De acordo com o site Tech Crunch, um grupo de hackers desenvolveu um novo jailbreak. Dessa forma, para desbloquear, praticamente todos os iPhones.

Trata-se de um jailbreak – recurso que passa a administrar aparelhos –  compatível com iOS. Ou seja, com o sistema operacional dos dispositivos Apple.

Acredita-se que o grupo conseguiu a “façanha” por detectar “brechas” no sistema operacional da Apple. Assim, passando a administrar iPhones e conseguindo desbloquear aparelhos à distância.

Desbloqueio de quase todos os iPhones

Por exemplo, tal ferramenta seria capaz de desbloquear iPhones com iOS 11 até o iOS 14.3. Além disso, também modelos dos mais antigos, como o iPhone 5s até os mais novos, os iPhones 12.

Por outro lado, a Apple já conhece a ação. Por meio de comunicado oficial, a a empresa afirmou reconhecer a falha CVE-2021-1782. Além disso, que tal erro está sendo explorado por hackers.

No entanto, a empresa não fez referencia ao novo jailbreak. Porém, acredita-se que a Apple já está tomando providências, a fim de barrar o desbloqueio de iPhones por esta via.

Vale ressaltar que a Apple já não permite a atualização de modelos mais antigos de iPhones. Por exemplo, modelos 5 atualizam, no máximo, para a versão 12 do iOS.

A Apple, no entanto, já lançou as versões iOS 14.3. Em breve, deve liberar a 14.5. Por fim, o iOS 15 para iPhones e demais acessórios da marca.

Mais sobre os jailbreaks

O jailbreak é um termo que significa um processo que permite acessar o sistema iOS da Apple. Dessa forma, consegue acessar recursos e fazer operações não autorizadas.

Em geral, os jailbreaks são desenvolvidos pelos chamados hackers.

Vale ressaltar que os fabricantes não recomendam utilizar deste meio para acessos e modificações em dispositivos. Isso porque, além de ser uma pratica sem autorização, pode infectar aparelhos.

Não só como a Apple, mas outras empresas fabricantes de celulares são “vítimas” deste tipo de ação não autorizada. Por exemplo, sistemas que “invadem” dispositivos com sistema Android também.

 

 

Com informações da Apple e da Tech Crunch