TOP 5: Tábuas de Churrasco - Melhores e Mais Vendidas

979

Um churrasco é sempre a desculpa perfeita para mesa cheia e reunir a família, mas para fazer preparos saborosos, é preciso ter à mão as ferramentas e os utensílios certos, concordam? Por isso mesmo, estão reunidas aqui, numa seleção, as melhores tábuas de churrasco do mercado!

E não é por ser uma paixão nacional que não exige cuidado e ferramentas de qualidade, porque esses são momentos de alegria, que virarão memória. E a verdade mesmo é que são essas memórias que dão sabor à vida!

Melhores Tábuas de Churrasco

Temos uma super dica para você antes de iniciar nossa lista: faça suas compras em lojas online confiáveis usando os nossos cupons de desconto. Assim, você terá uma boa experiência como consumidor e ainda economizará! Vamos para a lista?

1. Tábua de churrasco Grill com tampa e forma

Essa tábua de churrasco é produzida em madeira TECA - Uma madeira nobre de grande durabilidade, resistente à água e a cortes, e também não passa gosto para os alimentos. Um dos destaques dessa tábua é que além do design moderno, tem escorredor para sumo e gordura em um dos lados.

A tábua em madeira é a opção mais segura para manusear e preparar suas carnes, pois evita a contaminação do alimento, além de ser fácil de higienizar e contém coletor de líquido nas bordas, evitando sujeira na bancada. A partir de R$ 179,90.

2. Tábua de carne Stolf (com gaveta e porta bebida)

A tábua de corte para carne é um utensílio imprescindível em qualquer churrasco! Além de ser a base ideal para cortar carnes assadas, confere um belo visual para a bancada.

O lado da estampa home "cantinho do churrasco" serve para decorar sua parede ou bancada e o verso pode servir para cortar ou servir os alimentos diretamente sobre a peça.

A tábua PINUS decorativa pesa 360 g e mede 19 cm de comprimento, 35 cm de largura e 1,5 cm de altura. A partir de R$ 248,94.

3. Tábua de churrasco personalizada "Dia dos Pais" - Churrasco Brasil

Por ser um produto grosso e estável, é perfeito para se cortar alimentos, como carnes, verduras, legumes e frutas. Também conta com uma canaleta para coletar todo o sulco que escorre dos alimentos, deixando ainda mais fácil sua higienização.

A tábua de churrasco da Churrasco Brasil é fabricada em madeira de alto padrão - com documento de certificação de origem florestal. Passa por diversos processos até ficar pronta, tendo um alto nível de acabamento. A partir de R$ 159,00.

4. Tábua de churrasco inteligente "O Melhor Pai do Mundo" - Lugui Commerce

Com desenhos em alto relevo usinados e pintados somados ao acabamento em óleo vegetal, além de perfeitamente lixada, a tábua acompanha uma assadeira baixa em alumínio e uma tampa para o recipiente de carne.

Também há nela um recorte para encaixar a latinha de cerveja da sua marca preferida e as suas medidas são de 60 cm de comprimento, 30 cm de largura e 7 cm de altura, respectivamente. A partir de R$ 199,90.

5. Tábua de churrasco personalizada Flamengo

Fabricada em madeira maciça, a número 5 do ranking de melhores tábuas de churrasco do mercado, serve para corte de peças de carne, legumes e petiscos e trata-se de uma peça única - sem emendas - e que não empena e nem racha.

Bastante resistente, apesar de grossa e pesada, ela possui pegador, que facilita o manuseio tanto na hora de servir quanto na hora de guardar.

Tem 48 cm de comprimento, 28 cm de largura e 2,5 cm de altura. A partir de R$ 199,90.

O churrasco e a tradição gaúcha

A origem é atribuída à região da América do Sul, que reúne Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina e a habitantes da costa das três Américas.

Tudo começa com os indígenas Guaranis, que abriam buracos no chão, forravam com folhas de árvores e cobriam tudo com ramos e camadas de terra e faziam fogo, onde assavam carnes frescas e caça. A chama aquecia a terra e as folhas, preparando as carnes.

O gosto dos vegetais, que aderia à carne, era o tempero, na ausência do sal. Hoje, para além do contexto do campeiro gaúcho, o churrasco tornou-se tradição, que alcançou outras partes do Brasil, e mesmo do mundo.

Acredita-se que a tradição iniciou ainda no século XVII em comunidades indígenas catequizadas por jesuítas.

Hoje existem churrascarias brasileiras espalhadas pelo mundo, que estão fazendo muito sucesso em países como Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia, Austrália, Itália, Suíça, Inglaterra, Macau, Singapura e Tailândia.

Eis o segredo do churrasco dos pampas

Essa é uma comida que faz parte da formação da identidade cultural do Rio Grande do Sul e que tem a fama espalhada por todo o Brasil.

Sua principal característica é o modo rústico de preparo. Tradicionalmente, é feito com carne bovina em espetos de madeira cravados na terra, mas ganhou formatos diferentes com o tempo. Na cidade de Porto Alegre existe um projeto que associa a cidade ao título de Capital Mundial do churrasco.

Já ouviu falar em churrasco campeiro?

O tradicional churrasco campeiro, pratos quentes, moranga recheada com linguiça preparada na brasa e vegetais grelhados no fogo são alguns dos acompanhamentos servidos junto a um buffet de saladas, especialidades e sobremesas do Rio Grande do Sul.

E em churrasco grego?

O prato nada mais é do que uma “montanha de carnes” assada na churrasqueira. A predominância é de cortes macios e puros, juntamente com vegetais e frango. Também conhecido como kebab, o prato pode ser servido dentro de um pãozinho francês ou embalado para viagem.

É hora da dica! E o pós-churrasco?

Lavagem com detergente e esponja, longe da lava-louças é ideal para limpar sua tábua de madeira, após a fartura de um churrasco. Evitar a secagem ao Sol também é um bom caminho para conservá-la em bom estado.

E viva o dia 24 de abril!

No dia 24 de abril, o nosso país dá uma atenção especial para aquela que é a nossa paixão nacional, pois comemoramos o tão esperado Dia do Churrasco, instituído pela lei 11.929, de 20 de junho de 2003.

A escolha do dia 24 de abril para celebrar o chimarrão e o churrasco (considerado uma comida símbolo dos gaúchos), é uma homenagem à fundação do primeiro Centro de Tradição Gaúcha do mundo – CTG 35, em 24 de abril de 1948.

As dicas para um bom churrasco...

  • O corte da carne - Priorize sempre uma peça que 'desmanche' em seus dedos. A cor vermelha é característica que distingue as melhores carnes. Ela indica a qualidade do corte e revela se ele está ou não exposta há muito tempo.
  • Os temperos - Para deixar sua carne boa e com real gosto do tradicional churras é preciso cinco temperos: sal, marinadas, ervas finas, gordura e sabores diferentes. O sal, além de sabor, ajuda a preservar a suculência da carne.
  • A temperatura - Cada corte tem uma altura ideal para assar ou grelhar. A dica é utilizar a mão para medir a temperatura da carne. O ideal é que a pessoa aguente cinco segundos com a mão perto do fogo.
  • Os acompanhamentos - Os acompanhamentos melhoram a experiência de comer um bom churrasco, mas eles devem ser utilizados de forma certa e equilibrada para não apagar o gosto da carne. Eles vão desde os molhos até as bebidas.

Isso virou assunto até mesmo da revista Forbes - uma revista conceituada, que dedicou linhas de suas páginas ao assunto e elencou dicas de como colocar na mesa um bom churrasco.

Brasil ou Argentina?

No Brasil, a brasa é feita com carvão, variando com o famoso briquete, passando pelo vegetal até pelo de bambu. Os argentinos também utilizam carvão, mas o mais comum é optarem pela lenha, que dá um gosto especial para cada corte.

Uma das diferenças mais evidentes está relacionada com a escolha do sal - grosso no Brasil e entrefino em Uruguai e Argentina. Veja, a seguir, outras diferenças:

Quando o assunto é aperitivo, ou tira-gosto, enquanto no Brasil sai o bom e velho pão de alho, para uruguaios e argentinos, vale a dupla empanadas e provolone grelhado.

Para a entrada, o bom brasileiro curte o combo infalível de coração de frango, asinha de frango e linguiça, e uruguaios e argentinos preferem chorizo (linguiça que mescla carne de porco e boi), miúdos e a morcilla, que é uma espécie de chouriço de sangue.

As carnes - brasileiros são fãs de picanha, maminha, fraldinha e costela, enquanto los hermanos consomem fraldinha, bife ancho e de chorizo, costela e maminha.

O acompanhamento - farofa, arroz, salada e vinagrete (para os Brazucas) e batata frita, salada, parrillada de verduras, salsa criolla e molho chimichurri do lado de lá.

Para beber: nessa boa e velha cerveja e caipirinha, contra o vinho.

E aí? O que você prefere?

Prontos para o churrasco?

Falar de reunião de amigos e comida boa é sempre bom, não é? Dá até fome! Pois bem... Esperamos que com tanta informação que passou por aqui, na próxima vez em que encontrar com a galera, prepare um churrasco daqueles de alto nível!

Temperado com muito carinho e com a ajuda de uma das 5 melhores tábuas de churrasco que passaram por aqui.Já elegeram quem vai comandar a grelha? Já posso até sentir o cheirinho daqui! Nos vemos na próxima!

você pode gostar também
Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Tudo bem! Mais detalhes