Azia: os melhores remédios caseiros

Você está sofrendo com a queimação de estômago e não sabe o que fazer? Confira neste os melhores remédios caseiros para a sua situação!

Muitas pessoas reclamam de azia em seus cotidianos. Aquelas sensação de queimação no estômago é uma das mais desagradáveis e pode incomodar por bastante tempo.

As causas podem ser diversas: de comidas gordurosas, apimentadas e ácidas até patologias mais complexas, como gastrite, esse incômodo pode afetar as pessoas de diversas formas.

Portanto, o que você deve fazer diante de uma queimação de estômago?

Separamos os melhores remédios caseiros para você fazer em sua casa!

Práticas saudáveis contra a azia

cigarro, cinzas, azia
O cigarro é capaz de causar azia.

É bem comum as pessoas reclamarem dos sintomas da azia e quererem ir direto a medicamentos fortes e que podem viciar o seu corpo.

Porém, muitas dessas pessoas não compreendem que, com a mudança de hábitos simples e práticos, os desconfortos da azia facilmente desaparecem.

Assim, antes de considerar remédios industriais e até naturais, confira práticas do cotidiano que fazem a completa diferença para evitar a azia.

Diminua o consumo de álcool

Muitas pessoas não fazem essa relação, mas o consumo excessivo e frequente de álcool é um fator considerável na manutenção dos sintomas de azia.

Isso ocorre porque o álcool, quando entra em contato com o organismo, aumenta os níveis de ácido do estômago, o que agrava o desconforto da azia.

estudos que evidenciam que, se uma pessoa consome álcool e cerveja, ao invés de água, os seus sintomas de azia podem persistir e até piorar refluxos.

Assim, se na sua rotina o consumo alcoólico é elevado, comece a diminuir e moderar os níveis de consumo de bebidas com álcool, a fim de que sintomas de azia diminuam.

Largue o vício do cigarro

Os efeitos do cigarro já são extremamente conhecidos no mundo. Segundo a Fundação Oswaldo Cruz, o tabagismo mata cerca de cem mil brasileiros todos os anos.

Porém, os efeitos negativos não param por aí: o consumo de cigarro é capaz de prejudicar  sistema digestório das pessoas, o que causa os desagradáveis sintomas da azia.

Isso ocorre porque a nicotina, substância tóxica presente no cigarro, relaxa a válvula que fica entre o esôfago e o estômago, permitindo o refluxo de ácidos que causam a sensação de queimação.

Desse modo, fica evidente as vantagens de largar o uso do cigarro, que beneficiará tanto o seu sistema respiratório quanto o sistema digestório.

Não coma em excesso

O esfíncter esofágico inferior, uma válvula que fica entre o esôfago e o estômago, é responsável pela manutenção dos ácidos estomacais nas regiões corretas.

Porém, quando se come muito, a grande quantidade de comida faz pressão nessa válvula, que pode ceder e permitir com que os ácidos subam.

Esse tipo de refluxo causa a azia, e é extremamente frequente após as refeições. Portanto, evite comer em excesso.

Chás para azia

aromático, bebida quente, caneca, chá, azia
Diversos tipos de chás podem auxiliar no combate à azia.

Uma excelente opção para o combate à azia é o consumo de chás. Isso porque, a partir deles, é possível ter os benefícios de diversas plantas que auxiliam os processos digestivos.

Há uma variedades imensa de ervas e chás que ajudam a diminuir os sintomas da queimação de estômago, mas escolhemos as opções mais famosas e efetivas para você desfrutar.

Chá de gengibre

O gengibre é uma raiz tradicional usada para diversas enfermidades. As suas propriedades auxiliam no controle da náusea, que é um fator que pode desencadear a azia.

Além disso, suas fibras e antioxidantes auxiliam em uma boa digestão, o que auxilia no combate à azia.

Porém, se você é uma pessoa extrema sensibilidade ao sabor e ao cheiro do gengibre, além de historicamente não se dar bem com essa especiaria, não faça o chá, pois ele pode ter os efeitos reversos.

Chá de camomila

O chá de camomila é extremamente conhecido pelos seus efeitos calmantes e relaxantes.

Por isso, recomenda-se o consumo desse líquido contra a azia, visto que uma possível causa desse desconforto é a ansiedade, o estresse e até a falta de descanso e sono.

Assim, a partir do consumo da camomila e de seus efeitos calmantes, a azia pode ser significativamente reduzida.

Chá de funcho

Popularmente conhecido como erva-doce, o funcho é uma planta aromática muito reconhecida pelos seus efeitos fitoterápicos.

O funcho possui diversas propriedades anti-inflamatórias, as quais auxiliam a combater sensações de inchaço atreladas à queimação do estômago.

Alimentos e outros para azia

bicarbonato de sódio, azia
O bicarbonato de sódio pode ser efeito contra os sintomas da azia.

Existem muitos alimentos e substâncias que já são consagradas  para combater os sintomas da azia.

Enquanto alguns são mais utilizados no cotidiano, outros, como o vinagre, podem causar certo estranhamento de ser usados.

Porém, todos se mostram como eficazes para o combate da queimação do estômago!

Suco de pera

O suco de pera é uma solução inteligente para ser consumida ao longo do dia. Isso porque a pera, com todas as suas fibras e nutrientes, auxilia no processo de digestão, tornando-o mais leve.

As vitaminas e os sais minerais presentes nessa fruta auxiliam a regular a acidez dos suco gástrico, que, em contato com a pera e seus componentes, torna-se mais equilibrado.

Bicarbonato de sódio

O bicarbonato já é extremamente conhecido nos seus efeitos positivos na luta contra a azia.

Isso porque tal substância, quando é diluída na água, torna-se alcalina (básica). Portanto, assim que entra em contato com o suco gástrico (que possui um pH na faixa de 2, ou seja, ácido), ele neutraliza.

Quando o suco gástrico é neutralizado, as sensações de queimação, inflamação, inchaço e desconforto são diminuídas de uma maneira bem simples e rápida.

Vinagre

Apesar de o vinagre ser ácido, muitas pessoas creem que consumi-lo em sua forma pura auxilia a diminuir a azia.

Porém, recomenda-se que esse consumo seja feito com um pouco de diluição de água, para que haja efeitos mais efetivos e rápidos.

É importante notar que esse consumo deve ser pequeno, visto que o vinagre é um produto bem ácido e forte. Caso haja desconforto, suspensa o consumo.

Consulte-se com um profissional

Lembre-se de que, caso os sintomas e sensações persistam, é urgente a consulta com um profissional da saúde.

A automedicação, mesmo sendo natural, não é recomendada a longo prazo, visto que esta pode mascarar os sintomas de patologias mais complexas.

 

Você pode gostar também

Damos valor à sua privacidade Nós e os nossos parceiros utilizamos tecnologias, como cookies, e processamos dados pessoais, como endereços IP e identificadores de cookies, para personalizar anúncios e conteúdos baseados nos seus interesses, avaliar o desempenho desses anúncios e conteúdos, bem como para obter informações sobre o público que os visualizou. Clique abaixo para consentir a utilização desta tecnologia e o processamento dos seus dados pessoais para estas finalidades. Pode mudar de ideias e alterar as suas opções de consentimento a qualquer momento voltando a este site. Aceito Mais detalhes