Quanto melhor se sentirem ao nível emocional e físico, melhor as mulheres podem desempenhar o papel de mães. A saúde integral é muito importante, e isso é transmitido à criança.  E é importante ter o melhor absorvente pós-parto

Durante a gravidez e o pós-parto, é normal haver pequenas perdas de urina. Espirrar, tossir ou até mesmo rir podem causar vazamento de algumas gotas. 

Veja também:

Melhores desodorantes

Também na menopausa, quando as alterações hormonais fazem com que todos os músculos do corpo percam elasticidade, o assoalho pélvico enfraquece e podem surgir problemas de incontinência.

Mulheres que perdem urina, seja muito ou pouco, se sentem inseguras, limitam sua vida social por medo ou param de fazer as coisas por precaução. A qualidade de vida acaba sendo diminuída. Muitas confiam sua segurança aos absorventes de higiene diária que usam regularmente, sem avaliar se são os mais adequados para isso.

De modo especial no período logo após o parto, as mulheres podem ter pequenos sangramentos vaginais, e alguns cuidados se fazem mais necessários, como o uso de absorvente pós-parto, mas será que todos os produtos disponíveis no mercado são adequados?

Processo pós-parto

Seja após o parto normal ou a cesárea, aparecem os lóquios, que são um corrimento semelhante à menstruação que costuma durar mais e em maior quantidade. A duração dos lóquios é variável em cada mulher, mas geralmente dura cerca de 4 ou 6 semanas.

Para esse tipo de sangramento, devem ser utilizadas compressas tocológicas de algodão no pós-parto, sem plástico e sem superabsorventes, para facilitar a transpiração.

Algumas mulheres ainda usam calcinhas pós-parto. E por que então é útil usar calcinha pós-parto? Em geral, esses produtos são fabricados pensando no pós-parto, e por serem descartáveis, dão o conforto de poder trocá-la quantas vezes forem necessárias junto com a compressa, pois se for usada calcinha convencional, ela terá que ser lavada continuamente.

Sua principal função é segurar a compressa que é usada naquele período após o parto e que a mulher pode ter sangramentos por cerca de 40 dias.

Este tipo de roupa íntima descartável é muito macio e higiênico, ideal para este momento, principalmente em casos de episiotomia (pequena incisão na fíbula) ou cesárea.

Nesse período, é aconselhável não usar lenços umedecidos de celulose, pois podem causar irritações, nem lenços de algodão hidrofílico, que podem ficar presos na região genital.

Nem todos os absorventes são iguais

Usamos creme para a região dos olhos no pescoço? Ou o creme hidratante para mãos no rosto? Provavelmente não. Então, por que um produto errado é usado no caso de vazamento de urina ou no sangramento pós-parto? 

Em primeiro lugar, isso acontece por falta de informação. Acredita-se que todos os absorventes são iguais e que servem tanto para o fluxo menstrual quanto para aqueles vazamentos inesperados de urina. 

No entanto, ambos os fluidos não têm a mesma densidade. A urina, por exemplo, tem uma leveza semelhante à da água, é expelida rapidamente e requer um nível preciso de absorção para evitar derramamento. 

Nem o pH e o odor, que no caso da urina se desenvolvem rapidamente, se parecem com os do fluxo menstrual. Portanto, com produtos que não são especificamente projetados para urina e suas características específicas, a mulher não está igualmente protegida, seca ou segura.

Em segundo lugar, existe uma barreira psicológica. Muitas mulheres não presumem que possam ter um problema de incontinência temporária ou permanente e não usam produtos concebidos para esse fim simplesmente porque preferem ignorar o assunto. 

Contudo, é muito importante nomear o problema para tratá-lo. Hoje sabemos que com exercícios específicos para fortalecer o assoalho pélvico podem-se diminuir as perdas urinárias e que existem tratamentos cirúrgicos avançados caso a fisioterapia não funcione.

Em qualquer caso, o uso de absorventes projetados para vazamento de urina e adequados ao nível específico de cada caso evitará muitos desconfortos, e a sensação de umidade ou o cheiro desaparecerá. Não deixe sua qualidade de vida diminuir por causa disso. Mas atenção, ao praticar exercícios para fortalecer o assoalho pélvico, use a proteção necessária.

Esses tipos de absorventes são os mesmos que geralmente são recomendados a mulheres no período pós-parto, quando sangramentos vaginais podem ocorrer e durar até 6 semanas.

Os cinco melhores absorventes pós-parto

Plenitud femme – Roupa Íntima

O absorvente Plenitud femme foi pensado para ser um aliado das mulheres, especialmente no que diz respeito a sua rotina. O produto se ajusta ao corpo como uma calcinha e proporciona segurança contra vazamentos.

O Plenitud femme, que foi testado dermatologicamente, ainda controla odores e absorve a umidade mais rápido que os absorventes regulares.

Absorvente Geriátrico, Pós-Parto E Pós-Operatório VIP

O absorvente VIP Sênior é recomendado não só para o pós parto, mas também para pessoas com incontinência urinária moderada ou que estejam no período pós operatório.

O produto conta com canais para distribuição de fluxo, cobertura ultra macia e um gel com alta capacidade de absorção. Além de ser indicado para usar depois do parto, o absorvente também é recomendado para pessoas de ambos os sexos que sofram de incontinência urinária ou que estejam recuperando-se de cirurgia.

Adultcare Absorventes Pós-Parto

O absorvente pós-parto da Adultcare foi pensado para oferecer segurança e conforto para a mulher no período depois do parto.

O Adultcare conta com três linhas adesivas e pode ser usado durante o dia e durante a noite. A camada ultra suave do produto ajuda a melhorar a absorção, especialmente em períodos de sangramento intenso que pode ocorrer após o parto.

Absorvente Adulto Bigfral

O Bigfral é um produto unissex. Este absorvente foi desenvolvido para ser usado por pessoas que se submeteram a cirurgias, que sofrem de incontinência urinária moderada e para mulheres que deram à luz e precisam usar o produto durante alguns dias após o parto.

O absorvente é fino e confortável, além de ter tecnologia anti-odor. 

Absorvente Pós-Parto Carinho

O absorvente da marca Carinho é recomendado para pessoas com incontinência moderada, e para quem está nos períodos pós-operatório ou pós-parto.

Fabricado com fibra de celulose, polímero superabsorvente, filme de polietileno, não tecido de polipropileno e adesivos termoplásticos, o produto é hipoalergênico.

Pós-parto na pandemia

Embora após o parto seja recomendado e necessário que a mãe e o bebê tenham privacidade para se conhecerem sem interrupções, estabelecer a amamentação e que todos os membros do núcleo familiar possam se adaptar ao seu novo papel, também é importante ter ajuda quando necessário, porque o pós-parto e os primeiros meses de criação podem ser especialmente difíceis.

Tanto que nenhuma mulher que deu à luz recentemente deve viver esta fase na solidão, embora, infelizmente, com a pandemia instalada em nossas vidas há mais de um ano, a criação de um ambiente com a presença de mais familiares não seja mais possível, nem a companhia física de amigos. 

Portanto, se você acabou de ser mãe, compartilhamos uma série de dicas que podem ajudar a tornar o pós-parto e os primeiros meses da vida da criança mais saudáveis para você e para o bebê, sempre considerando as restrições e medidas sanitárias derivadas dessa situação excepcional que estamos passando. 

O suporte do parceiro é essencial

Ressaltamos sempre o papel muito importante que o casal desempenha tanto no cuidado do bebê, como no apoio à amamentação e nos cuidados que a mãe pode necessitar após o parto, principalmente se tiver sido por cesárea. 

Assim, além dos afazeres domésticos básicos, o pai ou companheiro (a) pode fazer muitas outras coisas que facilitam o descanso e a recuperação da mãe, bem como seu correto estado físico e emocional.

Sempre se apoie em seu parceiro e expresse o tempo todo como você se sente e como ele pode ajudá-la.

Sua parteira de confiança é um pilar fundamental

Muitas são as mulheres que estão em pleno pós-parto ou nos primeiros meses depois do nascimento da criança, com medo de ir ao ambulatório ou posto de saúde – especialmente em meio à pandemia – para consultar qualquer desconforto ou esclarecer dúvidas simples relacionadas à amamentação, ao crescimento do bebê ou a aspectos relacionados à amamentação. 

Pensando nelas, existem parteiras que montaram serviços privados para que, ao clicar em um botão ou por meio do telefone, qualquer mãe possa esclarecer suas dúvidas com absoluta confiança e sigilo, sabendo que é atendida e acompanhada em todos os momentos por um profissional competente. 

Se você pensa que essa opção pode ajudá-la a enfrentar os primeiros meses de maternidade com mais serenidade, não deixe de conferir.

Encontre um horário do dia para você

Sabemos que pode ser difícil encontrar tempo para si mesma nas primeiras semanas após o nascimento de um bebê, mas é extremamente necessário. E por “tempo para si mesma” não queremos dizer tomar um banho rápido sozinha, mas fazer atividades que realmente são importantes e que permitem à mulher desconectar-se por alguns minutos por dia.

Talvez o mais confortável seja revezar-se com o parceiro (a) no cuidado do bebê para ter esse tempo de autocuidado, embora também seja aconselhável aproveitar as horas de sono do bebê para passar um tempo se divertindo como casal.

 Um café da manhã na cama, uma massagem mútua ou uma refeição ininterrupta são planos muito simples de realizar, mas têm um gosto ótimo.

Ter ajuda em casa tornará as coisas muito mais fáceis

É nas casas que podemos ver o reflexo de como podem ser caóticas as primeiras semanas com um recém-nascido. 

Após a chegada do bebê, é lógico que os pais não tenham tempo ou vontade de começar a limpar e até cozinhar, o que às vezes pode adicionar mais tensão e estresse à nova situação.

Por isso, se você tiver um familiar ou amigo de confiança, não hesite em pedir ajuda a esse respeito, sem esquecer de todos os cuidados para prevenir possíveis contágios pelo coronavírus. 

É verdade que a visita será muito diferente de como teria sido em outras circunstâncias, mas fique tranquila, pois a pessoa fará tudo o que estiver ao seu alcance para ajudá-la; seja fazendo compras, fazendo um pedido em casa, levando o filho mais velho para brincar no parque ou preparando sua comida preferida.

Claro, não se esqueça de cumprir todas as medidas de segurança e proteção, tanto para o seu bebê quanto para as outras pessoas.

Pratique exercício físico

Praticar esportes não só ajudará a manter o corpo ativo, a recuperar o peso e a se sentir melhor fisicamente, mas também a oxigenar a mente e relaxar. É por isso que os especialistas recomendam retomar a atividade física após o parto o mais rápido possível e depois da recomendação médica.

Existem muitos esportes que você pode praticar, embora seja comum a recomendação de atividades como yoga e pilates para essa fase, pois permitem uma conexão entre o corpo e a mente que traz grandes benefícios. Além disso, é fácil praticar em casa e até com o bebê ao lado.

Conclusão

O período pós-parto é um momento importante para a mãe e para o bebê. É durante o período de recuperação e de repouso, após os esforços do parto, que ocorre o sangramento do resguardo.

Esse sangramento é inevitável após o parto. Uma vez que, após o nascimento da criança, o útero se contrai e as feridas causadas por descolamento prematuro da placenta ou parto também precisam de tempo para cicatrizar.

Ao mesmo tempo, o corpo passa por várias mudanças durante esse período. O útero se cura e se contrai, as mamas começam a produzir leite materno e o equilíbrio hormonal é novamente transformado adaptando-se à lactação.

No início do puerpério (primeira semana de gestação), as mães precisam de muito descanso, de muito tempo para elas e para o novo membro da família. 

Mas é importante se cuidar até o final da quarentena para não interferir nos processos de recuperação e cicatrização de feridas. A ginástica de recuperação e o treinamento específico do assoalho pélvico promovem a regeneração física após o parto.

Ainda nesse período, as mulheres geralmente precisam recorrer ao uso de absorventes pós-parto, que ajudam a absorver os sangramentos e evitam o aparecimento de odores desagradáveis.

Clique para avaliar
[Total: 1 Nota: 5]