O eletrocardiograma (ECG) do Apple Watch está fazendo o maior sucesso. Além disso, já é possível fazer uma nova atualização. Com isso, de acordo com a Apple, você os dados sobre a saúde do seu coração ainda mais precisos.

Isso porque a função ECG dos relógios inteligentes da “maça” já podem ser atualizados para a versão watchOS 7.3. Aliás, a atualização já foi teve até a autorização da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A seguir, você confere, então, como fazer a atuação do seu ECG no Apple Watch

Como saber a versão do meu ECG?

Primeiramente, é necessário conferir se a versão watchOS 7.3. do seu Apple Watch está ativa. Porém, isso é simples: basta ver no relógio ou no seu iPhone.

Para conferir diretamente no Apple Watch

  1. Abra o aplicativo Ajustes.
  2. Então, vá na opção “Coração ECG”.
  3. Assim, aparecerá a versão.

Pelo iPhone

  1. Vá no aplicativo “Saúde”.
  2. Em seguida, escolha a aba “Explorar Coração”.
  3. Acesse “ECG > Sobre”.
  4. Assim, a verão do seu app para ECG irá aparecer na seção ao lado de “Versão do Recurso”.

Mas, afinal, como atualizar o ECG?

Primeiramente, você terá de fazer a atualização no iPhone. Em seguida, no Apple Watch para a última versão do sistema, certo? Isso porque, sem este procedimento, não aparecerá opção para atualizar.

Em seguida, tendo feito a atualização, vá no aplicativo “Saúde. Neste local, aparecerá um aviso de que o ECG possui novas ferramentas.

Então, vá em “Atualizar”.

Mas, caso a notificação não apareça, há outra forma.

Vá na aba “Explorar”, que fica no menu “Coração › Eletrocardiograma › Atualizar”.

Então, vá seguindo as instruções, até que apareça a informação do seu EGC foi atualizada.

Relógios inteligentes da “maça” fazem sucesso

Aliás, o Apple Watch vem, cada vez mais, sendo uma opção de dispositivo. De acordo com a consultoria Avalon, até o início de fevereiro deste ano, os  relógios da “maça” somavam mais de 100 milhões. No caso, considerando o mundo todo.

Ou seja, mais de 100 milhões de usuários compraram e usam o relógio inteligente da gigante norte-americana.

 

 

Com informações da Apple Brasil