Tipos de sangue: A, B, AB, O (e grupos compatíveis)

Você sabe quais são os tipos de sangue existentes? Quais são compatíveis? Confira agora mesmo os tipos sanguíneos

Muitas pessoas já ouviram falar dos tipos sanguíneos e como cada tipo de sangue influencia na doação. Porém, poucos entendem o sistema de classificação dos sangues e a sua relação com a biologia.

Neste post, você aprenderá sobre o sistema ABO, que define os tipos sanguíneo, e o fator Rh, que auxilia na especificação dos tipos sanguíneos.

Assim, você será mais consciente a respeito sobre o seu grupo sanguíneo e de que maneira pode auxiliar, efetivamente, com a doação de sangue.

O que é o sistema ABO?

sangue, hemácias
O sistema ABO é uma forma de classificação dos tipos sanguíneos existentes. Reprodução: https://actu.epfl.ch/image/74843/1440×810.jpg

O sistema ABO é um tipo de identificação de grupos sanguíneos baseado na interação de três alelos: A, B, O. A interação entre esses alelos definirá quais tipos de sangue existem.

Desse modo, existem quatro grupos sanguíneos:

  • Sangue A: é um dos tipos mais comuns no Brasil.
  • Sangue O: também um dos tipos mais comuns no Brasil. Considerado doador universal.
  • Sangue B: um dos tipos mais raros no Brasil.
  • Sangue AB: um dos tipos mais raros no Brasil. Considerado receptor universal.

Como funciona o sistema ABO?

sangue, sistema ABO
O sistema ABO funciona com a relação entre aglutinogênios e aglutininas presentes nas células e plasma sanguíneos. Reprodução: http://1.bp.blogspot.com/-jHsjheVdAEA/UfrGGbhzeGI/AAAAAAAAA2I/1L8j3kdalaU/s1600/796px-ABO_sangre_tipo.svg.png

Para entender o funcionamento do sistema ABO, é necessário entender dois conceitos: aglutinogênios e aglutininas.

Aglutinogênio

Os aglutinogênios são antígenos (glicoproteínas, que são estruturas feitas de carboidratos e proteínas) presentes na membrana das hemácias humanas. Cada tipo de sanguíneo possui um aglutinogênio específico.

Assim, pessoas do grupo A possuem aglutinogênio A em suas hemácias; pessoas do grupo B, possuem aglutinogênio B; pessoas do grupo AB possuem os aglutinogênios A e B; e as pessoas do grupo O não possuem nenhum dos dois aglutinogênios (por isso que esse último é chamado de Zero ou O).

Aglutinina

O sangue possui duas “partes”: a sólida (que contém hemácias, plaquetas, leucócitos, etc) e a parte líquida, que é o plasma sanguíneo (composto por 90% de água).

No plasma do sangue, existem proteínas denominadas aglutininas, que exercem função de anticorpos. Basicamente, existem dois tipos de aglutinina: anti-A e anti-B.

As pessoas que são do grupo A possuem aglutinina anti-B, pessoas do grupo B possuem aglutinina anti-A, pessoas do grupo AB não possuem nenhuma aglutinina, e pessoas do grupo O possuem as duas aglutininas.

Reação aglutinogênio-aglutinina

Como foi exposto, uma pessoa do grupo A possui um aglutinogênio A (um antígeno A) e uma aglutinina anti-B (anticorpo anti-B). O que isso significa na prática é que, caso o sangue de uma pessoa do grupo A se encontre com o sangue de uma pessoa do grupo B, ocorrerá um processo de coagulação.

A lógica é a seguinte: como o sangue A possui um anticorpo contra o sangue B (aglutinina anti-B), esses dois tipos de sangue reagem entre si, formando grumos, que são coágulos em pequenas proporções.

Portanto, a regra é: cada aglutinina presente no plasma sanguíneo não pode estar no plasma sanguíneo do aglutinogênio correspondente (exemplo: a aglutinina anti-B não pode se encontrar com o anglutinogênio B).

Como pessoas do grupo O não possuem aglutinogênio em suas hemácias, elas são consideradas doadores universais, já que nenhuma aglutinina (anticorpo) reagirá com seu sangue.

No caso das pessoas do grupo AB, elas são consideradas receptores universais, já que possuem os dois tipos de aglutinogênios e não possuem nenhum dos dois tipos de aglutinina.

Como os grupos de sangue são determinados?

amostras de sangue, grupos sanguíneos.
Cláudia possui sangue O. Luciana possui sangue B. Alessandra possui sangue A. Milena possui sangue AB. Reprodução: https://brainly.com.br/tarefa/19127175

A determinação dos grupos sanguíneos é feita a partir de testes com duas amostras iguais de sangue da mesma pessoa. Em cada amostra é colocado um soro: anti-A e anti-B.

A determinação do grupo será feita a partir da aglutinação ou não das hemácias do sangue.

  • No grupo O, não haverá aglutinação em nenhuma das amostras: a amostra que recebeu o soro anti-A e a amostra que recebeu o soro anti-B não reagirão. Isso ocorre porque o sangue do grupo O não possui aglutinogênio para reagir com os soros (aglutininas).
  • No grupo AB, as duas amostras sofrerão aglutinação. Isso ocorre porque o sangue AB possui os dois tipos de aglutinogênios (A e B), e, quando entram em contato com os soros, ocorre a reação.
  • No grupo A, ocorrerá aglutinação somente na amostra que recebeu o soro anti-A. Isso se explica por causa da presença de aglutinogênio A em sua composição.
  • No grupo B, ocorrerá aglutinação somente na amostra que recebeu o soro anti-B. Isso se explica por causa da presença de aglutinogênio B em sua composição.

O que é o fator Rh?

O fator Rh é um parâmetro de classificação sanguíneo que compõe o sistema ABO. Esse fator foi descoberto pelos cientistas Landsteiner e Wiener, em 1940, com testes em um grupo de macacos do gênero Rhesus.

Basicamente, descobriu-se um antígeno denominado Rh, que é responsável pela aglutinação ou não as hemácias dos mamíferos em questãos.

O grupos sanguíneos, dentro desse sistema, são representados por dois alelos: R e r. Pessoas que portam pelo menos um alelo dominante (R maiúsculo), com genótipos Rr ou RR, possuem o fator Rh em suas hemácias, que é representado como Rh+.

Caso o indivíduo possua somente o alelo recessivo, com genótipo rr, ele não terá o fator Rh e apresentará o fenótipo Rh-.

O descobrimento desse fator foi essencial para a especificação dos tipos de sangue, o que conferiu maior precisão e eficiência para o processo de doação de sangue.

Tabela de compatibilidade do sangue

A tabela de compatibilidade mostra a relação entre o sistema ABO e o fator Rh. Ela é capaz de mostrar quais tipos de sangue não interagem entre si, mostrando as possibilidades de doação.

sangue, compatibilidade dos grupos sanguíneos.
Os grupos de sangue, junto ao fator Rh, configuram um completo sistema de doação. Reprodução: http://midia.gruposinos.com.br/_midias/jpg/2017/06/14/tabelablog-3063838.jpg

Posso doar meu sangue?

adulto, assistência médica, atenção
Existem vários critérios para a doação de sangue.

Existem alguns requisitos para as pessoas que desejam doar o sangue. Segundo o Ministério da Saúde:

  • A pessoa deve ter de 16 anos até 69 anos;
  • O indivíduo deve pesar mais de 50 quilogramas.
  • Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis.
  • A frequência de doação deve ser de dois em dois meses.
  • Homens podem doar até quatro vezes anualmente.
  • Mulheres podem doar até três vezes anualmente.
  • É importante estar bem alimentado para a doação, sendo que alimentos gordurosos devem ser evitados.
  • É essencial que o doador tenha dormido pelo menos seis horas nas últimas 24h.

Existem requisitos que inviabilizam a doação de sangue:

  • Uso de drogas ilícitas;
  • Ter malária;
  • Evidência da existência de Infecções Sexualmente Transmissíveis, como  Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
  • Ter tido hepatite após os onze anos de idade.

Conscientização

Por fim, diante da quantidade de informação exposta, é necessário deixar clara a importância da doação de sangue.

Se você está em um bom estado de saúde, possui uma boa alimentação, pratica exercícios físicos com regularidade e mantém uma rotina equilibrada, considere doar.

Todo o processo de doação é seguro, sem riscos de infecção ou prejuízo à saúde. Cada doação retira, no máximo, 450 mililitros do líquido sanguíneo.

Desse modo, se você praticar em ação com frequência, dentro dos parâmetros corretos, estará ajudando a vida de muitas pessoas.

 

Você pode gostar também

Damos valor à sua privacidade Nós e os nossos parceiros utilizamos tecnologias, como cookies, e processamos dados pessoais, como endereços IP e identificadores de cookies, para personalizar anúncios e conteúdos baseados nos seus interesses, avaliar o desempenho desses anúncios e conteúdos, bem como para obter informações sobre o público que os visualizou. Clique abaixo para consentir a utilização desta tecnologia e o processamento dos seus dados pessoais para estas finalidades. Pode mudar de ideias e alterar as suas opções de consentimento a qualquer momento voltando a este site. Aceito Mais detalhes