Tudo sobre beleza no Cupomzeiros.com

Hidratação Com Óleo De Rícino: As 10 Melhores Receitas

Nós sabemos o tanto que a aparência do cabelo é importante para a maioria das mulheres. Sendo assim, fazer hidratações regulares é essencial para manter os fios sedosos e saudáveis, mas nem sempre temos o tempo, a disposição e os produtos para isso.

Entretanto, existem hidratações caseiras, super fáceis e práticas de serem feitas. E uma delas é a hidratação com óleo de rícino.

Esse procedimento caseiro é muito simples e exige pouquíssimo tempo e, o melhor, muito pouco dinheiro. Por isso, nós decidimos trazer esse conteúdo para todas as amantes de cabelos hidratados e brilhosos. Acompanhem!

O que é o óleo de rícino

O óleo de rícino (ou óleo de mamona) é um óleo proveniente da semente Ricinus communis. É um líquido viscoso, límpido e amarelado, conhecido como um laxante natural. No entanto, há algum tempo ele vem ganhando a fama como um auxiliar para crescimento dos cabelos, cílios e outros pelos, além de hidratar a pele.

Propriedades do óleo de rícino

O óleo de rícino é o queridinho das mulheres quando se trata de hidratação da pele e dos cabelos, mas a sua variedade de funções não se resume a isso. Esse rico óleo, extraído da mamona, possui composição, benefícios e propriedades que, além de garantirem a saúde das madeixas, garantem a do nosso corpo.

E quais são seus componentes?

O óleo de rícino possui alguns componentes que garantem o seu sucesso:

  1. Vitamina E;
  2. Componentes de ômega 9 e ômega 6;
  3. Ácido ricinoleico;
  4. Ácidos graxos;
  5. Ácido oleico;
  6. Ácido linoleico;
  7. Ácido linolênico;
  8. Ácido palmítico;
  9. Ácido estereático;
  10. Sais minerais.

São justamente esses constituintes que permitem tamanho poder hidratante em nossos cabelos e pele. Assim, você já sabe o porquê da hidratação com óleo de rícino ser tão recomendada para quem quer restaurar os fios.

E quais são esses benefícios?

Por ter esta composição, vejam algumas propriedades e benefícios do óleo de rícino:

  1. Efeito analgésico;
  2. Efeito anti-inflamatório;
  3. Caráter antioxidante;
  4. Ação antimicrobiana;
  5. Uso como laxante.

Devido aos efeitos anti-inflamatórios do ácido ricinoleico, ele pode ajudar em situações em que há um quadro inflamatório atrapalhando o crescimento dos fios.

Além disso, por ser nutritivo e penetrar bem no couro cabeludo, ele ajuda na recuperação da saúde dos folículos capilares, combatendo problemas como a queda e a quebra dos fios e fortalecendo a fibra capilar para promover crescimento saudável dos cabelos.

Há benefícios do óleo de rícino para a hidratação da pele também. Por ser um óleo vegetal, ele penetra profundamente, ajudando em sua nutrição e hidratação, além de seu poder antioxidante.

Contudo, não se deve usar grandes quantidades de óleo de rícino direto na pele, devido ao risco de oclusão dos poros, que pode causar espinhas e outros problemas. Então, ele pode ser misturado a hidratantes ou ser usado em produtos que o contenham em sua lista de princípios ativos.

Como hidratante, ele é um ótimo aliado da pele queimada de sol também, desde que não esteja lesionada. As queimaduras costumam ser regiões desidratadas, portando esse óleo pode ajudar na hidratação e inclusive reduzir as chances de descamação.

No entanto, pessoas com pele muito oleosa ou acneica não devem aplicar óleos vegetais com frequência.

Além disso, o óleo de rícino pode ter algum efeito no tratamento de estrias. Parte do tratamento das estrias vermelhas (aquelas mais recentes) é justamente a hidratação. Então, ele pode ser uma boa opção se feito em conjunto com outros tratamentos, como o ácido retinóico.

Ademais, o óleo rícino é um laxante natural. O ácido ricinoleico da sua composição estimula os movimentos peristálticos. O efeito laxativo se manifesta em média entre uma a três horas após a ingestão oral do óleo de rícino, em jejum, observando-se fezes aquosas.

Normalmente ele é indicado para preparação e limpeza do cólon para procedimentos como exames ou cirurgia. Também pode ser indicado como alívio a curto prazo da constipação. Porém, é recomendado apenas sob indicação médica, pois seu consumo em excesso pode ter efeitos colaterais, como dor abdominal, cólicas, náusea, vômito, diarreia e risco de desidratação.

Confira um vídeo com algumas formas de usar o óleo de rícino:

Receitas caseiras para hidratação com óleo de rícino

Agora que já sabemos todas as funções e componentes do óleo de rícino, podemos conversar sobre algumas receitinhas que ajudam a hidratar e restaurar os fios. Geralmente, o óleo é associado a outros produtos (que são super acessíveis e que geralmente todo mundo tem em casa) para potencializar o efeito hidratante.

Portanto, acompanhe comigo essas receitas feitas em casa para melhorar a aparência de seu cabelo:

Óleo de rícino puro ou com a máscara de tratamento

Ele pode ser utilizado nos cabelos de forma pura, como um pré-xampu. Também pode ser utilizado, em pequena quantidade, como um leave-in, ajudando a selar a cutícula.

Já as cacheadas e crespas podem realizar a umectação, aplicando o óleo de rícino no comprimento do fio. Ele vai deixar os cachos mais hidratados e nutridos.

Outra alternativa é pingar algumas gotas do óleo na máscara de tratamento. Deixe a mistura agir por 30 minutos e, em seguida, lave bem, retirando por completo os produtos dos fios.

Óleo de rícino, creme hidratante e açúcar

Para esta receita você só vai precisar de óleo de rícino, um creme hidratante da marca de sua preferência e açúcar!

  1. Separe um potinho para colocar os produtos;
  2. Coloque 3 colheres do creme no pote escolhido;
  3. Adicione 2 colheres de óleo de rícino ao recipiente;
  4. Acrescente 3 colheres de açúcar e misture todos os ingredientes;
  5. Passe a mistura em todo o cabelo, mecha por mecha, e deixe por uma hora;
  6. Por fim, enxágue o cabelo e deixe secar. Prontinho!

Óleo de rícino e amido de milho

Sim, isso mesmo, o amido de milho ou a famosa Maizena, tão utilizada em várias receitas na cozinha, também pode ser associada ao óleo de rícino para uma hidratação capilar. Assim, é importante saber como é feita essa misturinha.

  1. Separe uma panela para esquentar os ingredientes;
  2. Depois, coloque 1 colher de óleo de rícino;
  3. Adicione 2 colheres de amido de milho ou Maizena;
  4. Acrescente 1 colher e meia de açúcar;
  5. Coloque, também, 100 ml de água ou leite;
  6. Por último, adicione 2 colheres de creme hidratante;
  7. Depois, deixe no fogo e misture bem até se tornar um creme homogêneo;
  8. Espere esfriar e aplique em todo o cabelo após a lavagem regular com o shampoo;
  9. Deixe agir por uma hora e depois enxágue – seu cabelo hidratado estará pronto!

Óleo de rícino e babosa

Está certo que nem todo mundo vai ter babosa em casa, mas, se você tiver, essa receita é perfeita! O passo é muito simples, então veja:

  1. Primeiramente, retire o gel da babosa e bata no liquidificador;
  2. Logo após, separe metade do gel batido e adicione a ele duas colheres de creme hidratante;
  3. Acrescente 1 colher de óleo de rícino e misture;
  4. Aplique, então, a mistura em todo o cabelo, massageando toda região do couro cabeludo;
  5. Deixe a receita agir por 30 minutos e, depois, faça a lavagem regular, com shampoo e condicionador.

Essa receita vai aumentar o crescimento do seu cabelo, além de hidratá-lo da raiz às pontas!

Óleo de rícino, ovo e óleo de coco

Talvez você tenha ficado desconfiada com o fato de essa receita ter ovo, mas pode ficar tranquila, hein? Ela funciona muito bem e não vai te decepcionar.

  1. Ponha 1 colher de óleo de rícino no recipiente escolhido;
  2. Adicione 1 colher de óleo de coco;
  3. Por último, acrescente uma gema de ovo e misture bem os ingredientes;
  4. Aplique a mistura sobre o cabelo ainda sujo e o massageie;
  5. Deixe agir por 30 minutos e depois lave com shampoo e finalize com condicionador.

Assim como a receita com a babosa, esta também auxilia no crescimento dos fios, além de dar um efeito de brilho e maciez muito grande. Teste as duas misturas e veja qual mais te agradará. Assim, vai ficar mais fácil saber a receita que é mais eficiente para o seu cabelo.

Óleo de rícino com outros óleos

É possível misturas o óleo de rícino com outros óleos vegetais, para potencializar seus efeitos. Veja uma boa sugestão:

  1. Misture 3 colheres de sopa de óleo de rícino, 1 colher de sopa de óleo de jojoba e 1 colher de sopa de óleo de coco e esquente em banho maria;
  2. Aplique no cabelo úmido e massageie;
  3. Deixe agir por até 2 horas;
  4. Para potencializar, use uma touca térmica;
  5. Após o período, tire os óleos no enxágue e finalize como tem costume. Prontinho: madeixas hidratadas!

Óleo de rícino e iogurte natural

Essa receitinha caseira com o iogurte natural vai deixar seu cabelo macio e hidratado. Confira o passo a passo:

  1. Misture 1 pote de iogurte natural e 1 colher de óleo de rícino e aplique nos cabelos lavados e úmidos;
  2. Deixe agir por uma média de 30 minutos e enxágue.
  3. Finalize e seu cabelo hidratado está pronto!

Óleo de rícino e glicerina

Dois ingredientes baratinhos e que podem ser encontrados em qualquer farmácia vão garantir fios extremamente macios. Veja essa receita:

  1. Separe 2 colheres de uma máscara de hidratação, 1 colher cheia de glicerina e 1 colher rasa de óleo de rícino;
  2. Misture os ingredientes e aplique mecha por mecha no cabelo seco, antes de lavar;
  3. Deixe agir por 2 horas;
  4. Em seguida, lave bem o cabelo com shampoo e finalize com o condicionador.

Óleo de rícino e mel

Para uma super receita caseira com mel, recomendamos usar mel orgânico e de boa qualidade. Este ingrediente tem poder de hidratar qualquer tipo de cabelo. E o óleo de rícino vai potencializar ainda mais a hidratação. Confira as instruções!

  1. Separe 3 colheres de uma máscara de tratamento, 2 colheres de mel e 1 colher de óleo de rícino;
  2. Misture tudo e aplique nos cabelos lavados apenas com shampoo;
  3. Deixe agir por 40 minutos, com uma touca;
  4. Enxágue e finalize conforme a sua preferência. Prontinho!

Óleo de rícino e cenoura

Por fim, selecionamos uma receita que além de hidratar, ela acaba com o frizz, nutre e dá aquele efeito de “desmaia cabelo”.

  1. Cozinhe 1 cenoura na água ou no vapor e amasse bem com um garfo;
  2. Coloque em um pote com 1 colher de óleo de rícino e 2 colheres de óleo de coco;
  3. Misture os ingredientes com 3 colheres de sua máscara hidratante preferida;
  4. Bata tudo no liquidificador;
  5. Passe nos cabelos lavados e úmidos;
  6. Deixe agir de 40 minutos a 1 hora, enxágue bem e condicione normalmente.

O resultado será um cabelo muito mais macio e hidratado!

Aumentando o efeito da hidratação com óleo de rícino

Antes de tudo, é importante saber que cada cabelo vai se adaptar a uma receita diferente. Por isso, não podemos afirmar qual dessas que selecionamos é a melhor para você. Logo, o ideal é que se teste cada uma para, no final, saber qual se adequou melhor aos seus fios.

Além disso, existem outras ferramentas que podem potencializar o efeito da hidratação. Veja algumas:

  1. Touca térmica: Ela não é obrigatória, mas pode aumentar a maciez do seu cabelo ao ser associada à hidratação, dependendo da forma como ele reage a esse instrumento;
  2. Cronograma capilar: Ter um cronograma capilar talvez seja uma boa opção para quem quer cuidar melhor das madeixas e obter um resultado prolongado de hidratação. Intercale as rotinas de nutrição, reconstrução e hidratação, com o uso de bons produtos;
  3. Evitar o uso de secadores e chapinhas: Nesse caso, não é uma ferramenta que vai potencializar o resultado hidrante, mas sim a falta delas! Isso porque o uso excessivo desses produtos danifica o cabelo. Quando for usar, no entanto, aplique um protetor térmico para evitar danos!

Assim, atente-se a esses detalhes e, se possível, aplique-os. As suas madeixas vão agradecer!

Hidratação com óleo de rícino
Hidratação com óleo de rícino. Fonte: Globo

Cuidados essenciais com os cabelos

Além da hidratação e de algumas dicas que já demos, alguns outros cuidados são fundamentais para manter os cabelos saudáveis e não deixá-los ressecados e quebradiços. Confira algumas dicas!

Lave os cabelos de forma correta

Há uma forma ideal de lavar os fios. É ideal colocar o shampoo somente no couro cabeludo. Além disso, é melhor colocar pouca quantidade de produto, pois em excesso ele pode retirar o óleo natural dos fios.

Não esqueça do condicionador, ele servirá para fechar as cutículas e dar hidratação. Separe mechas e passe ao longo delas, deixando uma distância de 4 dedos da raiz. Quanto à temperatura, prefira água morna, pois a água muito quente danifica os fios.

Ademais, prefira lavar os cabelos durante o dia, para não dormir com os fios molhados.

Tenha cautela ao secar os fios

Não esfregue os fios na toalha com força, ao secar. Escolha uma toalha macia e, com suavidade, tire a umidade dos fios. E a melhor alternativa é deixar os cabelos secarem naturalmente. Evite o uso frequente de secadores, chapinhas e babyliss.

Caso for utilizar secador, use um protetor térmico antes para proteger os fios das altas temperaturas. Para cabelos cacheados e crespos, a dica é usar um difusor. Como ele proporciona a secagem de modo uniforme, fica mais fácil manter a forma bonita dos cachos.

Corte o cabelo regularmente

O ideal é cortar as pontas de vez em quando, para trazer mais vitalidade e afastar as pontas duplas, deixando as madeixas com aparência mais saudável.

Proteja os fios do sol

O cabelo também sofre com a exposição aos raios solares, podendo ter ressecamento, fotoenvelhecimento e fragilidade. Então proteja os fios usando bonés e chapéus, além de leave-ins e óleos com filtro UV. Opte sempre por produtos capilares com FPS (Fator de Proteção Solar).

Penteie o cabelo com cuidado

Se seu cabelo for cacheado, não o penteie seco, pois isso pode causar quebras e frizz. Nossa dica é misturar um pouco de leave-in com água e passar nas pontas. Amasse os fios com as mãos e prefira usar o pente de dentes largos apenas quando o cabelo estiver molhado.

Penteie começando pelas pontas e suba, aos poucos, enquanto vai desembaraçando. Uma sugestão é utilizar um finalizador em creme ou óleo, pois ele devolve a umidade dos fios e torna-os mais fáceis de pentear.

Apenas use produtos específicos e de qualidade

Sempre adquira produtos de boa procedência e qualidade. Eles também devem ser escolhidos conforme o seu tipo de cabelo. Produtos com biotina e queratina, por exemplo, são bons para fios fracos. Já cosméticos que contenham colágeno e óleo de coco são ótimos para cabelos crespos e cacheados.

Já os fios que passaram por procedimentos químicos precisam de produtos que contenham ingredientes hidratantes, como óleos. Além do tratamento que eles proporcionam a cada uso, reduzem o frizz e deixam as fibras capilares com um aspecto mais saudável e brilhante.

Agora, se você frequentou piscina, praia e sol, precisará de produtos que ajudem a fazer uma limpeza para retirar as impurezas acumuladas. Opte por produtos que tenham vitamina E e ômega 6, pois esses nutrientes previnem o desbotamento da cor. Não esqueça também de escolher produtos com FPS e proteção contra raios UV antes de expor-se ao sol.

Mantenha uma alimentação saudável

Nossos cabelos, assim como nosso corpo, são afetados pelo tipo de alimentação que escolhemos ter. Logo, o melhor é comer bons alimentos e fazer refeições balanceadas, ingerindo legumes, verduras, frutas e proteínas.

Escolha alimentos que possuem nutrientes e vitaminas que irão contribuir para que seu cabelo fique saudável, como a cenoura que tem betacaroteno, o espinafre que tem ferro, a aveia que contém o mineral silício e vitaminas do complexo B.

A laranja que contém pectina e o morango que tem flavonoides e vitamina C também são ótimas opções que irão colaborar com o crescimento dos fios, controlar a oleosidade na raiz do couro cabeludo e incentivar os fios crescerem mais fortes e saudáveis.

Consulte um dermatologista

Existem condições em que só um profissional capacitado pode nos dizer o que fazer. Quando há problemas no cabelo e no couro cabeludo, um dermatologista costuma ser a pessoa mais indicada para o diagnóstico, já que tais condições podem ter sintomas semelhantes e confundir-nos.

Considerações finais

Enfim, é isso que temos para falar sobre a hidratação com óleo de rícino e cuidados com as madeixas. Se você gostou do nosso artigo e quer ler mais sobre o tema cabelos, acompanhe-nos nas redes sociais e deixe o nosso site na barra de favoritos, para não perder nenhum novo conteúdo!

Não esqueça de deixar sua opinião nos comentários e compartilhar estas dicas com seus amigos!

Aqui você encontrará mais dicas de beleza e afins. Aproveite!

você pode gostar também
Comentários