As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Caitriona Balfe: Biografia

csm caitriona balfe 1 f09c92cc4b Caitriona Balfe: Biografia

Modelo e atriz, Caitriona Balfe carrega em seu currículo uma trilha enorme de envolvimentos com o mundo da moda e do cinema. Sendo assim, nascida em 1979, a estrela das telas e passarelas ficou muito conhecida por interpretar Claire Fraser, na série Outlander.

Caitriona Balfe mora na Escócia, na cidade de Glasgow, mas é uma irlandesa de Dublin, cidade que hoje tem cerca de 2 milhões de habitantes e é uma das mais antigas de toda a Europa. Logo, existem muitas construções antigas na cidade, o que reflete um ambiente rico em cultura.

Resumidamente, a biografia da atriz envolve o sucesso que ele teve no mundo da moda, desde que deixou de estudar para ser atriz em Dublin, e seu retorno posterior, após longos dez anos afastada do ambiente das artes cênicas.

Talvez o fato de ela ter seguido sua intuição naquela época e adiado o sonho atuar no cinema, possa ter garantido um ambiente mais suscetível ao sucesso da atriz. O que você acha?

Fato é que a irlandesa não desistiu e seguiu em frente, mesmo que seus objetivos pessoais não estivessem sido alcançados de forma integral naquele momento. Ela passou por dezenas de empresas no mundo da moda e posou em muitas fotos que a fizeram chegar a ser uma das 20 modelos no mundo, mais requisitadas.

NomeCaitriona Balfe
GêneroFeminino
Principal papelClaire Fraser
NacionalidadeIrlandesa
OcupaçãoModelo e atriz
Nascimento04 de outubro de 1979
Conhecido porCaitriona Balfe

Infância

Pode-se imaginar a infância de Caitriona Balfe, com base na ideia de que a Irlanda é um país de primeiro mundo e que ostenta uma das melhores qualidades de vida do planeta. Ela nasceu em Dublin, período em que a Irlanda já havia se recuperado da Segunda Grande Guerra, filha de uma família com 7 irmãos.

Provavelmente, quando era criança brincou muito pela Vila Tydavnet, situada próximo de Monaghan, afinal, foi nesse local que a atriz e modelo mundial passou parte da sua infância.

Filha de um ex-sargento, a educação foi rígida, porém nem tanto. Sendo assim, o pai que também sempre foi aficionado por artes cênicas, se tornou fonte de inspiração para a filha que teve a oportunidade, já quando era criança, de assistir a algumas apresentações de um grupo teatral do pai.  

Caitriona Balfe nasceu em Dublin, na Irlanda, e cresceu na vila de Tydavnet, perto de Monaghan, numa família com sete irmãos. O seu pai é um sargento reformado da Guarda Siochána.

O fato do seu pai ser militar, irritou muito os vizinhos quando eles chegaram na cidadezinha. Segundo os mesmos, a família não era bem vinda porque ali eles não gostavam de policiais. Logo, com a Europa tendo passado pelos horrores do fascismo, é natural que as pessoas passem a não querer mais nenhum tipo de instituição que simbolize algum tipo de repressão. Portanto, a infância de Caitriona Balfe foi uma infância boa, apesar de que ela afirma não ter tido o luxo que conhece hoje.

Carreira

De fato, tudo começou a acontecer na vida de Caitriona Balfe já no ano de 1999, ainda quando ela estudava artes cênicas na DIT Conservatory of Music and Drama. Afinal, foi nesse ano que ela recebeu uma proposta para trabalhar como modelo em Paris, naquela época, deixando de lado a ideia de atuar nas telas do cinema.

Em relação às artes cênicas, a vida de Caitriona Balfe formou um hiato entre 1999 e 2009, de modo que foi só dez anos depois que a atriz voltou a atuar.

Basicamente, para chegar a receber três indicações ao Globo de Ouro por Melhor Atriz de Drama de TV, uma atriz ou um ator, precisam desempenhar uma excelente interpretação. Logo, esse foi o caso que aconteceu na série Outlander.

Talvez essa seja uma das últimas conquistas mais intensas da carreira de Caitriona Balfe e que marcou de uma vez por todas a sua trajetória. Todavia, não foram apenas essas indicações que marcaram a história da atriz, de modo que, ela ainda carrega em seu currículo um prêmio BAFTA, dois Saturn Awards e dois People ’s Choice Awards, além de alguns outros prêmios.

Embora tenha uma extensa carreira como modelo, Caitriona Balfe atualmente não está exercendo essa função. Sendo assim, muitos podem se perguntar o motivo disso acontecer, mesmo porque ela poderia escolher as marcas com quem quer trabalhar, visto a significativa história que a mesma construiu como modelo.

O fato é que Caitriona Balfe andou se incomodando com algumas empresas que trabalhou e isso lhe causou uma certa frustração. Todavia, não se sabe se foi exatamente isso, ou se foi apenas um estopim, uma vez que a atriz havia declarado posteriormente que nunca foi um grande sonho se tornar modelo e simplesmente esteve envolvida nesse meio por conveniência.

Na época, a modelo passou por alguns inconvenientes relacionados à calotes que recebeu de algumas empresas que a contrataram para trabalhar. Então, decidida a mudar de atividade, após 10 anos desempenhando atividades como modelo, Caitriona Balfe voltou a estudar para que pudesse dar início na carreira de atriz.

Filmes

Como já dissemos anteriormente, Caitriona Balfe passou um longo período afastada do seu grande sonho de se tornar uma atriz de cinema. Sendo assim, as coisas mudaram após alguns infortúnios que a fizeram deixar a carreira de modelo, quase que inteiramente.

2006

O ano de 2006 foi um parêntese na vida de Caitriona Balfe, que teve uma oportunidade única de marcar presença no cinema, a níveis Hollywoodianos. Sendo assim, a produção de comédia que fez sucesso mundial, “The Devils Wear Prada”, no Brasil, “O Diabo Veste Prada”, foi a primeira produção que abriu as portas para a modelo. 

Podemos dizer que o filme veio para Caitriona Balfe, assim como estar no lugar certo, na hora certa, com a experiência de vida certa para o filme sobre moda certo. Afinal, Caitriona Balfe não poderia ficar de fora dessa produção e tanto os produtores quanto ela, saíram no lucro de se combinarem tanto. 

2009

Foi então em 2009, dez anos após ter suprimido sua vontade de ser atriz, que ela conseguiu participar e realizar sua primeira produção. Logo, o material foi um documentário chamado “Picture Me”, em que, além de aparecer como ela mesma, também foi uma das produtoras do documentário.

Daí em diante, as coisas realmente começaram a andar em um ritmo lento, porém, constante. Sendo assim, nesse mesmo ano de 2009, ela ainda participou de um curta-metragem intitulado “Herculean Effort”, em que ela interpretou a personagem Emily.

2011

Na sequência de atividades relacionadas ao cinema, em 2011 a atriz também deu as caras em “Super 8”, interpretando a personagem Elizabeth Lamb e “Lust Life”, interpretando a personagem Aubrie.

2012

A fim de confirmar que ela não pararia por aí, os anos seguintes foram marcados por uma sequência de atuações. Por exemplo, em 2012, com “The Wolf”, interpretando Sally e “Lost Angeles”, interpretando Veronique.

2013

Já em 2013 a agenda de Caitriona Balfe ficou lotada. Sendo assim, o espaço foi ocupado por “Crush”, onde ela interpretou Andie, “Now You See Me”, interpretando Jasmine Tressler e “Escape Plan” em que foi a personagem Jessica Miller.

2015 – 2021

Related Posts

Os anos subsequentes foram marcados por mais atuações que abriram espaço para o sucesso posterior da atriz. Logo, em 2015 ela interpreta Gabrielle Bloch, no filme “The Price of Desire”, em 2016 a personagem Diane Lester, para o filme “Money Monster”, em 2019 ela assume a personagem Mollie Miles, no filme “Ford VS Ferrari” e finalmente em 2021, ela é a personagem Ma, do filme “Belfast”.

Programas de TV e Séries

Já sabemos que Caitriona Balfe tem uma vasta experiência quando se trata de lidar com o público. Logo, a atriz irlandesa que sonhou em ser atriz, porém migrou para o mundo da moda, chegou a participar efetivamente na TV.

A volta de Caitriona Balfe para o universo das artes cênicas fez com que a atriz pudesse ter grandes oportunidades, sempre amparadas pelo fato do seu sucesso anterior no universo da moda. Todavia, sabemos a distância existente entre os universos da moda e do cinema, e foi por esse motivo que a atriz voltou a estudar artes cênicas antes de iniciar as atividades no audiovisual.

Afinal, após 10 anos depois de deixar os estudos, era preciso se especializar novamente e foi isso que ela fez. Sendo assim, todo seu esforço rendeu, além dos filmes, algumas aparições de muito sucesso na TV.

2010

Tudo começou em 2010, quando ela apareceu no “The Model Scouts”, nesse caso, como ela mesma. Logo, para a grande surpresa do mundo inteiro, em 2014 surgiu uma série que viria mudar de uma vez por todas a história da atriz.

2014

Outlander veio com tudo, oferecendo ao público muitas emoções que envolvem dois ambientes distintos; o período da Segunda Guerra Mundial e posteriormente, por uma acontecimento misterioso, a Idade Média.

Nesse sentido, bem sabemos a intensidade que esses temas tocam o público e abordar os dois de uma só vez foi uma proposta de muita ousadia e esperteza. Sendo assim, todos esses fatores contribuíram para que a série viesse a se tornar uma grande oportunidade na carreira cinematográfica de Caitriona Balfe.

Interpretando Claire Elizabeth Beauchamp, a atriz que havia deixado o mundo da moda fazia cinco anos, agora se destaca como protagonista de uma série de sucesso global. Logo, sua atuação se tornou uma grande referência, o que lhe rendeu três indicações ao Globo de Ouro.

2019

Agora, já com o pé firme dentro do universo global do cinema, ficou fácil para a atriz expandir seu currículo nesse universo, uma vez que em, em 2019, participou fazendo a voz da personagem Tavra, em “The Dark Crystal: Age of Resistence”, uma série em animação para TV.

Universo digital

Caitriona Balfe é uma das grandes atrizes que brilham no cenário mundial. Sendo assim, é bem provável que muito desse brilho se deu por causa da gigantesca expansão do universo digital na vida das pessoas.

Antes, o que seriam necessários contratos ultra complicados para expor algum trabalho em determinado país, hoje se mostra com uma facilidade jamais vista antes. Logo, através das diversas plataformas de streaming, é possível ter acesso a uma infinidade gigantesca de produções no mundo todo.

2012 – 2013

Foi nesse sentido que, já em 2012, Caitriona Balfe participou da sua primeira produção voltada para o universo digital, a “The Beauty Inside”, interpretando Alex #34, em uma parceria que rendeu 5 episódios.

Antecedendo o grande sucesso posterior em Outlander, Caitriona Balfe participou de 7 episódios em “H+: The Digital Series”, interpretando Breanna Sheehan.

06 Curiosidades sobre Caitriona Balfe

Não foi bem-vinda

Quando era criança, por causa de alguns conflitos no país, sua família precisou se mudar para uma outra cidade e lá eles não foram bem recebidos pelos vizinhos, porque seu pai era um policial e no lugar os moradores não gostavam de polícia.

Verdadeira Inspiração

Ela se inspirou no seu pai, que era um homem que adorava peças teatrais, inclusive ele tinha um grupo que fazia pequenas apresentações. Segundo a atriz, o pai foi uma das pessoas que mais a inspirou nesse sentido.

Rumo a Paris

Quando tinha mais ou menos 18 anos, enquanto arrecadava fundos na rua da cidade para instituições de caridade, Caitriona Balfe recebeu uma proposta para ir trabalhar como modelo em Paris e foi aí que tudo começou na sua carreira.

Caloteiros

Quando trabalhava como modelo, Caitriona Balfe recebeu alguns calotes que a fizeram desanimar da carreira que ela havia construído. Segundo a atriz, ela acredita que trocou tão facilmente a carreira de modelo pela de atriz, pelo fato de nunca ter sido o seu verdadeiro sonho se tornar uma modelo.

Voltou a estudar

Quando a atriz decidiu parar de trabalhar como modelo e se dedicar inteiramente ao audiovisual, ela precisou voltar a estudar, passando por três escolas de atuação, onde pode aprender muito para que pudesse realmente encarar o ambiente cinematográfico. Sendo assim, muita gente pensa que ela simplesmente saiu de um emprego e foi para o outro, porém, não foi bem assim. Foi preciso muita dedicação e estudo para que ela realmente se consolidasse como uma atriz de sucesso.

Baixinha?

Por mais incrível que pareça, Caitriona Balfe disse em entrevista que é a mais baixa de todas as suas irmãs. Então eu fiquei pensando que então, suas irmãs devem ser bem altas.

você pode gostar também