Dia dos namorados: ideias para inovar na comemoração

Cansada das mesmas celebrações do dia dos namorados? Continue a leitura, aqui você vai aprender dicas maravilhosas para inovar.

Está a fim de celebrar o dia dos namorados além dos roteiros clichês? Aqui você encontrará algumas alternativas às tradicionais celebrações. A maneira tradicional pode até ser boa, mas ela é muito limitada e impossibilita surpresas e alegrias novas. Por que não experimentar algo novo? Vamos explorar outras possibilidades de celebrar o amor que se manifesta de múltiplas formas.

Origem do dia dos namorados

Toda data celebrada tem uma origem específica. Algum evento que o antecede, ou algo nesse sentido. Com o dia dos namorados não é algo diferente. Isso importa, porque as origens de algumas datas é simplesmente algo enriquecedor que nos faz desfrutar a data com mais intencionalidade, portanto, vamos explorar um pouco a origem dessa data para aprender mais um pouco enriquecer nossas celebrações.

Você já notou que o Brasil celebra o dia dos namorados em data diferente da Europa, dos Estados Unidos e outros países? Você vai entender melhor agora por que isso acontece e as implicações disso.

Dia de São Valentim

Em outros lugares do mundo, o dia tradicional do dia dos namorados é o dia 14 de fevereiro. Essa data existe desde o século 5. Ela tem uma história bastante curiosa que você vai conhecer melhor neste exato momento.

Há várias explicações para a escolha desse dia, mas vamos para a mais famosa. A história mais popular diz que a data foi instituída em memória de São Valentim. Um padre da igreja de Roma que morreu no século 3. Ele foi condenado à morte pelo imperador Cláudio 2.

Esse mesmo imperador havia proibido que se realizassem casamentos, porque acreditava que o casamento deixava os homens menos dispostos a lutar na guerra, já que tinham a preocupação do seu lar. Por isso, ele decretou que casamentos não fossem realizados. Porque acreditava que homens solteiros seriam soldados melhores.

No entanto, o padre Valentim que falava sempre muito do casamento, continuou realizando casamento, só que de maneira clandestina. Quando o imperador soube, ele sentenciou Valentim à morte. No século 5, a festa de São Valentim foi instituída a fim substituir uma celebração pagã. Foi no meio de fevereiro porque se celebrava a fertilidade e o início da primavera.

Conta-se a história que durante o seu período na prisão, São Valentim se apaixonou pela filha de um carcereiro.  No dia de sua execução, ele mandou uma carta para sua amada. Dando assim origem ao ato de mandar cartas para a pessoa amada no 14 de fevereiro.

Para além dos relacionamentos românticos

Algo que é válido mencionar é que no dia de São Valentim, ao redor do mundo, a celebração não se restringe aos namorados. Sendo muito comum que amigos troquem cartões, deem-se flores e a celebração pode se estender até mesmo entre pais e filhos. O amor é celebrado no dia de São Valentim nas diferentes formas que ele pode assumir para além do amor romântico.

Dia dos namorados no Brasil

A comemoração aqui no Brasil ocorre desde 1948. A história da celebração no dia 12  de junho no Brasil não é muito encantadora como a de São Valentim. Foi uma estratégia que aumentou muito o número de vendas nessa época do ano. Vamos de fato à história.

Na década de 1940 o mês de junho era conhecido como um mês que não havia muitos gastos, as pessoas  não tinham o que celebrar e isso deixava o mercado muito parado, com bastante prejuízo nas vendas.

Foi então que o publicitário João Doria, pai do governador João Doria, foi contratado por uma empresa a fim de aumentar o número de vendas do mês de junho que era conhecido pelo baixo lucro por parte dos vendedores.

No Brasil, já havia a celebração de Santo Antônio, que é conhecido por ser um santo casamenteiro. No dia 13 de junho, muitas pessoas fazem simpatias para o santo a fim de conseguir um casamento. Por isso, antecedendo o dia do santo, João Doria pensou no dia 12 como um dia para se celebrar o dia dos namorados com troca de presentes.

Hoje, o dia dos namorados é a terceira data comemorativa com o maior número de vendas, ficando atrás apenas do Natal e do Dia das Mães.

O que fazer para celebrar?

Um envelope vermelho com um coração.
Experimente as opções mais artesanais.

Há coisas tradicionais que os casais fazem como flores, viagem e  jantar fora. Talvez esteja no momento de experimentar faze algo antigo e manual. Você viu que a celebração do dia dos namorados no Brasil teve um viés bastante comercial. A primeira campanha dizia “Não é só com beijos que se prova o amor!”. Isso é a mais pura verdade. Há várias maneiras de se demonstrar e provar o amor que se sente pela pessoa amada.

Você conhece o termo DIY – Do It Yourself?

A expressão Do It Yourself significa basicamente “faça você mesmo”. Tem sido amplamente utilizada desde o século 20 para se referir a atividades que as pessoas podem fazer elas mesmas, isso pode variar de decoração a problemas do cotidiano. A intenção é colocar você no centro da ação para solucionar questões do dia a dia sem muitos gastos.

Há diversos tutoriais no You Tube que ensinam como você pode fazer para celebrar essa data com poucos recursos. As opções artesanais dão trabalho. Exigem mais de você do que comprar um simples presente. Além disso, você pode personalizar e deixar com a cara do seu relacionamento.

Conheça as 144 melhores ideias para o dia dos namorados do do it yourself.

Que tal um ensaio fotográfico?

Desde a invenção da máquina fotográfica, a vida mudou bastante e em variados aspectos. Foi um longo processo para que hoje nós pudéssemos ter a simples opção de tirar uma foto por meio dos nossos aparelhos de telefone. O que antes não era imaginado, hoje tornou-se essencial para o nosso dia a dia.

Registramos tantas coisas e as guardamos não somente em nossos corações, mas em nossos diversos recursos disponíveis online, para que não possamos perder de nenhuma maneira. Por que não utilizar esse recurso para registrar alguns momentos do casal?

Você pode contratar uma pessoa que trabalha profissionalmente com fotografia, ou você pode simplesmente pedir para um amigo ou uma amiga que tire as fotos para vocês. Não precisa ser nada profissional e artificial, pode ser o mais natural possível. O que realmente importa é registrar o momento ao lado de quem se ama.

Já pensou em incluir amigas e amigos na sua celebração?

Como você bem viu no início deste texto, o dia de São Valentim é celebrado para além dos relacionamentos românticos. É uma celebração que inclui amigas e amigos também. Pensando nisso, o nosso dia dos namorados poderia ser ampliado e pensado em nossas amigas e amigos, principalmente as pessoas que estão solteiras.

No seu texto Cartas fraternas: celebrando o amor além do romance, a autora conta sua experiência de como foi enviar cartas para amigas e amigos no dia dos namorados, sendo ela uma mulher casada. Essa data pode ser muito festiva para algumas pessoas, mas pode ser gatilho para outras. Uma péssima lembranças de que estão solteiras há muito tempo e um medo de que jamais encontrarão o amor de sua vida.

Portanto, você pode pensar em opções que inclua suas amigas e amigos que estão solteiros. Você terá vários momentos para ficar dois com a pessoa que você ama, abrir mão disso no dia dos namorados para incluir pessoas solteiras é um gesto de altruísmo e empatia muito grande. Faça um jantar, um almoço, imagine uma maneira de celebrar o amor com a pessoa com quem você tem relações românticas, mas também com suas amigas e amigos solteiros.

O ato de cozinhar no dia dos namorados não precisa ser algo unilateral

Há muito tempo que o feminismo abalou as estruturas da sociedade e mostrou que as tarefas domésticas não são “tarefas de mulher”, mas tarefas que podem e devem também ser realizadas por homens.

No dia dos namorados, é normal que uma das pessoas queira cozinhar para outra e mostrar seu afeto por meio do seus dotes culinários. Se o casal tem uma rotina em que ambos trabalham fora de casa e não têm muito tempo para cozinhar, a pessoa com menos tempo para cozinhar em casa pode se sentir obrigada a cozinhar nesse dia. Mas quem disse que precisa ser assim?

Por que não o casal se jogar na cozinha e se ajudarem mutuamente a preparar a refeição? Essa também pode ser uma opção que inclui amigos solteiros. O ato de cozinhar juntos pode gerar boas lembranças, risadas e render boas conversas. Experimente!

Por que celebrar apenas um dia?

Na Argentina, a celebração desde 1989 dura por 7 dias. Ela vai do dia primeiro ao sétimo de julho. Tudo começou com a campanha de uma empresa de doces que com o slogan “um doce por um beijo” conseguiu aumentar o seu número de vendas. Os dias são conhecidos como a Semana da Doçura. As pessoas se presenteiam até hoje com vários tipos de doce.

Se você optar por celebrações simples como as que listamos aqui, você poderá fazer uma semana de celebração. Assim você pode alternar entre dias que você convida amigas e amigos solteiros e dias que fica a sós com o amor da sua. Dessa forma, você poderá demonstrar mais carinho e ainda fazer com que amigas e amigos não se sintam de lado nesta data.

Se você quiser mais dicas, clique aqui. Porque o importante é celebrar o amor. Por isso, escolha a melhor opção, mas não deixe de celebrar!

Você pode gostar também

Damos valor à sua privacidade Nós e os nossos parceiros utilizamos tecnologias, como cookies, e processamos dados pessoais, como endereços IP e identificadores de cookies, para personalizar anúncios e conteúdos baseados nos seus interesses, avaliar o desempenho desses anúncios e conteúdos, bem como para obter informações sobre o público que os visualizou. Clique abaixo para consentir a utilização desta tecnologia e o processamento dos seus dados pessoais para estas finalidades. Pode mudar de ideias e alterar as suas opções de consentimento a qualquer momento voltando a este site. Aceito Mais detalhes