Lixadeiras são equipamentos muito usados na carpintaria e na marcenaria com a função de nivelar um material bruto maciço, ou simplesmente uma leve aparada na superfície de um mdf, que é bem mais frágil.

Com isso, é possível observar que não seria possível existir somente um tipo de lixadeira para esses serviços tão distintos, não é mesmo? Sendo assim, antes de comprar uma lixadeira, precisamos entender um pouco mais sobre elas.

Primeiramente, é necessário compreender que uma lixadeira não é pior ou melhor que a outra, são preparadas para funções distintas. A melhor lixadeira será a que se adequa ao material que você utilizará, e à potência necessária para o trabalho daquele momento.

Vamos à nossa lista das 10 melhores Lixadeiras?

Você pode pensar que todas as lixadeiras servem para a mesma coisa, não é mesmo? Ou seja, lixar.

Sim, isso é certo. Porém, é imprescindível escolher a lixadeira correta para o material com o qual você irá trabalhar. E ainda para que tipo de trabalho ela será utilizada, a voltagem do local de trabalho, entre outros. São vários detalhes.

Então, com isso em mente, você precisará conhecer um pouco mais dos tipos de lixadeiras para fazer a escolha correta. Mas não se assuste! Vamos analisar alguns fatores cruciais a serem observados antes de você escolher qual será a sua futura lixadeira.

Confira lista das 10 melhores lixadeiras do mercado:

Lixadeira Roto-Orbital Einhell TE-RS 40

Imagem com Lixadeira Roto-Orbital Einhell TE-RS 40
Foto: Lixadeira Roto-Orbital Einhell TE-RS 40

Descrição

Essa é uma lixadeira versátil, recomendada para diferentes materiais. É um equipamento eletrônico robusto, que possui caixa de pó com filtro e regulador de velocidade. Utilizada por profissionais.

  • Tensão: 220 v
  • Frequência: 60 Hz
  • Potência: 400 w
  • Rotação: 300-400 rpm
  • Seletor com 6 opções de velocidade
  • Oscilações: 12000 – 24000 opm
  • Tamanho da lixa: Ø 125 mm
  • Circulação de oscilação: 2.5 mm
  • Área de lixamento: 125 mm
  • Peso 2,1Kg

Acompanha

  • 1 Lixadeira roto-orbital
  • 1 Maleta de transporte
  • 1 Manual

Lixadeira Roto-Orbital Einhell TE-RS 40 é bom?

Lixadeira Orbital de Palma Bosch

Imagem com Lixadeira Orbital de Palma Bosch
Foto: Lixadeira Orbital de Palma Bosch

Descrição

Lixadeira de palma, resistente, bastante silenciosa e com pouca vibração. Cabe na palma da mão, como o nome já diz. Ideal para trabalho caseiros. É a mais vendida da Amazon.

  • Potência: 220 W
  • Velocidade: 14.000 opm
  • Punho emborrachado: Sim
  • Placa-base Alumínio e borracha rígida
  • Peso: 1 kg
  • Voltagem: 110 ou 220v
  • Rendimento e conforto na palma da sua mão
  • Base de alumínio e borracha rígida, forte e resistente, perfeita para lixar parede
  • Revestimento de alta qualidade garante total proteção contra pó
  • Prático e robusto prendedor de lixa
  • Botão liga-desliga de fácil acesso
  • Várias posições de empunhadura: mais flexibilidade no manuseio e menos fadiga

Acompanha

  • 3 lixas

Lixadeira Orbital de Palma Bosch é bom?

Lixadeira Einhell à Bateria 18V TE-RS 18 LI SOLO

Imagem com Lixadeira Einhell à Bateria 18V TE-RS 18 LI SOLO
Foto: Lixadeira Einhell à Bateria 18V TE-RS 18 LI SOLO

Descrição

Uma lixadeira roto orbital à bateria bastante prática, mais utilizada para pequenos usos básicos. Considerada a melhor à bateria. Não vem com a bateria de fábrica. Ótima para lugares sem tomada.

  • Potência: 18V (bateria não inclusa) 
  • Rotação: 7000 – 11000 rpm
  • Oscilações: 12000 – 22000 opm  
  • Circuito de oscilação: 2 mm
  • Diâmetro da lixa: Ø 125 mm (velcro)
  • Peso Líquido: 1,2 Kg 

Acompanha:

  • Saco coletor
  • Lixa P80
  • Adaptador para aspiração de pó 

Lixadeira Einhell à Bateria 18V TE-RS 18 LI SOLO é bom?

Lixadeira Makita Roto Orbital DBO180Z

Imagem com Lixadeira Makita Roto Orbital DBO180Z
Foto: Lixadeira Makita Roto Orbital DBO180Z

Descrição

Pode ser considerada uma lixadeira roto orbital de linha mais básica. Para usos esporádicos. Possui ductos coletores. A bateria não está inclusa. Freio instantâneo. Permite o acoplamento de aspirador de pó.

  • Oscilações por min.: 7.000 – 11.000
  • Tamanho da lixa : 125 mm
  • Tamanho da Base : 123 mm
  • Dimensões : 175 x 123 x 153 mm
  • Peso : 1,7 kg
  • Bateira : 18V, não inclusa.
  • Coletor de pó
  • Empunhadura emborrachada

Lixadeira Makita Roto Orbital DBO180Z é bom?

Lixadeira Skil 7232

Imagem com Lixadeira Skil 7232
Foto: Lixadeira Skil 7232

Descrição

Lixadeira orbital, durável, confortável e versátil. Possui uma pegada e manuseio fácil em diversas posições. Possui baixo nível de vibração.

  • Lixadeira de Palma 7232 – 200 W
  • Potência: 200 W
  • OPM: 14.000 min-1
  • Dimensão da lixa: 114 x 140 mm
  • Peso: 1,3 kg

Lixadeira Skil 7232 é bom?

Lixadeira Orbital Makita BO4557

Imagem com Lixadeira Orbital Makita BO4557
Foto: Lixadeira Orbital Makita BO4557

Descrição:

Excelente custo-benefício. Essa lixadeira orbital é de baixa vibração e nível de ruído. Excelente para marcenaria e carpintaria. Entretanto, não para profissionais que fazem uso mais frequente. Motor balanceado com sistema de contrapeso.

  • Potência: 180 watts
  • Oscilações por minuto: 14.000 opm
  • Tamanho da base: 112x102mm
  • Tamanho da lixa: 114x140mm
  • Voltagem:220V

Lixadeira Orbital Makita BO4557 é bom?

Lixadeira DeWalt DWE6411

Imagem com Lixadeira DeWalt DWE6411
Foto: Lixadeira DeWalt DWE6411

Descrição

Modelo robusto de lixadeira orbital com uma potência muito boa. Indicada para uso recorrente.

  • Potência 225W
  • Velocidade sem carga: 14.000 opm
  • Diâmetro de órbita 1/16 pol. (1,6mm)
  • 1 velocidade
  • Lixa 1/4 de folha
  • Fixação da lixa por presilha
  • Peso: 1,4 kg

Acompanha

  • coletor de pó
  • perfurador de lixa

Lixadeira DeWalt DWE6411 é bom?

Lixadeira Philco Force PLO01

Imagem com Lixadeira Philco Force PLO01
Foto: Lixadeira Philco Force PLO01

Descrição

A lixadeira Philco é do tipo orbital, robusta e potente. Ideal para trabalhar em madeira, metal, gesso. Ergonômica, com uma sucção muito eficiente de sujeira, que acompanha o produto. Perfeita para trabalhos de profissionais com uso recorrente.

  • Voltagem: presente nas duas voltagens para escolha na hora da compra
  • Potência (W): 250
  • Velocidade: 14.000 órbitas por minuto
  • Peso: 1,2KG
  • Coletor de pó: sim

Lixadeira Philco Force PLO01 é bom?

STANLEY Lixadeira de Cinta 900W 220V SB90

Imagem com STANLEY Lixadeira de Cinta 900W 220V SB90
Foto: STANLEY Lixadeira de Cinta 900W 220V SB90

Descrição

A lixadeira de cinta é um tipo de lixadeira usada para um trabalho mais pesado, para o desbaste de superfícies maiores. Possui seletor de velocidade e se adequa ao trabalhador que a maneja. Interruptor com bloqueio para funcionamento contínuo. É um equipamento bem mais pesado que os apresentados aqui anteriormente.

  • Voltagem: 110V
  • Tensão:200
  • Peso: 3,104Kg
  • Comprimeiro:37,5 cm
  • Largura: 16,5 cm
  • Tipo de alimentação: elétrica

STANLEY Lixadeira de Cinta 900W 220V SB90 é bom?

Lixadeira Roto Orbital Bosch GEX 125-1 AE

Imagem com Lixadeira Roto Orbital Bosch GEX 125-1 AE
Foto: Lixadeira Roto Orbital Bosch GEX 125-1 AE

Descrição:

A lixadeira Roto Orbital Bosch é indicada para trabalhos em madeiras, plásticos, metais, argamassa e superfícies envernizadas. Definitivamente uma das melhores do mercado. Faz polimentos, devasta e lixa.

  • Base velcro auto-aderente para uma fixação fácil e rápida da lixa
  • O Sistema microfiltro Bosch recolhe até 90% do pó gerado no lixamento
  • Saída para aspirador de pó universal
  • Empunhadeira ergonômica com acabamento emborrachado no sistema SoftGrip
  • Seletor com 6 opções de velocidade
  • Potência do motor: 250w
  • Rotação: 12.000rpm
  • Oscilações: 24.000opm
  • Peso: 1,3kg

Acompanha:

  • 1 Coletor de pó com sistema Microfiltro
  • 1 Prato base para acoplamento da lixa
  • 1 Disco de Lixa Velcro

Lixadeira Roto Orbital Bosch GEX 125-1 AE é bom?

Quais são os tipos de lixadeira ?

Aqui nesse artigo vamos falar de três tipo de de lixadeira, que são encontradas entre as 10 melhores lixadeiras. Percorreremos alguns detalhes das lixadeiras: orbitais, roto orbitais e de cinta. Entretanto, existem ainda alguns outros tipos: lixadeira angular, excêntrica e manual.

  • Lixadeira de cinta – Não é utilizada para trabalhos delicados. É agressiva, e melhor para trabalhos pesados. Indicada para remover partes maiores de material. Serve para ser manuseada em superfícies horizontais e planas.
  • Lixadeira orbital – A lixadeira mais indicada para trabalhos delicados de acabamentos. É uma ferramenta mais leve, de pequeno porte. Realiza somente movimentos de vibração. Usa uma lixa fina. Pode ser redonda ou quadrada.
  • Lixadeira roto orbital – Mais robusta do que a orbital. Realiza trabalhos mais pesados e, geralmente, com uma velocidade maior. Além do movimento de vibração, que a orbital faz, a lixadeira roto orbital realiza também um movimento de rotação. Conseguem atuar bem com todo tipo de material. Quando o objetivo é trabalhar com o metal de carros, essa é a lixadeira escolhida.

O que devo observar quando for procurar uma lixadeira?

– Potência

Outro fator importante a ser considerado é a potência de cada lixadeira. Essa potência pode nos indicar se precisaremos passar a lixa mais ou menos vezes no material. 

Uma lixadeira mais potente desbasta mais a superfície, o que pode ser benéfico, por diminuir o trabalho, ou até prejudicial, danificando toda uma área por excesso de força.

Uma nota importante a fazermos aqui é que uma lixadeira elétrica atinge potências significativamente maiores que uma à bateria. E esse é um ponto relevante para ficar atento no momento da compra.

Uma lixadeira à bateria não é pior que o modelo elétrico. Pelo contrário, pode ser vantajosa em locais sem saída de energia. Entretanto, por ser mais frágil, não é indicada para uso com uma frequência profissional, ou para superfícies mais densas.

As lixadeiras de cinta são as mais potentes, com capacidade para chegar de 700 a 1000w. Enquanto as lixadeiras  orbitais e roto orbitais ficam em torno de 200 a 300w.

Rotações e Oscilações Por Minuto ( RPM e OPM )

A quantidade de rotação e oscilação por minuto que as lixadeiras fazem é outro fator a ser considerado no momento de escolher sua ferramenta de trabalho.

Quanto maior for essa quantidade de movimentos por minuto, maior será a eficácia do equipamento. 

E o que significa RPM e OPM? As lixadeiras roto orbitais praticam os dois tipos de movimentos, a rotação é a quantidade de vezes que a lixa gira por minuto. E as oscilações que vemos, tanto nas lixadeiras roto orbitais, quanto nas orbitais, são por minuto que a lixa vibra.

Neste sentido, é muito interessante avaliar um equipamento que tenha controle de velocidade, pois você poderá realizar trabalhos que necessitem de força e potência variados.

Voltagem

Do mesmo modo, devemos observar a voltagem. Uma ferramenta que seja bivolt dará muita mais liberdade para seu trabalho, que poderá ser realizado em qualquer lugar.

Entretanto, boa parte dos equipamentos desse tipo, no mercado, que são vendidos, possui uma única voltagem. Porém, a maioria dos modelos tem as duas opções de voltagem.

Sendo assim, na hora de comprar, é preciso estar bastante atento ao modelo que está levando.

Material necessário para o funcionamento

As lixadeiras, eventualmente, precisam de partes a serem repostas. Por isso, é importante saber se há esse tipo de peça em sua região.

Além disso, é importante pesquisar o preço das peças que demandam reposição. Evitando, assim, que um produto mais barato se torne caro posteriormente.

Coletor de resíduos

Não há como evitar que saia resíduo em um trabalho com lixadeira. Por essa razão, muitos desses equipamentos possuem aspirador e ducto de armazenagem desse material.

É imprescindível que seja observado se há esse acessório no momento da escolha da sua lixadeira. O preço pode ser alterado pela presença do mesmo. Porém, a diferença na quantidade de sujeira deixada no local será bastante considerável.

Nível de ruído

Cada equipamento emite uma quantidade de decibéis, ou dB. Um dB alto mais barulho fará a ferramenta.

Eventualmente, muito barulho pode não ser tão ruim, por outro lado, para um volume maior de trabalho, as consequências podem ser um pouco maiores e mais duradouras do que apenas um incômodo.

Com isso, vale ficar atento às especificações do produto.

Conhecendo um pouco mais sobre as lixadeiras, você poderá avaliar melhor qual será a lixadeira ideal para o serviço que você realizará.

As Pessoas Também Perguntam

Qual o melhor tipo de lixadeira para Madeira?

lixadeira

Como já conversamos anteriormente neste artigo, não existe a melhor lixadeira. E sim a certa para o serviço que você realizará. E o mesmo acontece na hora de utilizar uma lixadeira em madeira. Você precisa entender o trabalho a ser feito.

Caso tenha em mente um trabalho mais preciso e com alta produtividade, a lixadeira tipo roto orbital é bastante indicada. Por ter oscilação e rotação, ela proporciona acabamentos mais precisos e bem feitos.

A lixadeira orbital está muito presente em trabalhos de nivelamento de superfícies. Como realiza somente o movimento de rotação, deixa no material um redemoinhos que a roto orbital não deixa.

É uma ferramenta leve, e muito escolhida para remover verniz e tinta de mdfs.

Já as lixadeiras de cinta são mais usadas para trabalhos maiores e mais pesados. Em que é necessário um desbaste maior. Como, por exemplo, portas e grandes mesas.

Para que serve uma lixadeira orbital?

lixadeira 2

Por ser um tipo de lixadeira mais leve e portátil, ela é de uso mais fácil e causa menos cansaço em quem a manipula. São pequenas e foram criadas para realizar trabalhos de acabamento suave.

Ideais para superfícies de MDf, drywall e madeira compensada. Não são recomendadas para remoção de materiais mais pesados. Se forçadas para trabalhar além do previsto, podem trazer dano ao material lixado.

Costumam ter um custo menor.

Qual é a melhor lixadeira para uso doméstico?

lixadeira 3

Nos últimos tempos, muitos programas de televisão têm mostrado reformas em casa no estilo “faça você mesmo”, não é verdade? E muitas das vezes nos pegamos querendo aderir a essa onda e sair comprando um monte de ferramentas para colocar a casa a baixo.

Pode parecer simples e muito divertido de olhar de longe. Por outro lado, comprar qualquer equipamento sem o devido conhecimento pode trazer muitos prejuízos e ferimentos, se não forem manuseados da forma correta.

Mas não fique com medo e nem desista. Só é necessário se informar um pouquinho mais.

É certo que não há uma lixadeira certa para todos os momentos, o que vale mesmo é conhecer o trabalho a ser realizado. Mas uma coisa é certa: alguns modelos maiores, e que realizam um trabalho com mais potencia, não são indicados para serviços feitos sem orientação específica.

Caso a sua vontade seja lixar uma pequena superfície, retirar a tinta velha da parede e renovar, aposte nos modelos orbitais, que são mais leves, vazam pouca sujeira e realizam esse trabalho muito bem.

Para serviços mais robustos, procure o auxílio de um profissional que possa te passar os primeiros passos.

Por aqui, garantimos que você vai chegar lá com um pouco de conhecimento e podendo entender com mais clareza o trabalho das lixadeiras.

Curiosidade

Muita gente confunde lixadeira com duas outras ferramentas muito usadas nos dias atuais. A esmerilhadeira e a politriz.

A esmerilhadeira é um equipamento que difere da lixadeira, principalmente, por ter um rotação muito mais elevada do que a mesma. A esmerilhadeira chega a uma rotação em média de 11500rpm, enquanto as “primas” ficam por volta de 5500 rotações por minuto.

São equipamentos que não usam lixa, justamente por essa alta rotação. Mais usada em materiais metálicos.

A politriz é exatamente o contrário. Possui uma rotação por minuto bastante menor que a lixadeira. E utiliza um acessório especial para polimento de carros, materiais de inox e outras superfícies mais delicadas.

Em alguns casos, algumas marcas de lixadeira possuem controle de velocidade. O que torna possível deixar a rotação bem menor. Somando isso com o acessório adequado, a lixadeira poderia realizar essa função.

Contudo, antes de qualquer utilização diferenciada, é imprescindível conhecer as especificações do equipamento e ter certeza que ele não sofrerá danos e nem prejudicará a superfície.

Considerações finais

Como pudemos observar, existem inúmeros tipos de lixadeiras no mercado. E, para escolher a melhor a adquirir, antes de qualquer coisa, você precisará entender o tipo de uso que fará com sua nova lixadeira.

Em outras palavras, não será um processo difícil, mas exigirá um pouco de cuidado. Tendo em vista que cada lixadeira do mercado tem algum detalhe que pode ser vantajoso em algum caso e não interessante em outros.

O importante é adquirir o conhecimento teórico e depois partir para as compras.

Mãos à obra!

Até mais! Te espero por aqui.

Clique para avaliar
[Total: 1 Nota: 5]