As Melhores Notícias Sobre Tecnologia, Games e Muito Mais

Biografia Isaac Newton

Isaac Newton Biografia Isaac Newton
Via Wikipédia

Isaac Newton foi um cientista inglês, mais precisamente um escritor matemático, astrônomo e físico, que viveu entre os anos de 1643 e 1727, tendo grandes contribuições para a civilização humana, através de suas descobertas no campo da natureza, da física, da astronomia e da matemática.

Ele é o famoso criador da Lei da Gravidade Universal, sempre associada nos contos e produções, a maçã que caiu sobre sua cabeça. Mas, além da gravidade, Newton também criou as leis do movimento e a lei da refração da luz, que são duas teorias também muito importantes, e ainda regem o pensamento atual.

Isaac Newton tinha exatamente o mesmo pensamento que Galileu Galilei, que era o de provar o funcionamento das coisas através da matemática, com leis básicas, responsáveis por reger todo o funcionamento do planeta Terra e de todo o universo.

Assim, as contribuições do cientista vão muito além do teor de suas descobertas, mas estão ligadas também a ser um dos grandes responsáveis por fazer com que a sociedade começasse a entender todos os fenômenos como algo natural, explicável através da pura matemática e da física, e não algo fantasioso, místico, como era o pensamento da época.

Fatos Rápidos sobre a vida de Isaac Newton

NomeIsaac Newton
GêneroMasculino
Famoso comoMatemático, Astrônomo, Físico e Escritor
NacionalidadeInglês
Signo do zodíacoSagitário
Nascimento4 de Janeiro de 1643
Falecimento31 de março de 1727
Conhecido por criarA lei da Gravidade Universal
As leis do movimento
A lei da refração da luz

Quem é Isaac Newton?

Isaac Newton é indiscutivelmente uma das mentes mais brilhantes que já existiram até os dias atuais, a nível de Aristóteles, ou de um platão, e antes de partir, conseguiu deixar um legado único, que moldou toda a ciência que existiu depois dele. É um grande divisor de águas dentro da ciência, que conseguiu deixar seu nome cravado na história da humanidade.

Sua contribuição vai muito além de suas descobertas, uma vez que ele foi o grande responsável por mudar todo o modo como a ciência era feita, começando a tratar todos os fenômenos existentes como a mais pura física, através da mais pura matemática.

Esse era um posicionamento que ainda era pouco comum na época, mas que foi amplamente difundido pelo cientista, que conseguiu conquistar toda a sua fama ainda em vida, sendo inclusive condecorado como um Sir da rainha.

Sua lei da gravidade e dos movimentos permitiram observar o universo não como algo totalmente místico e desconhecido, mas sim como uma máquina, que funciona através de leis que regem seus fundamentos básicos, como é o caso da própria gravidade.

Outro ponto que chama a atenção sobre o cientista, é que poucos se dedicaram tanto à ciência, abdicando bastante de outras áreas de sua vida, sendo extremamente focado em seus estudos, trabalhos e pesquisas. E esse é justamente o segredo de Isaac Newton, a mistura de capacidade e esforço extremo, que o transformaram em um dos estudiosos mais memoráveis que já existiram.

Como foi a infância de Isaac Newton?

Como mencionado, Isaac Newton nasceu no dia 4 de janeiro do ano de 1643, em Woolsthorpe Manor, na Inglaterra. Um fato interessante sobre sua infância, é que Newton nunca chegou a conhecer seu pai, que também tinha o nome de Isaac Newton. Isso porque, alguns meses antes de seu nascimento, seu pai acabou falecendo, deixando sua esposa, Hannah Ayscough, já no período final da gestação.

Ele também acabou nascendo prematuro, o que criou uma dificuldade inicial sobre sua vida ainda nos primeiros dias, principalmente devido às condições da época. Mas ele conseguiu se recuperar, crescer normalmente, e seguir sua vida.

Outro ponto que também chama a atenção sobre a infância do cientista, é que sua mãe acabou casando-se novamente, com Barnabas Smith, com o qual teve mais três filhos, que são irmãos de Isaac Newton: Hannah, Benjamin e Mary.

Ao casar-se com Smith, porém, Newton acabou sendo deixado para viver com sua avó, mãe de Hannah, isso quando ele tinha cerca de três anos de idade. Esse fato não agradou muito o jovem Isaac Newton, que nunca gostou de seu padrasto, e passou a não ter uma boa relação com sua mãe, por ela ter se casado novamente e o deixado para trás.

Infelizmente, cerca de 7 anos depois de se casar novamente, Hannah acabou ficando viúva pela segunda vez. Com isso, passou a viver novamente com Newton e sua mãe. Mas, independentemente de tudo, Isaac Newton teve uma infância e juventude significativamente boa, em uma família fazendeira. Mas não era rico, tanto que, futuramente, ao entrar na Universidade, estudou como bolsista.

Em qual universidade Isaac Newton estudou?

Isaac Newton começou seus estudos iniciais na escola The King ‘s School, localizada em Grantham, ficando por lá entre os seus 12 até os 17 anos de idade. Sua entrada na universidade ocorreu no ano de 1661, quando ele tinha 18 anos de idade, e foi nada mais nada menos do que no Trinity College, que é uma parte da própria universidade de Cambridge, que é uma das melhores e mais antigas universidades do mundo, localizada na Inglaterra, e onde formou-se em bacharel em humanidades.

Por lá, ele acabou ficando por dois períodos distintos, entre os anos de 1661 até 1665, e também entre os anos de 1667 e 1668. Basicamente, entre 1661 e 1668, Isaac Newton recebeu sua formação por essa universidade. E mesmo após sua formação, acabou voltando para o mesmo local, agora como um de seus mestres.

Essa pequena parada que Newton deu em seus estudos foi devido a Peste Negra, que acabou matando milhares de pessoas no país, obrigando que a universidade fosse fechada.

Isaac Newton teve esposa e filhos?

Um fato interessante sobre a vida de Isaac Newton é justamente a sua vida amorosa, ou melhor, a ausência dela. Isso porque, em seus 84 anos de vida, nunca houve relatos concretos do envolvimento do cientista com nenhuma mulher.

A grande verdade indiscutível, é que ele nunca se casou ou teve filhos, isso porque seu tempo era quase integralmente voltado para seus trabalhos e estudos, sendo alguém realmente bastante obcecado por aprender e descobrir. Segundo algumas teorias, estima-se que, na verdade, Isaac Newton tenha morrido virgem.

Qual foi a maior descoberta de Isaac Newton?

De uma forma geral Isaac Newton contribuiu significativamente para o desenvolvimento da sociedade moderna, dando início a uma ciência mais racional, matemática, com conhecimentos através de leis explicáveis, que regem o sentido das coisas.

Indiscutivelmente, sua teoria mais conhecida, que acaba dando maior fama ao cientista, é a Lei da Gravidade Universal, que o imaginário popular associa o seu descobrimento a uma maçã que caiu sobre a cabeça de Newton.

Bem, a verdade é que, embora não seja bem assim, realmente começou a raciocinar sobre isso ao observar uma macieira, tendo inclusive alguns relatos de pessoas próximas a ele que afirmam isso.

No entanto, essa não foi a única contribuição que ele deixou, como mencionado, ele foi o responsável por mudar os pensamentos desde sua época, sendo considerado o pai da ciência moderna, que é pautada em matemática, leis imutáveis, razão, leis da física, etc. sendo ele o primeiro cientista a se ater a esse viés. Vejamos então algumas de suas descobertas:

Lei da gravidade de Newton

A lei da gravidade descrita por Newton é relacionada à própria massa dos corpos, onde, segundo ele, dois corpos com massa sofrem uma atração mútua entre eles, e essa atração é proporcional a sua massa.

Essa é a idéia do chamado campo gravitacional, que é o que faz a Terra girar em torno do sol, e também a lua girar em torno da Terra, bem como os seres humanos estarem fixados no solo, e das coisas caírem no chão, sempre que são soltas.

A ideia central da lei, relatando o campo gravitacional, é uma grande verdade, embora a forma geral como ela é descrita acabou sendo superada alguns séculos depois, sendo substituída pela Lei da Relatividade de Albert Einstein. Mas, obviamente, que foi Isaac Newton que descobriu a gravidade, e a força que ela possui, e muito mais que isso, retirou todo o misticismo que existia até o momento, dando início à ciência moderna.

Leis do movimento

Junto com a lei da gravidade, na mesma obra, Isaac Newton publicou também suas três leis do movimento, que são conhecidas como 1º, 2º  e 3º lei de Newton, bastante comuns ainda nos dias atuais, que são a base de toda a dinâmica, e dos movimentos mecânicos modernos.

1º lei de Newton

Essa é a chamada lei da inércia, onde diz que todo corpo continua em movimento ou em repouso contínuo até que alguma outra força externa o obrigue a deixar o seu estado.

2º lei de Newton

Está ligada a aceleração, ou melhor, a chamada força resultante, que é bastante difundida atualmente. É também uma lei de extrema importância.

3º lei de Newton

Trata-se da lei da ação e da reação, onde quando uma força é aplicada sobre um objeto, essa mesma força é aplicada pelo objeto em quem o aplicou.

Lei da refração da luz

Essa lei trata justamente do que ele chama de impureza da luz branca, que na verdade é formada por diversas outras cores juntas, partindo justamente da refração que a luz do sol sofre ao passar por um prisma polido, de dispersando em várias cores diferentes.

Segundo ele, as cores dos objetos são provenientes justamente da sobreposição de uma dessas cores em relação às outras, dando assim cores diferentes às coisas, dependendo da refração dessa luz. Baseado nessa refração da luz, ele acabou criando um telescópio de refração, que era diversas vezes mais potentes do que os que existiam na época.

Principais obras de Newtons

Essas são suas leis mais conhecidas, mas suas descobertas vão muito além disso, com várias contribuições também na área da matemática. Basicamente, todas as suas obras foram escritas e publicadas por ele, dando muito reconhecimento e fama quando ele ainda era vivo. Suas principais obras publicadas foram:

  • Princípios Matemáticos da Filosofia Natural, ou apenas “Principia” – de 1687.

É nessa obra que o cientista trata sobre a lei da gravidade, e também sobre diversos outros pontos relacionados a matemática, física e a mecânica. Foi nessa obra onde ele descreveu suas leis do movimento, tão conhecidas atualmente. É a principal obra de Newton, sendo também uma das principais obras dentro de toda a ciência como conhecemos.

  • Óptica – de 1704

É nessa obra onde ele trata justamente sobre a refração da luz, sobre as cores, sobre a formação das cores nos objetos, etc. É também uma importante obra do cientista, que obteve grande destaque em todo o mundo. Mas, além dessas, ele também escreveu outras obras, como:

  • Arithmetica Universalis – de 1707
  • Method of Fluxions  – de 1671

Quando e como morreu Isaac Newton?

Um fato interessante sobre a vida de Isaac Newton é justamente sua longevidade, uma vez que o cientista viveu até os 84 anos de idade, que é uma idade consideravelmente alta, mesmo para os dias atuais, imagine em período entre o fim do século XVII e início do século XVIII. Vale lembrar que ele passou pelo período de plena Peste Negra, que simplesmente devastou vários países europeus.

Na parte final de sua vida, ele passou dedicando-se a seus estudos, já bastante renomado em todo o mundo, como o grande cientista que era. Mas exercia também a função de diretor da casa da moeda britânica.

Então, depois de dedicar-se a ciência por mais de 60 anos, já com uma idade bastante avançada, e com muito esforço, dedicação e descobertas oferecidas a humanidade, o mundo acaba perdendo, no dia 31 de março do ano de 1727, aquele que foi um de seus maiores cientistas, pai da ciência moderna.

O local de seu falecimento foi em Kensington, mais precisamente em Londres, na Inglaterra, mesmo país que trouxe essa mente ao mundo. Após sua morte, ele foi enterrado na Abadia de Westminster, também em Londres. E é exatamente nesse local onde ele se encontra, mesmo nos dias atuais.

você pode gostar também
Comentários