músico.

O reconhecimento internacional chegou para Elvis em 1956, com diversas influências que ameaçavam os conservadores da época. Ele foi o responsável por fundar um novo estilo de música e seus álbuns se tornaram grandes sucessos em todo o globo, dando a ele o título de Rei do Rock e o levando a um patamar de super estrela. Elvis foi uma revolução cultural do século XX, influenciando muitos artistas que chegaram depois.

Em outubro de 1956 Elvis se apresentou para um público de 27 mil pessoas, algo incomum para shows de artistas solo naquela década. Em 1957, ele gravou o primeiro álbum gospel, com quatro músicas. Nesse mesmo ano, ele se destacou em um show de Los Angeles, considerado um de seus melhores momentos, quando fez uma apresentação sensual e considerada provocativa pelos conservadores.

Ainda em 1957, Elvis fez show no Canadá, única vez que se apresentou fora do país nativo e também comprou sua mansão, chamada Graceland.

Elvis precisou deixar a carreira musical de lado após ser convocado para servir o exército americano. Ele serviu na Alemanha entre 1958 e 1960. Nesse período, houve a morte de sua mãe, causando grande impacto emocional no artista e influenciando até mesmo sua vida pessoal e profissional.

Presley retornou da Alemanha em 1960, performando na televisão durante o programa The Frank Sinatra Show. Esse espetáculo deu ao cantor um novo público e bateu recordes de audiência na época. Ainda na década de 60, Elvis lançou mais um álbum gospel, como forma de homenagear sua mãe e se tornando um grande sucesso para o público. Em 1961 o cantor foi homenageado com o “Dia Elvis Presley” em todo o estado do Tennessee.

Além do sucesso na música, Elvis também se dedicou a estrelar alguns filmes que se tornaram sucesso de bilheteria. Suas atuações podem ser vistas em Flaming Star, Follow That Dream, Wild In The Country, Kid Galahad, Fun in Acapulco, Roustabout e Viva Las Vegas.

Com uma carreira de sucesso em 1965, suas produções no cinema e também musicais começaram a perder qualidade quando o artista passou por um período de alienação.

Em 1967 Presley retomou o sucesso com o disco gospel “How Great Thou Art” e surpreendeu críticos e fãs. Esse álbum rendeu ao músico um Grammy e também o Oscar da música. Entre 1966 e 1967, Elvis interpretou diversas canções diferentes que mostram o talento natural para a música. Porém, essas gravações só ganharam reconhecimento em 1990. No natal de 1968 foi ao ar um programa especial intitulado “Elvis NBC TV Special”. Esse megaprograma foi considerado o primeiro acústico da história da música.  

Elvis retornou aos palcos no ano de 1969, oito anos após a última apresentação. Dessa vez, o show aconteceu em Las Vegas, onde passou a se apresentar regularmente. Nessa época ele passou a amadurecer as apresentações e se tornou experiente, profissional e exuberante. Seu repertório era escolhido por uma equipe muito qualificada, tornando o astro aclamado pela crítica.

Entre 1970 e 1972 várias turnês foram realizadas por Elvis nos Estados Unidos devido ao sucesso da música “That’s the way it is”. Um novo filme foi idealizado para mostrar a vida de Presley, lançado ao final desse período o documentário chamado “Elvis on Tour”, que ganhou um Globo de Ouro. Elvis se apresentou em 1972 na Madison Square Garden, em Nova York, com mega-produções, quebrando recordes de público.

Mesmo com problemas pessoais e também de saúde, em 1973, Elvis foi o primeiro artista a se apresentar via satélite no mundo, tendo seu show transmitido em diversos países. Chamado de “Aloha from Hawaii”, o especial foi visto por 1 bilhão de pessoas.

Na década de 70 Elvis embalou muitos shows e reuniu milhares de pessoas para assisti-lo. A sua última apresentação aconteceu em junho de 1977, em Indianápolis.

 Infância e juventude

Elvis nasceu em Tupelo, uma cidade do estado de Mississippi (EUA), no dia 8 de janeiro de 1935. Ele foi o sobrevivente de um parto gemelar onde o irmão nasceu morto. Seus primeiros anos de vida foram marcados pela devastação de um furacão que acometeu a cidade em 1936. Graças a essa tragédia, o estado americano de Mississippi que era considerado um dos mais racista do país, brancos e negros se uniram para reconstruir a cidade.

O cantor foi educado sem ordem étnica, sexual, financeira ou econômica. Foi criado pela mãe, pois seu pai foi preso quando Elvis tinha apenas 2 anos de idade, em 1937, acusado de estelionato, sendo libertado em 1941.

Logo depois, a família foi despejada do local em que moravam, precisando se mudar para a casa dos avós paternos de Elvis. No ano de 1945, Presley participou de um concurso para novos talentos na Feira Mississippi-Alabama e foi o segundo colocado após apresentar a música “Old Shep”. Na ocasião, ele recebeu prêmio em dinheiro e ingressos para todos os brinquedos da feira. Ainda em 1945, o pai de Elvis deu a ele um violão de presente, que se tornou seu fiel companheiro.

No ano de 1948, a família se mudou para Memphis e moraram em locais precários por alguns anos. Elvis, quando atingiu um pouco mais de idade, em 1948, passou a trabalhar como lanterninha de cinema e motorista para ajudar a família, concluindo os estudos no ano de 1953. Em suas horas vagas, ele tocava o violão constantemente, além de tentar aprender piano.

Em sua juventude, as influências do músico foram o estilo pop, o country e a música gospel. Ele também ouvia ópera e músicas erudita, tendo como um dos maiores ídolos Mário Lanza.

Relacionamentos

Elvis se casou com Priscilla Presley em 1 de maio de 1967, em Las Vegas. Desse casamento, nasceu, em 1 de fevereiro de 1969 sua única filha, Lisa Marie Presley. A separação de Elvis e Priscilla aconteceu em janeiro de 1973.

Algum tempo depois, o artista assumiu um romance com Linda Thompson, porém, não teve longa duração. Nos últimos meses de vida, Elvis também namorou a atriz Ginger Alden.

você pode gostar também