Os apontadores são itens importantes nos tempos de escola, já que com eles preparamos os lápis para escrever o conhecimento que nos é apresentado e para representar, por meio de desenhos, aquilo que mais nos chama a atenção.

Contudo, o lápis está longe de ser estar somente nas mãos das crianças, posto que é também um importante instrumento de trabalho para artistas plásticos, designers, arquitetos, ilustradores, caricaturistas, entre outros.

Por isso, este review vai apresentar uma lista com alguns modelos de apontadores, que permitem que os lápis estejam em excelentes condições de uso.

Dicas para apontar um lápis

A ponta do lápis é um aspecto extremamente importante para um bom desenho. Para conseguir a forma de ponta mais adequada, será necessário escolher bem entre os diferentes tipos de apontadores. 

O mais conhecido é o apontador de lápis comum, utilizado desde que começamos a fazer nossos primeiros desenhos. Apesar de parecer muito simples, esse modelo continua sendo o mais acessível e seguro.

Enquanto ao tipo de ponta, há quem prefira pontas mais longas. Para conseguir o apontamento desta forma, é importante segurar o lápis da maneira correta, geralmente segura-se o lápis com a mão não dominante, com a ponta voltada para o lado oposto de onde está o seu torso, ou seja, se você for uma pessoa destra, segure o lápis com a mão esquerda; se for canhoto, segure o lápis com a mão direita; então você tem que pegar o lápis com firmeza e segurá-lo fazendo com que a ponta se projete cerca de 5 cm.

Após ter o lápis na posição correta, segure a lâmina com sua mão dominante, posicionando-a em um ângulo de 45.º (aproximadamente), com a borda afiada contra a ponta do lápis. A localização pode variar, mas você pode calcular uma distância de 3-4 cm da ponta do lápis na madeira para o melhor resultado.

Em seguida, você precisará cortar algumas tiras pequenas de madeira do lápis. Use o polegar da mão que segura o lápis para que a lâmina passe pela madeira, lembrando que a pressão será maior ao iniciar e menor ao atingir o grafite. Se achar que é muito difícil exercer essa força, você pode usar os dois polegares para empurrar a lâmina, mas deve executar o movimento de maneira mais lenta e cuidadosamente para evitar acidentes.

Gire o lápis lenta e continuamente cada vez que passar a lâmina na madeira e não mude o ângulo para obter um resultado consistente. As tiras de madeira que se soltam devem ser finas o suficiente para formar uma fita ondulada quando saem do lápis.

Os cinco melhores apontadores

Confira os 5 melhores apontadores?

1- Apontador com Depósito Plástico, Faber-Castell, SM/060124ZF

apontador-faber-castell

Este apontador da Faber-Castell é muito vendido. O modelo possui lâmina de aço temperado, o que garante mais facilidade para apontar e maior durabilidade. 

Além disso, é mais prático, graças ao depósito plástico que tem. 

O apontador está disponível nas cores preto, rosa, azul e vermelho.

2- Apontador 2 Furos, Maped

apontador-ferro

O apontador com dois furos da Maped é fabricado com 100% de metal, o que garante ao item estrutura e lâminas de alta resistência.

Os furos são, um em tamanho padrão, e outro em tamanho jumbo.

3- Globo 1 Furo

Este modelo de apontador da Maped é uma excelente opção para aprender Geografia – e reafirmar que a Terra não é quadrada – enquanto se apontam os lápis.

O apontador é feito em formato de globo terrestre. E o interior do globo serve de depósito para a casca dos lápis, e na base se encontra a lâmina.

4- Apontador de Mesa Pequeno, CIS

Este modelo de apontador de mesa é muito útil para quem precisa apontar lápis com frequência, e não quer precisar levantar-se várias vezes.

O apontador da marca CIS pode ser fixo na mesa, e ser um bom aliado de desenhadores, arquitetos, etc.

Apontador para lápis de maquiagem

Como visto no começo deste review, os lápis não estão presentes somente nas mãos das crianças, mas também são ferramentas de trabalho para milhares de homens e mulheres.

Por outro lado, agora apresentamos um modelo de apontador que pode ser usado para apontar os lápis de maquiagem. Este item ajudará as pessoas que se maquiam em casa, bem como aquelas que fazem maquiagens profissionais.

5- Apontador Duplo para Lápis AP01 – Macrilan

O último modelo de apontador que apresentamos é especial para apontar lápis de maquiagem. 

Este produto da Macrilan proporciona mais facilidade para apontar os lápis de olho e sombra. Outra vantagem é que o produto possui dois furos de tamanhos diferentes.

Cuidar do material escolar 

Vivemos em tempos estranhos, nos quais as crianças não podem ir às escolas, mas devem – por razões óbvias, de biossegurança – permanecer em casa, e aí assistir às aulas. Ainda assim, os materiais escolares continuam sendo ferramentas importantes para a construção de sonhos e de conhecimento.

No entanto, muitas vezes, as crianças deixam de cuidar do próprio material escolar, simplesmente porque não sabem que essa é sua responsabilidade. Neste sentido, isso pode mudar, especialmente quando os pais os ajudam a fazer-se conscientes de sua responsabilidade.

Portanto, é sempre útil fazer uma lista de todos os materiais escolares que são comprados para a criança. Uma vez por semana, podemos pedir que revisem a lista e vejam se algo está faltando.

Como base para essa lista, você pode pegar aquela que a escola envia aos pais todos os anos. Mantenha-a à mão e adicione cada item solicitado. Reveja-a com a criança periodicamente para ver se algo está faltando.

E se eles colocarem algo no lugar errado? Uma opção é “pagar” pelo que perderam fazendo alguma tarefa simples pela casa. O importante é que eles entendam que manter todos os elementos da escola é uma de suas responsabilidades.

O mais importante nessa prática é que as crianças entendam que cuidar de suas coisas é importante e que isso permitirá gerar bons hábitos para o futuro.

Dicas para desenhar e pintar com lápis de cor

Lembre-se de manter sempre a ponta do lápis afiada 

Essa pode ser a dica mais importante que muitos novatos esquecem. Os traços com uma ponta afiada são muito mais precisos e limpos do que com uma ponta plana. Esse pequeno detalhe faz a diferença entre o desenho de um profissional e o de um amador. Felizmente, você já conhece alguns apontadores recomendados.

Use mais de uma cor e seja criativo 

É muito difícil encontrar lápis com a cor desejada, pois os desenhistas experientes utilizam a famosa técnica de estratificação, ou seja, utilizam vários tons, colorindo do mais escuro ao mais claro para criar novos tons.

Remova o excesso de grafite do papel

Para isso, os profissionais costumam usar pincéis especiais, porém uma solução útil e barata (não vai custar um centavo) é colocar o papel na posição vertical e bater na mesa.

Crie esboços e não se esqueça de marcar a direção da luz

Para não desperdiçar material e ter uma ideia muito mais clara do que vai fazer, é bom ter o hábito de começar com esboços. Bastam pequenos traços ou mesmo figuras geométricas que mais tarde servirão de linhas-guia. Além disso, não se esqueça de mostrar a direção e as áreas onde a luz terá maior impacto no desenho.

Crie as sombras a partir da luz

Lembrando o princípio de “sombra é ausência de luz”, não se esqueça de destacar a luz antes de sombrear. Com esse conselho, além de ajudá-lo a obter sombras mais escuras, elas serão muito mais realistas.

Use a borracha o mínimo possível

A borracha desgasta o papel e pode deixar manchas muito desagradáveis. Se você cometer um erro, tente corrigi-lo imediatamente.

Use papel de desenho texturizado

Quando você pensa em uma folha branca, a maioria das folhas de impressora tradicionais vêm à mente. A realidade é que esse tipo de papel literalmente joga fora o grafite com o tempo. Para evitar que o seu desenho fique mal com os dias, use papel de desenho. Caso você esteja disposto a investir um pouco mais em materiais, também é altamente recomendável usar fixador de grafite no final da obra.

Não se apoie no papel

Trata-se de um erro típico. Ao desenhar, tente ao máximo não pousar os pulsos das mãos no papel. Uma opção é usar uma folha de papel para se apoiar.

Mantenha os padrões de traçado uniformes

A menos que você queira criar um efeito muito peculiar, é sempre aconselhável manter o padrão e a direção dos traços ao longo do desenho. Se você gosta de marcar e colorir com traços diagonais ou círculos, tente mantê-los durante todo o trabalho. Visualmente, o resultado fica muito mais atraente.

Para encobrir erros, continue colorindo

Talvez você já tenha pensado: “Para que serve um lápis branco?” Pois saiba que o famoso lápis branco das caixas coloridas é realmente útil, ao contrário do que muitos de nós acreditávamos quando éramos crianças. Quando o desenho estiver quase terminado e você quiser corrigir algo, continue colorindo. A correção mais comum é usar o sombreamento e a luz, ou seja, usar lápis preto e branco.

Faça pausas e não termine o desenho de uma vez

É verdade que uma parte fundamental de ser um bom artista é ser disciplinado, porém, não se obrigue a terminar um trabalho de uma só vez, principalmente quando já está sobrecarregado. Com pequenas pausas, sua mente ficará clara, sua criatividade aumentará e você provavelmente verá detalhes que nunca viu antes.

Como preservar desenhos e ilustrações a lápis

Depois de passar muitas horas desenhando a lápis, é hora de pensar em como proteger o resultado desse trabalho para que fique nas melhores condições por muito tempo. 

Se você planeja emoldurá-lo ou deseja guardá-lo para exibição posterior, há uma série de etapas e recomendações que você deve considerar para que suas ilustrações e desenhos permaneçam intactos como no primeiro dia por muitos anos.

Papel manteiga

Este papel encerado de aparência translúcida é um de seus melhores aliados quando se trata de preservar seus desenhos de grafite. E, embora o papel manteiga obtenha melhores resultados – o grafite se conservará melhor – você também pode colocar uma folha de papel em branco sobre o desenho para protegê-lo.

Prefira a posição horizontal

Guardar seu trabalho na posição horizontal pode ser melhor que mantê-lo na vertical. Isso evitará que os cantos do papel dobrem ou tomem formas que podem danificar o desenho.

Fixador de arte

Este produto, em forma de spray, protege o desenho feito no papel, fazendo com que o grafite não se mova e não manche ao contato com a pele ou outras superfícies. Você pode usar um fixador artístico com acabamento fosco ou brilhante; a escolha dependerá inteiramente de seus gostos e necessidades.

Em caso de optar pelo uso do fixador, tente usá-lo em um espaço aberto ou bem ventilado. Vaporize o líquido a cerca de 30 centímetros do papel, deixe secar e reaplique mais duas demãos seguindo o mesmo processo.

Conclusão

O resultado de um desenho dependerá, em parte, do uso correto do lápis, sendo importante, especialmente, a utilização adequada de um apontador.

Nesse sentido, cuidar da ponta do lápis é um aspecto extremamente importante do desenho, já que se esse detalhe for descuidado, pode haver efeitos indesejados nas linhas traçadas.

Finalmente, para obter um bom resultado nas pontas dos lápis, é recomendado o uso de apontadores adequados, sendo importante observar o tamanho dos lápis (tratando-se de um item diferente do tamanho convencional) antes de adquirir um apontador.

Clique para avaliar
[Total: 1 Nota: 5]